Livro ‘The Final Testament of the Holy Bible’ – a blasfêmia de James Frey

Categoria (Apostasia) por Geração Maranata em 12-02-2011

Tag: , ,



 

por Geração Maranata

"Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes." (II Tm 3:1-5)

James Frey é um escritor norte-americano considerado polêmico: já foi chamado de mentiroso, vigarista e de cometer fraude. Por outro lado, há quem o considere um gênio, revolucionário e (pasmem!) salvador (de que eu não sei).

Estreou na literatura em 2003 com a publicação do livro "Um Milhão de Pedacinhos", um tipo de "autobiografia", onde ele confessou que usou drogas, se enrolou com a polícia, sofreu muito e por fim se redimiu. O livro agradou e virou um best-seller, tanto que chegou a ser entrevistado pela famosa apresentadora Oprah Winfrey que recomendou o livro pela mensagem que apresentava: o homem que conseguiu superar o vício e o crime.

Acontece que, algum tempo depois, um site chamado "Smoking Gun", fez algumas investigações e conseguiu provar que muito do que Frey escreveu era exagero e mentiras, portanto seu livro de "memórias" não passava de fantasia e pura ficção. A apresentadora Oprah, que havia indicado o livro aos quatro ventos, ficou tão indignada, que Frey teve que voltar ao programa para que ela o desmentisse em público. A partir daí Frey, teve que enfrentar vários processos e acabou perdendo seu contrato com editoras por causa de suas controvérsias. Mais tarde, aventurou-se a escrever roteiros para uma série de televisão sobre a indústria pornô para a rede HBO.

Não satisfeito com toda a má fama que conseguiu adquirir, Frey resolveu apelar e entrar para o grande grupo que tem se formado nesta geração: os "blasfemadores, irreverentes, caluniadores, atrevidos" (II Tm 3:1-5).

Desde 2008 ele vem trabalhando em um novo livro, que já foi chamado “Illumination” e mudado para o título: "The Final Testament of the Holy Bible". O lançamento está previsto para a Páscoa de 2011 (certamente para acentuar a afronta). Isso me faz lembrar de outro escritor que também lançou um livro sobre Jesus na Páscoa de 2010, estou falando de Philip Pullman, o autor da "Bússola de Ouro". O livro foi lançando no Reino Unido com o título "The Good Man Jesus and the Scoundrel Christ" (Traduzindo: O bom homem Jesus e o patife Cristo), leia o artigo do site guiame.

O assunto que Frey escolheu abordar segue a linha do também escritor Jeffrey Archer, que também em 2010, lançou o livro "O Evangelho Segundo Judas", que conta a história de Jesus sob a ótica de Judas. No início deste ano (2011) outro escritor Michel Faber publicou "O Evangelho de Fogo" que conta a história de um estudioso que descobre, em um Museu do Iraque que havia sido saqueado, nove rolos de papiro que estavam escondidos durante dois mil anos. Traduzidos do aramaico, estes rolos revelam ser um quinto Evangelho, escrito por uma testemunha ocular dos últimos dias de Jesus Cristo. Entre outras bobagem é revelado que as últimas palavras de Jesus foram: “Por favor, acabem comigo!” e quanto à ressurreição de Jesus, resumindo: discípulos tiveram alucinações.

"The Final Testament of the Holy Bible" ainda não foi lançado oficialmente, mas já está criando polêmica, principalmente entre cristãos (sempre nós!).

Falando à revista on-line The Rumpus.net, Frey disse que o livro seria "O terceiro livro da Bíblia". "Minha idéia é: como o Messias seria se estivesse andando pelas ruas de Nova York hoje? O que ele iria acreditar? O que ele pregaria? Como ele vivevia? Com quem?"

O que o livro aborda: Jesus moraria em Nova York; faria sexo com homens e mulheres (bisexual !); engravidaria uma adolescente (pedófilo !) e depois a obrigaria a abortar (Jesus defendendo o aborto); ganharia a vida celebrando casamentos gays; curaria os doentes, mas praticaria a eutánia (defesa da eutnásia); dividiria um apartamento no Brooklyn com uma prostituta; desafiaria o governo (subversivo) e condenaria aquilo que é considerado santo (o que a Bíblia chama de quem é profano). Quanto à Bíblia, ele a trataria como bobagens que não merecem a menor credibilidade.

