Um Olhar Aprofundado nos Equivalentes Modernos aos Nomes Bíblicos em Ezequiel 38

Categoria (Gogue e Magogue) por Geração Maranata em 02-09-2010

Tag:



This entry is part 5 of 6 in the series Gogue e Magogue

 

Geração Maranata

Muitas das nações sobre as quais ouvimos nas notícias atualmente existiram em tempos antigos, mas com nomes diferentes. Ao usar os antigos nomes dos países sobre os quais profetizou, O Senhor tornou possível usar as Escrituras para interpretar as Escrituras. Muitas das informações abaixo podem ser conseguidas referenciando Gêneses 10, a assim chamada Tábua das Nações, em uma boa Bíblia de estudos. Aprender os nomes modernos das nações cujas famílias fundadoras são listadas ali realmente ajuda a conectar a profecia bíblica com os eventos atuais.

Gogue

Eu creio que Gogue seja um ser sobrenatural (aparecendo na batalha de Ezequiel 38 e na batalha final no final do Milênio), talvez a contrapartida de Satanás para o Arcanjo Miguel. Há uma referência obscura na tradução Septuaginta de Amós 7.1 a um Gogue, Rei dos Gafanhotos, o que quer que seja. Você não encontrará nenhuma pista disso nas traduções em Português a partir do Hebraico. Você só pode chegar lá através da tradução Grega (Septuaginta). Mas fisicamente sem conexão a nenhum território ou povo como no caso de Magogue e outros relacionados em Ezequiel 38, e com aparições bíblicas tão distantes no tempo entre uma e outra, há boas razões para crer que Gogue seja um ser não-humano, um dos de Satanás.

Magogue

Em contraste, existem mais de 130 referências históricas ligando Magogue aos antigos Scitas (eles derrotaram Saul na batalha de Bete-Sean e pregaram o seu corpo no portão da cidade). A Grande Muralha da China era conhecida como "O Baluarte de Magogue" em tempos antigos e foi construída para proteger a China de Magogue. Alguns vêem uma grande similaridade entre o que é conhecido sobre os Scitas e as hordas Mongóis de Genghis Kahn. Magogue era filho de Jafé e habitou a Àsia central. Seus descendentes, os Scitas, são os ancestrais do povo Russo de hoje.

Meseque e Tubal

Estes dois eram irmãos de Magogue e estão ligados à mesma área geral, mas mais provavelmente são o povo Turco. Josepho associou Meseque com a Capadócia, lar do antigo Império Hitita, na Turquia oriental.

Pérsia

Esta é mais fácil porque seu nome mudou para Irã em nossa memória.

Cushe e Pute

Estes dois eram filhos de Cão e irmãos de Mizraim (que significa "dois Egitos") e Canaã. De forma estreita eles são chamados de Etiópia (Cushe) e Líbia (Pute), mas ambos tinham posse de um território muito maior no passado. A palavra Cushe tem uma raiz Hebraica que significa negro, e pode ser representativa das raças negras da África, enquanto Pute pode representar a parte norte do continente; Algéria, Tunísia, Marrocos, Mauritânia, etc. Note que todos são filhos de Cão e, portanto, não Semitas. O denominador comun entre as nações Africanas é a religião (Islã) não a raça (Árabe).

Gômer

Outro filho de Jafé e irmão de Magogue, Gômer habitou os vales do Reno e do Danúbio, e pode ser associado com a Europa Oriental de hoje.

Bete Togarma

Bete significa casa em Hebraico. Togarma era filho de Gômer. Os Armênios de hoje cham a si mesmos de Casa de Togarma. Os Turcos (mas não os Curdos, que são os antigos Medos da famosa Medo-Pérsia) também são incluídos.

Seba e Dedã

Estes dois são primeiramente mencionados como netos de Cushe em Gêneses 10.7. Mais tarde, em Gêneses 25.3, lemos sobre dois netos de Abraão também chamados Seba e Dedã, nascidos de Jocsã, filho de Abraão com sua 2ª esposa, Quetura. Não está claro qual par de netos está sendo referido, mas comentários, apesar disso, identificam estes dois como representando possivelmente as nações da Pnínsula Árabe, notadamente a Arábia Saudita.

De acordo com os arqueólogos W. F. Albright e Wendell Philips, Seba ficava na extremidade sudoeste da Península Arábica do outro lado do Mar Vermelho em relação à atual Etiópia. Seba é conhecida na história como Sabá no sul da Arábia, os Sabaenses da geografia clássica, que negociavam especiarias com outros povos do mundo antigo. Dedã era provavelmente o habitat dos Árabes na parte norte do Deserto da Arábia, que é a atual Arábia Saudita. A antiga capital da Arábia Saudita ainda é chamada de Dedã em muitos mapas hoje em dia.

Társis

Társis era filho de Javan, que se estabeleceu na área do sul da Grécia. Existem três escolas de pensamento no que se refere a Társis. Um ponto de vista coloca Társis a Oeste, acessível a partir do grande porto de Salomão em Ezion Geber, no Mar Vermelho. Como Javan e sua família viajaram para o norte e para oeste de Babel na confusão das linguas, isto parece improvável. Grande embarcações marítimas eram freqüentemente apelidadas de "Navios de Társis" e muito provavelmente foi assim que Társis veio a ser ligada com Ezion Geber, já que tanto Salomão quanto Ezequias construíram tais navios lá. Outros a vêem como referência à antiga Tartessus, um porto marítimo no sul da Espanha, perto de Gibraltar. Outros ainda relembram as embarcações marítimas dos Fenícios, que operavam "Navios de Társis" perto de Cades e navegavam para o norte até a Inglaterra em busca de estanho, um metal utilizado na fabricação de bronze e outras ligas, que eles mineravam em Cornwall. Alguns crêem que o nome Britânia é na verdade derivado de uma palavra Fenícia que significa "fonte de estanho". Se for assim, como os "Navios de Társis" traziam estanho para o velho mundo, esta referência pode ser à Grãbretanha transformando os "leões" (KJV) ou "vilas" (NVI) de Társis em colônias Britânicas, das quais os EUA são a mais proeminente hoje. O fato de que o leão é o símbolo do Império Britânico apoia este ponto de vista.

Resumo

Novamente, é instrutivo ver o motivador comum como sendo a religião, não a raça. Alguns anos atrás, um editorial no Jerusalem Post delineou o plano "Árabe" como sendo composto de duas fases. Fase um era ganhar tanto quanto possível através do barato processo de negociações enquanto simultaneamente se enfraquecia Israel e se fortalecia a coalisão Muçulmana. Fase dois, depois de nenhum ganho negociado poder ser feito, era ir à guerra pelo restante.

Extraído do site Olhar Profético

 

Enhanced by Zemanta
Series NavigationGogue e Magogue – Parte IVRussia planeja construir 5.000 abrigos subterrâneos

Leia também:

Post a comment

Início | Download | Links | Contato
Misso Portas Abertas JMM ANEM
Destino Final Heart Cry Jocum Missao Total Missao Total Projeto Paraguai