Quais são os sinais que antecedem a Volta de Jesus? Natureza

Categoria (Estudos Bíblicos, Sinais Proféticos) por Geração Maranata em 24-08-2011

Tag: , ,



This entry is part 3 of 8 in the series Quais são os sinais que antecedem a Volta de Jesus?

"Haverá terremotos em diversos lugares." (Mc 13:8)

"E na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo" (Lc 21:25)

"Mas todas estas coisas são o princípio de dores." (Mt 24:8)

"Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobre-virá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão." (1 Tes 5:3)

"O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.  Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça." (2 Pe 3:9-13)

"Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora." (Rm 8:22)

Por Geração Maranata

 

Terremoto devastador no Haiti, Itália, Chile e China. Enchentes e destruições no Brasil, América do Sul e Europa. Vulcões, Ciclones e tornados em toda parte. O que está acontecendo com o mundo?

O Senhor Jesus disse que seu retorno seria antecedido por catástrofes na natureza e percebe-se com nitidez que, nas últimas décadas, elas têm aumentado tanto em quantidade, quanto em intensidade.

Apesar dessas catástrofes serem o mais claro sinal da Volta de Cristo, muitas pessoas, inclusive cristãos, reagem com indiferença, alguns ainda dizem que catástrofes sempre existiram, outros alegam que a globalização e o acesso aos meios de comunicação permitem que tomemos conhecimento em tempo real, ao passo que nas décadas e séculos passados, somente as pessoas locais ficavam sabendo do ocorrido, porém, apesar de sempre terem existido, todos têm que concordar que elas estão ocorrendo com uma frequência alarmante nessas últimas décadas.

Vejamos alguns acontecimentos que comprovam nossa afirmação, alguns misteriosos, como a morte de animais:

1) Mortandade de animais no mundo inteiro, ainda sem explicação cabível (para ler todas as notícias click aqui):

