Toda a Igreja será arrebatada?

Categoria (Arrebatamento) por Geração Maranata em 05-03-2011

Tag:



por Geração Maranata

 

Ao ler a parábola das dez virgens (cinco noivas prudentes e cinco imprudentes) – Mateus 25:1-13 – entendemos  que nem todos na igreja estão preparados para o arrebatamento e, portanto, serão "deixados para trás", ou melhor, para depois, pois as bodas só serão celebradas depois do Tribunal de Cristo !

A promessa de Jesus à Igreja de Filadélfia (sexta Igreja na ordem da Carta) é específica e diz:

”Porque guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro, para experimentar os que habitam sobre a terra.” (Apocalipse 3:10)

Enquanto que para a Igreja de Laodicéia (a sétima Igreja na ordem da Carta ) nosso Senhor Jesus adverte:

“… pois dizes: Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu.” (Apocalipse 3:17)

“Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo.” (Apocalipse 3:20)

Mais uma vez Jesus adverte…

“Eis que venho como vem o ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia e guarda as suas vestes, para que não ande nu, e não se veja a sua vergonha.” (Apocalipse 16:15)

Que vergonha?! Serão as más obras que possivelmente impedirão que muitos participem do arrebatamento (ou rapto) que se dará antes da Grande Tribulação.  Alguns estudiosos concordam que muitos da igreja vão ficar para serem provados, alguns com a pena de morte, pois outro texto diz:

“Clamaram em grande voz, dizendo: Até quando, ó Soberano Senhor, santo e verdadeiro, não julgas, nem vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?” (Apocalipse 6:10)

Devemos levar em consideração que essas almas que clamam, não são as que sofreram martírio ao longo desses 2000 anos, pois por ocasião do arrebatamento a situação deles – antes da nossa, já terá sido resolvida, pois Paulo disse: "… os mortos em Cristo subirão e depois, nós os que estivermos vivos seremos transformados… " (I Tessanolicenses 4:16)

Quanto às almas que sofrerão o martírio durante a Grande Tribulação: alguns procedimentos serão tomados e uma palavra de consolo lhes será dirigida:

“A cada um deles foi dada uma vestidura branca, e lhes disseram que repousassem ainda por pouco tempo, até que também se completasse o número dos seus conservos e seus irmãos que iam ser mortos como igualmente eles foram.” (Apocalipse 6:11)

Quando o anjo faz uma pergunta a João, toda a Igreja já foi purificada:

“Um dos anciãos tomou a palavra, dizendo: Estes, que se vestem de vestiduras brancas, quem são e donde vieram?” (Apocalipse 7:13)

“São estes os que vêm da Grande tribulação, lavaram suas vestiduras e as alvejaram no sangue do Cordeiro.” (Apocalipse 7:13-14)

Um pouco mais à frente se ouve um louvor a ecoar:

“Alegremo-nos, exultemos e demos-lhe a glória, porque são chegadas as bodas do Cordeiro, cuja esposa a si mesma já se ataviou.” (Apocalipse 19:7)

 

“Então, me falou o anjo: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E acrescentou: São estas as verdadeiras palavras de Deus. (Apocalipse 19:9)

O próprio escritor de Hebreus teve uma revelação desse tempo glorioso nos céus, que está por se cumprir, tendo começado na antiguidade, vejamos:

“Mas tendes chegado ao monte Sião e à cidade do Deus vivo, a Jerusalém celestial, e a incontáveis hostes de anjos, e à universal assembléia e igreja dos primogênitos arrolados nos céus, e a Deus, o Juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados.” (Hebreus 12:22-23)

Outro detalhe, se a Igreja ainda estiver na terra por ocasião da Grande Tribulação, para que então seria preciso as Duas Testemunhas (Apocalipse 11:3-11)?!