A história é escrita pela perspectiva de 13 pessoas, familiares, amigos e seguidores de Jesus – incluindo um velho rabino, um jovem sem-teto e um médico. . “É uma tentativa séria (!!!) de escrever uma história válida sobre um Messias. É um hipotético terceiro livro da Bíblia. Uma versão de como poderia ser se o Messias aguardado pelos judeus, ou o Jesus Cristo dos cristãos, aparecesse nas ruas da Nova York contemporânea”, diz Frey. “O livro aborda idéias sobre Deus e a religião, o que isso significa, se essas idéias são válidas. Pessoalmente, acredito que se o Messias viesse para a Terra, ele não seria uma pessoa intolerante, que condenaria pessoas ao inferno pelo modo como viveram ou a quem eles amaram”.

Frey diz que consultou diferentes especialistas, religiosos seculares: rabinos, padres católicos, pastores evangélicos, neurocirurgiões, advogados e psiquiatras.

Ele acredita que falar de sexo na vida de Cristo inevitavelmente criará polêmica. Então por que abordar o tema sexo é tão importante para ele? a 'singela' resposta: “O sexo é parte do amor. Então, se alguém está pregando o evangelho do amor, o sexo precisa fazer parte disso. E eu não acredito que o sexo seria limitado a uma relação entre homens e mulheres. Jesus faz sexo com as pessoas que ele ama. Por isso, no meu livro, o Messias tem relações sexuais com homens e mulheres… Acredito que ele iria desmentir boa parte dos absurdos sobrenaturais na Bíblia, o universo sendo criado em uma semana, anjos com asas voando como super-heróis, um Deus barbudo com voz de trovão”.

O livro ainda não foi lançado, mas vejam as 'chamadas' para atrair atenção do público leitor:

1- "O Testamento Final da Bíblia Sagrada é o incrível e novo romance de James Frey e está disponível para pré-encomenda agora (www.amazon.co.uk/Final-Testament-Holy-Bible)"

2 – “They say the Messiah is alive.

He is living in New York.

Sleeping with men.

Impregnating women.

Euthanasing the dying, healing the sick.

Defying the government and condemning the Holy.

If you met him.

And he changed your life.

Would you believe?”

Traduzindo:

Eles dizem que o Messias está vivo.

Ele está morando em Nova York.

Dormindo com os homens.

Engravidando mulheres.

Eutanásia aos moribundos, curando os enfermos.

Desafiando o governo e condenando o Santo.

Se você o conhecer

E ele mudará sua vida.

Será que você acredita?

3 – Veja os comentários da mídia e de futuros leitores (a maioria foi uma tradução de comentários de sites e blogs):

1 – Eu, por infinitos motivos, não vejo a hora de devorar.

2 – Estou ansioso para deitar no meu sofá com um exemplar deste livro na minha mão … é isso que eu chamo de felicidade.

3 – É impressionante. Seus outros livros mudaram minha vida. Nunca pensei que iria contar os dias para um lançamento de um livro.

4 – Você acha que eu possa estar interessado no conteúdo deste livro? Ele é o cara que escreveu um milhão de pedacinhos, um livro belíssimo.

5 – Eu adorei o livro “Million Little Pieces”, mal posso esperar para ler seu novo livro .. liberdade de expressão é um direito nosso e expressando e manifestando a sua opinião (dele no caso) também é nosso direito. Eu o admiro.. obrigado!

6 – Jesus é um mito de vocês. É um contos de fadas cristão. Opa, eu uso a palavra conto de fadas? (hehehe). Se o desgraçado existe, que ele me mate por blasfêmia.Tick tock, tick tock, oh estou até aqui agora.

7 – O Autor mais conhecido da América – (Revista Time)

8 – Bonito, triste, forte, irresistível – (Elle)

9 – James Frey é provavelmente um dos escritores mais elegantes e importantes que surgiram nos últimos anos – (The Guardian)

10 – O livro causará certa indignação a muitos, mas certamente trata idéias como Deus, amor, sexo e religião, bem pesquisado, imaginativo e interessante.

11 – Isso sim é botar a cara à tapa! De certa forma, até concordo com o autor… E também estou a favor do autor pois ele escreve e fala o que acha certo. Adimiro pessoas assim!

12 – Muito interessante! Concordo com a visão do autor.

 

Fontes :

http://colunistas.ig.com.br/

http://guardian.co.uk/

http://egoexcentrismo.blogspot.com/

http://therumpus.net/topics/james-frey/

http://james-frey.com/finaltestament/

**Geração Maranata** Se for copiar cite a Fonte!

Leia também:

Post a comment

Início | Download | Links | Contato
Misso Portas Abertas JMM ANEM
Destino Final Heart Cry Jocum Missao Total Missao Total Projeto Paraguai