08/06/2011 – Mortandade marítima nas praias da Flórida
08/06/2011 – 600 pinguins aparecem mortos no Uruguai
29/05/2011 – Filipinas: 800 t de peixes mortos são encontradas em lago
18/04/2011 – Centenas de peixes foram encontrados mortos em Ventura Harbor
24/03/2011 – Centenas de estrelas-do-mar aparecem mortas no Reino Unido
19/03/2011 – 400 baleias-piloto encontradas mortas nas Ilhas Malvinas
25/02/2011 – Morte de golfinhos aumenta na costa do Golfo do México
16/02/2011 – Misteriosa morte de peixes assusta habitantes do norte da Turquia
16/02/2011 – Alarmante enigma dos mares: Milhares de peixes mortos nas praias dos EUA
09/02/2011 – Milhões de Medusas aparecem mortas na Flórida
31/01/2011 – Em plena Piracema, milhares de peixes aparecem mortos no Pantanal
27/01/2011 – Mortandade de peixes na Colômbia é atribuída aos “fenômenos sobrenaturais”
26/01/2011 – Peixes mortos lotam praia de Mongaguá – SP
21-01-2011 – Milhares de búfalos e vacas mortas no Vietnã
21/01/2011 – Pequim relatos de mortes de aves em massa
20/01/2011 – Mortes misteriosas de aves estão sendo investigadas próximo à Dacono (Colorado)
20/01/2011 – Misteriosa infecção está matando Salmões em Vaucouver, Canada
19/01/2011 – Dezenas de peixes e focas mortas no Canadá
17/01/2011 – Centenas de focas mortas no Canadá
17/01/2011 – Centenas de vacas são encontradas mortas
13/01/2011 –Dezenas de Aves Mortas na Alemanha
12/01/2011 – Pássaros que morreram na Romênia seriam vítimas do álcool, diz veterinário
12/012011 – Pássaros continuam a morrer
11/01/2011 – Aves mortas na Romênia
11/01/2011 – Mais de 100 pássaros mortos encontrados em estrada de Sonoma na Califórnia
11/01/2011 – Peixes mortos no lago Michigan
09/01/2011 – Surgem pássaros mortos, aos milhares, em mais Países, como: Reino Unido, Japão, Brasil, Tailândia, …
08/01/2011 – México tem misteriosa morte de pássaros
08/01/2011 – Peixes Mortos por contaminação no Haiti
07/01/2011 – Centenas de passaros mortas em Bolonha, Itália
06/01/2011 – Polícia Ambiental encontra várias espécies de peixes mortos em rio de Minas Gerais
06/01/2011 – As aves mortas achadas no Tennessee
06/01/2011 – Centenas de Peixes Mortos em País de Gales
06/01/2011 – Morcegos Mortos em Arizona, EUA
‎06/01/2011 – Chuva de pássaros lembra filme de terror e traumatiza crianças nos EUA.
06/01/2011 – Frio mata milhares de peixes nos EUA, Brasil e Nova Zelândia.
06/01/2011 – Carolina do sul, centenas de milhares de peixes mortos.
05/01/2011 – 40.000 caranguejos morrem de frio na Grã-Bretanha
05/01/2011 – Cerca de 100 toneladas de peixes mortos são encontrados em Paranaguá (PR-Brasil)
05/01/2011 – Chuva de pássaros mortos também se registrou no Louisiana
05/01/2011 – Encontrados 500 pássaros mortos em estado vizinho ao Arkansas
05/01/2011 – Chuva de pássaros mortos volta a cair nos EUA
05/01/2011 – Depois dos EUA, Suécia tem “chuva” de pássaros mortos
05/01/2011 – O mistério dos pássaros que morrem subitamente continua a alastrar
‎05/01/2011 – Nova ‘chuva’ de pássaros mortos nos
‎05/01/2011 – Mais um caso de pássaros mortos nos Estados Unidos
05/01/2011 – Suécia tem “chuva” de pássaros
05/01/2011‎ – ‎Dezenas de pássaros aparecem mortos
05/01/2011 – Surgem casos de aves mortas em Kentucky, na Suécia e no Japão.
05/01/2011 – Dois Milhões de peixes mortos em Maryland. Milhares de caranguejos mortos em Inglaterra.
04/01/2011 – Chuva de pássaros mortos volta a cair
04/01/2011‎ – Pássaros mortos intrigam autoridades em Arkansas, EUA
04/01/2011‎ – ‎Estranha chuva de pássaros mortos volta a cair nos EUA
‎04/01/2011 –‎ Além de pássaros, 100 mil peixes aparecem mortos
04/01/2011‎‎ – Morte misteriosa de milhares de pássaros gera teorias nos EUA
04/01/2011 – Surgem Notícias de mais aves mortas, noutro Estado: Louisiana
04/01/2011 – Ontario, centenas de peixes mortos
04/01/2011 – Florida: Milhares de peixes mortos
03/01/2011‎ – ‎EUA: Milhares de peixes e pássaros aparecem mortos.
03/01/2011‎ – ‎EUA: cem mil peixes aparecem mortos no Rio Arkansas
03/01/2011 – Laboratórios buscam respostas para a morte de 3 mil aves nos EUA
‎03/01/2011 – Após chuva de pássaros mortos, mais de 100 mil peixes sem vida
03/01/2011 – ‎‎Após pássaros, estado americano do Arkansas tem morte de peixes
03/01/2011 – ‎Pássaros e peixes morrem misteriosamente em cidade dos EUA
03/01/2011 – Canadá: em Manitoba encontraram 10 mil pássaros mortos,China: Vários pássaros mortos
03/01/2011 – ‎‎Investigação sobre pássaros mortos gera expectativa em Beebe
03/01/2011 – Chuva de pássaros mortos no Arkansas
02/01/2011 – Milhares de pássaros mortos no Chile
01/01/2011 – Milhares de aves morreram no Arkansas.
31/12/2010 – 150 Toneladas de peixes mortos no Vietname
30/12/2010 – Cem toneladas de peixes mortos no Paraná, Brasil.
05/01/2010 – Brasil, Suécia e Nova Zelândia atingida por fenômenos estranhos

São muitas ocorrências de mortes que não podem ser ignoradas.  Muitas pessoas acreditam que, essa mortandade pode está relacionada a distúrbios no campo magnético. Leia a notícia aqui.