É possível, como alguns crêem, que por ocasião da ressurreição das Duas Testemunhas, toda a Igreja já estará na Glória, pois em outro texto mostra que parte das Sete Taças ainda não foi derramada, vejamos:

“Então, veio um dos sete anjos que têm as sete taças cheias dos últimos sete flagelos e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a noiva, a esposa do Cordeiro.” (Apocalipse 21:9)

 

Então o anjo revela a João os detalhes da Nova Jerusalém, que haverá de descer dos céus, bem como a situação dos que estão na terra e com uma observação muito importante: somente os Inscritos no Livro da Vida do

Cordeiro terão acesso à Nova Jerusalém, enquanto outros a contemplarão, mas não poderão entrar, vejamos:

“Nela, nunca jamais penetrará coisa alguma contaminada, nem o que pratica abominação e mentira, mas somente os inscritos no Livro da Vida do Cordeiro.” (Apocalipse 21:27)

No versículo anterior diz que as nações trarão honra e glória: “E lhe trarão a glória e a honra das nações.” (Apocalipse 21:26)

 

Voltando ao Arrebatamento e Ressurreições

A Igreja de Filadélfia é fiel e será preservada da Grande Tribulação, já a de Laodicéia é uma Igreja Apóstata e mundana (Apocalipse 3:14-22).

Milhões de cristãos estão brincado com a Graça de Deus, alguns sem saber, outros por indução e/ou ignorância de seus líderes (reprováveis quando confrontados pela Palavra).

Alguns líderes devem pensar que a ignorância dos fiéis, deverá incluí-los no arrebatamento, mas se fosse assim o Senhor não teria nos dado a Grande Comissão. A ignorância não tem o poder de salvar, pois logo não faria sentido continuar pregando o evangelho, buscar uma vida de santificação e a separação do mal, muito pelo contrário, sempre, desde a antiguidade os Atalaias (Mensageiros) de Deus estarão sempre advertindo e alertando.

Da mesma forma que a ignorância de leis da natureza não livra aquele que a viola, assim também a ignorância sobre a Salvação, não pode livrar os que vivem no pecado, deliberadamente ou não.

Jesus mesmo disse:

“Acautelai-vos por vós mesmos, para que nunca vos suceda que o vosso coração fique sobrecarregado com as conseqüências da orgia, da embriaguez e das preocupações deste mundo, e para que aquele dia não venha sobre vós repentinamente, como um laço.” (Lucas 21:34)

N. Lawrence Olson em seu livro “O Plano Divino Através dos Séculos”, aborda (entre outros assuntos) detalhadamente os temas: A Segunda Vinda de Cristo, Ressurreições e os Juízos:

a) Tribunal de Cristo (Bema);

b) O Trono da Glória de Cristo e

c) O Grande Trono Branco (Juizo final).

Quanto às ressurreições Paulo usa o termo grego Tagmati (grupos sucessivos, fileira ou formação militar):

“Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor” (I Tessalonicenses 4:16-17).

Na primeira Ressurreição se dará no advento da volta de Cristo nas nuvens (em secreto para a igreja, mas que afetará o mundo inteiro).  Existem outras Ressurreições que se darão no período da Grande Tribulação, mas que estão conectadas com a Primeira, ou seja:

a) Cristo, as Primícias,

b) Os Vencedores,

c) A Colheita Geral e

d) As Respigas, que serão recolhidas durante a segunda metade da Grande Tribulação.

“Um dos anciãos tomou a palavra, dizendo: Estes, que se vestem de vestiduras brancas, quem são e donde vieram? Respondi-lhe: meu Senhor, tu o sabes. Ele, então, me disse: São estes os que vêm da grande tribulação, lavaram suas vestiduras e as alvejaram no sangue do Cordeiro.” (Apocalipse 7:13-14)

Depois do Tribunal de Cristo (Bema), a distribuição dos galardões, as posições selecionadas no Exército de Cristo e tendo participado da Grande Ceia Celestial, todos os santos, montados em cavalos, rodeados das miríades e miríades de anjos, seguirão o Grande General, o Nosso Comandante, Jesus Cristo, para que se cumpra todos os desígnios de Deus, prescritos desde a Eternidade e revelados de geração em geração pela boca de seus servos, os profetas,começando por Enoque e terminando com João:

“Quanto a estes foi que também profetizou Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que veio o Senhor entre suas santas miríades, para exercer juízo contra todos e para fazer convictos todos os ímpios, acerca de todas as obras ímpias que impiamente praticaram e acerca de todas as palavras insolentes que ímpios pecadores proferiram contra ele.” (Judas 1:14-15)

“… e seguiam-no os exércitos que há no céu, montando cavalos brancos, com vestiduras de linho finíssimo, branco e puro. Sai da sua boca uma espada afiada, para com ela ferir as nações; e ele mesmo as regerá com cetro de ferro e, pessoalmente, pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus Todo-Poderoso. Tem no seu manto e na sua coxa um nome inscrito: REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES.” (Apocalipse 19:14-16)

“Então, ouvi uma como voz de numerosa multidão, como de muitas águas e como de fortes trovões, dizendo: Aleluia! Pois reina o Senhor, nosso Deus, o Todo-Poderoso.” (Apocalipse 19:6)

Centenas de profecias hão de se cumprir naqueles dias, por exemplo:

Do Profeta Obadias que disse: “Salvadores hão de subir ao monte Sião, para julgarem o monte de Esaú; e o reino será do SENHOR.” (Obadias 1:21)

De Isaias que falou do sentimento de gratidão e reconhecimento do remanescente de Israel :  “Naquele dia, se dirá: Eis que este é o nosso Deus, em quem esperávamos, e ele nos salvará; este é o SENHOR, a quem aguardávamos; na sua salvação exultaremos e nos alegraremos.” (Isaías 25:9)

Da Palavra de Consolo que virá da parte de Deus, especialmente para a nação Israelita: “Por breve momento te deixei, mas com grandes misericórdias torno a acolher-te” (Isaías 54:7)

Da promessa de Deus de que mandará buscar todos os resíduos de Israel espalhados entre as nações , quando o Senhor fizer o censo de Seu Povo, reinando sobre toda a terra a partir de Jerusalém conforme o Salmista previu:

“E com respeito a Sião se dirá: Este e aquele nasceram nela; e o próprio Altíssimo a estabelecerá. O SENHOR, ao registrar OS povos, dirá: Este nasceu lá. O SENHOR, ao registrar OS povos, dirá: Este nasceu lá. O SENHOR.” (Salmos 87: 5-6)

“Certamente, as terras do mar me aguardarão; virão primeiro os navios de Társis para trazerem teus filhos de longe e, com eles, a sua prata e o seu ouro, para a santificação do nome do SENHOR, teu Deus, e do Santo de Israel, porque ele te glorificou.” (Isaías 60:9)

“Então saberão que eu sou o SENHOR seu Deus, vendo que eu os fiz ir em cativeiro entre os gentios, e os ajuntarei para voltarem a sua terra, e não mais deixarei lá nenhum deles.”  (Ezequiel 39:28 )

Toda a terra conhecerá o Senhor:

“Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, porque a terra se encherá do conhecimento do SENHOR, como as águas cobrem o mar.” (Isaías 11:9)

“Pois a terra se encherá do conhecimento da glória do SENHOR, como as águas cobrem o mar.” (Habacuque 2:14)

Glórias e honras ao Senhor, nosso Deus, o Todo-Poderoso, o Santo que há de vir !!!

Maranata !

 

José Nunes Rodrigues Filho (PIB em Florianópolis – SC) é Professor de Velho Testamento e Escatologia e colaborador do blog Geração Maranata.

Se for copiar cite a fonte !

Leia também:

Post a comment

Início | Download | Links | Contato
Misso Portas Abertas JMM ANEM
Destino Final Heart Cry Jocum Missao Total Missao Total Projeto Paraguai