 

2) Vulcões

Estima-se que existam atualmente em torno de 1.600 vulcões ativos no mundo, 600 em terra e o restante no oceano.

Uma das hipóteses apontada por cientistas para ligar aquecimento global a vulcões está no derretimento da camada de gelo em regiões próximas aos pólos. A falta de gelo significa um obstáculo a menos para o magma(*) atravessar e poder chegar à superfície. Assim, erupções aconteceriam com maior facilidade.

(*) Nome dado a rocha fundida debaixo da superfície da Terra que, quando expelida por um vulcão, dá origem à lava.

Segundo o vulcanologista Freysteinn Sigmundsson, da Universidade da Islândia, o fim da Era do Gelo há 10 mil anos coincidiu com o surgimento de inúmeros vulcões no país. Agora, se realmente passarmos por um novo período de aquecimento, a mesma situação deve se repetir, sugere o pesquisador.

"Nosso trabalho indica que veremos erupções maiores ou mais freqüentes na Islândia nos próximos anos. O derretimento do gelo pode sim afetar o sistema magmático", afirmou Sigmundsson.

Fonte: Carbono Brasil

Definição

Vulcão é uma abertura na crosta terrestre, de formato montanhoso, por onde saem magma (lava), cinzas, gases e poeira. Esta estrutura geológica é formada, geralmente, com a movimentação e encontro das placas tectônicas.

Quando um vulcão entra em erupção (em atividade) pode provocar terremotos e lançar na atmosfera grande quantidade de materiais magmáticos.

Existem entre 500 e 600 vulcões ativos no mundo. O Brasil está situado no meio da placa Sul-americana, por isto está praticamente imune a terremotos e vulcões.

Os principais vulcões do mundo são: Etna (Sicilia), Monte Fuji (Japão), Kilauea (Havai), Krakatoa (Indonésia), Monte Pinatubo (Filipinas), Vesúvio (Itália) e El Chichon (México).

Neste ano (2011) a mídia reportou mais de 30 erupções de vulcões (até 20 agosto), fora as pequenas explosões que não são reportadas.

20/08/2011 – Vulcão italiano Etna entra em erupção e deixa nuvem de cinzas‎
19/08/2011 – Vulcão entra em erupção na Itália. O vulcão Etna entrou em erupção lançando colunas de cinzas e lavas
17/08/2011 – Vulcão Chivelutch lança cinzas a 8 km‎
14/08/2011 – Vulcão Soputan entra em erupção na Indonésia‎
08/08/2011 – O vulcão Karangetang, na ilha indonésia de Célebes, entrou em erupção
11/08/2011 – Vulcão submarino entra em erupção nos EUA
05/08/2011 – Hawaii – Vulcão Kilauea entra em erupção na Big Island‎
03/08/2011 – Erupção do vulcão Shivélutch na Kamchatka, Russia
02/08/2011 – Vulcão segue em erupção nos Andes chilenos
31/07/2011 – Vulcão Etna entra em erupção com lavas a 450 m de altura
10/07/2011 – Vulcão indonésio Lokon entra em erupção
03/07/2011 – O vulcão Soputan, na ilha indonésia de Célebes, entrou em erupção
03/07/2011 – Vulcão Klyuchevskoy, Rússia entrou em erupção e produziu uma pluma de cinzas que ascendeu a uma altitude de 7 km acima do nível do mar
13/06/2011 – Vulcão Nabro entra em erupção na Eritreia, leste da Àfrica Vulcão na Eritreia e lança nuvem de cinzas a 15 km de altitude
10/06/2011 – Vulcão entra em erupção no Havaí
06/06/2011 – A erupção do vulcão Cordón Caulle forçou hoje a retirada de moradores do Chile.
04/06/2011 – A erupção do vulcão Puyehue no Chile
04/06/2011 – Vulcão entra em erupção perto da Cidade do México (monte Popocatepetl)
21/05/2011 – Vulcão Grimsvötn entra em erupção na Islândia
12/05/2011 – Vulcão Etna entra em erupção na Itália
26/04/2011 – Vulcão Tungurahua entra em erupção na cordilheira do Equador
13/03/2011 – Vulcão japonês de Kyushu entrou em erupção
11/03/2011 – Vulcão Karangetang entra em erupção na Indonésia
11/03/2011 – Dois vulcões entraram em erupção na Rússia, na Península de Kamchatka
11/03/2011 – Vulcão Sakurajima, Japão, entra em erupção dia 11 de março, mesmo dia do terremoto
07/03/2011 – Cientistas monitoram novas erupções do vulcão Kilauea, no Havaí
21/02/2011 – Vulcão filipino Bulusan entra em erupção
11/02/2011 – Vulcão do monte Shinmoedake entra em erupção no Japão, após 52 anos em repouso
07/02/2011 – O vulcão Kizimen, na Rússia, entrou em erupção
01/02/2011 – O vulcão Shinmoedake, no sul do Japão, voltou a entrar em erupção
28/01/2011 – Vulcões na Ásia entram em erupção
27/01/2011 – Erupção do vulcão Bromo atrapalha tráfego aéreo na Indonésia
26/01/2011 – Vulcão Kirishima entra em violenta erupção no Japão
13/01/2011 – O vulcão Etna entrou em erupção na ilha italiana da Sicília
03/01/2011 – Vulcão Merapi tem nova erupção na Indonésia (Ilha de Java)

Notícia recente:

A Agência de Ciências e Tecnologia Marinha e Terrestre do Japão descobriu uma rachadura de pelo menos 80m de comprimento e um 1 m de profundidade que teria sido aberta no fundo do mar na costa de Sarnriku, no leste do país, após o terremoto do dia 11 de março de 2011. O desastre deixou mais de 20.400 mortos ou desaparecidos no Japão, e desencadeou a pior crise nuclear do mundo em25 anos em Fukushima. (Fonte: http://noticias.terra.com.br/mundo/asia/terremotonojapao/noticias/0,,OI5297590-EI17716,00-Japao+imagem+mostra+fenda+de+m+criada+no+mar+apos+tremor.html)

Para saber mais:

Lista de Vulcões no mundo: http://www.vulkaner.no/v/volcan/nvolalfa.html

Atividade vulcânica mundial: http://www.ovga-azores.eu/noticias/ver.php?id=54

Erupções: http://pt.euronews.net/tag/erupcao-vulcanica/

http://vulcanoticias.com.br/portal/erupcoes/2011

 

3) Terremotos

Definição: são deslizamentos que ocorrem nas falhas geológicas, quando as placas se movimentam. E estas se movimentam porque o manto é pastoso e líquido. O movimento provoca terremotos e a atividade dos vulcões.

Estima-se que ocorram a cada ano cerca de 500 mil tremores em todo o planeta, dos quais 100 mil são percebidos e pelo menos mil causam danos. A Terra não para de tremer!

Em todo o século XIX ocorreram 41 grandes terremotos, acarretando pouco mais de 350 mil mortes. No século XX, até maio de 1997, já haviam ocorrido 96 grandes terremotos, que provocaram a morte de mais de 2 milhões e 150 mil pessoas

Nunca se viu tantos terremotos acima de 6 na escala Richter em tão pouco tempo. Para os especialistas o número de terremotos não tem aumentado, porém um estudo publicado pelo Departamento de Geodésia – IG/UFRGS diz o contrário.

O estudo

Observa-se que, com exceção da década de 50, todas as outras décadas do século XX tiveram maior número de grandes terremotos quando comparadas às atividades sísmicas no planeta de cem anos atrás.

Mesmo fazendo-se uso de outros critérios ou fontes, o aumento do número de terremotos em todo o mundo é um fato inquestionável. Uma pesquisadora americana, Sarah Davis, formulou as seguintes perguntas a um grupo de especialistas da área, através da Internet:

“Está havendo um aumento na incidência de terremotos em todo o mundo no século XX? Caso existam registros antigos, esse aumento tem-se verificado ao longo dos últimos 200 anos?

Quem respondeu à questão de Sarah foi o vulcanologista Steve Mattox, da Universidade de North Dakota. Segundo ele, na primeira metade do século XX houve 15 terremotos de intensidade extrema, e na segunda metade haviam ocorrido até então 20 desses terremotos. Já em todo o século XIX registraram-se apenas 7 terremotos extremos. O Dr. Steve conclui: “"Baseando-se nessa rápida análise de uma única fonte de informação, parece que a frequência de terremotos está aumentando. A grande questão é o porquê disso". (Fonte e estudo na íntegra em http://www.ufrgs.br/museudetopografia/Artigos/TERREMOTOS.pdf)

Coincidência ou conexão?

O pesquisador Wolfgang Friederich, professor de geociências na Universidade do Ruhr, em Bochum, diz que alguns modelos sismológicos e cálculos matemáticos mostram um aumento de tensão tectônica em outras partes do mundo, depois que um terremoto é registrado.

Esse fato, combinado com dados estatísticos, criaram uma teoria: um grande terremoto – como os recentes em solo haitiano e chileno – pode atenuar a tensão em parte de uma placa tectônica, aumentando-a em outras. Isso teria potencial para causar um terremoto consecutivo, em outra parte do planeta.

"O problema é que você tem que provar que não é uma coincidência, o que é muito difícil", alega Friederich.

Alguns cientistas estão bastante seguros de que, depois de um terremoto, a tensão é redistribuída para outros pontos da placa tectônica. Mas relacionar o efeito a um segundo terremoto, ou a um abalo posterior, não é tão fácil.

Rainer Kind, pesquisador do GFZ, Centro Alemão de Geopesquisa, concorda. "Ninguém conseguiu provar com sucesso, até agora, que os terremotos registrados em um lado da placa estejam ligados a terremotos no outro lado."

Círculo de fogo

A Terra é formada por camadas sucessivas, cujas densidades aumentam da superfície para o centro. As principais são a crosta, o manto e a núcleo.

A crosta é a camada superficial da Terra. O manto apresenta subdivisões: a litosfera faz contato com a crosta, e é sólida; enquanto a astenosfera, cuja temperatura é elevada, compõe-se de rocha derretida.

As placas tectônicas apresentam densidade menor do que o magma da astenosfera, e por isso "flutuam" sobre ele. Os pontos onde essas placas se encontram são as chamadas falhas geodésicas, nas quais se concentra a maior parte dos terremotos.

"As placas movem-se tanto horizontal quanto verticalmente, ou seja, uma se move para baixo da outra", explica Friederich. "Os movimentos das placas também podem ser mistos, na vertical e horizontal."

A maior parte da atividade sísmica do mundo acontece numa área do Oceano Pacífico conhecida como Círculo de Fogo. A região tem o formato de ferradura e circunda a costa do oceano ao longo de países como a Nova Zelândia, Japão, Alasca e Chile. Outras áreas onde há terremotos frequentes são a Crista Oceânica do Atlântico e a Falha de San Andreas, na Califórnia.

Notícia recente:

Terremoto abala Washington e é sentido em Nova York

23-08-2011

O terremoto de 5,9 graus de magnitude teve como epicentro o estado de Virgínia (nordeste), a cerca de 15 km da cidade de Mineral e 139 km de Washington, e a 6 km de profundidade, segundo a medição provisória do Instituto Sismológico americano.

O tremor provocou a evacuação do Pentágono e do Congresso em Washington, onde foi sentido fortemente, enquanto que em Nova York diversos edifícios públicos também foram esvaziados rapidamente.

Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia/terremoto-abala-washington-e-e-sentido-em-nova-york–5

 

Veja também:

Nos últimos sete dias foram relatados mais de 31 terremotos acima de 5,0: http://starviewer.wordpress.com/2011/08/08/en-los-ultimos-7-dias-se-han-reportado-mas-de-31-terremotos-por-encima-de-5-0/

Lista de Terremotos: http://www.emsc-csem.org/#2

Monitor Sismológico: http://www.iris.edu/seismon/

Fontes:

http://www.library.com.br/Filosofia/terremot.htm

http://eco4u.wordpress.com/tag/terremotos/

http://www.dw-world.de/dw/article/0,,5335395,00.html

 

4) Inundações

As inundações vêm aumentando continuamente em todos os países da Terra. A cada ano elas surgem com ímpeto redobrado, acarretando a destruição de cidades e vilas, perdas agrícolas, doenças e mortes.

De acordo com dados do World Almanac, em todo o século XIX foram registradas três grandes inundações, onde pereceram cerca de 938 mil pessoas.

No século XX, até agosto de 1996, havia ocorrido 82 grandes inundações em diversos pontos do globo, as quais mataram aproximadamente 4 milhões e 72 mil pessoas.

Observa-se o extraordinário aumento do número dessas inundações nas últimas décadas do século XX. Nos primeiros 40 anos (1900 a 1939) houve 10 grandes inundações. Nos 40 anos seguintes (de 1940 a 1979) houve 41 grandes inundações. Se plotarmos os dados da tabela acima num gráfico de barras, teremos uma visão clara da mudança de patamar do número de inundações por década:

Segundo a ONU, o ano de 2005 ficou marcado pela ocorrência de 360 desastres naturais, ou seja, quase um por dia! Em levantamento elaborado, pela organização mundial foram, no total 168 inundações, 69 tornados e furacões e 22 secas que transtornaram a vida de milhões de pessoas.

Fonte: http://www.ufrgs.br/museudetopografia/Artigos/INUNDA%C3%87%C3%95ES.pdf

Cientistas confirmam que aquecimento global intensifica enchentes. Estudos detalham relação entre emissões de gases causadores do efeito estufa e maior incidência de chuvas.

16/02/2011

A sequência de inundações pelo mundo nos últimos meses sempre foi relacionada às mudanças climáticas com muita cautela por cientistas climáticos. A resposta mais comum era a de que eventos extremos poderiam estar ligados ao aquecimento global, mas ainda não havia base científica para comprovar tal relação. Dois estudos publicados nesta semana no periódico científico Nature tentam responder essa pergunta. E a resposta é sim, há relação. Gases causadores do efeito estufa estão associados ao aumento da formação de chuvas. Os resultados dos dois estudos são as primeiras identificações formais sobre a contribuição humana para eventos extremos como nevascas, inundações e secas

Um dos estudos analisou a intensificação da precipitação (formação da chuva a partir de altos índices de umidade na atmosfera) sobre grandes áreas do Hemisfério Norte na segunda metade do século XX. Pesquisadores do Consórcio de Impactos Climáticos do Pacífico combinaram séries de dados de modelos climáticos que têm o mesmo histórico sobre concentração de gases do efeito estufa.

“Nosso estudo indica que em grande parte do Hemisfério Norte, quantidades anuais de precipitação máxima em qualquer dia ou em cinco dias consecutivos (que normalmente estão relacionadas às enchentes) têm aumentado” disse ao iG Xuebin Zhang, co-autor do estudo que atribuiu o aumento em larga escala destes eventos aos efeitos do homem na concentração de gases do efeito estufa na atmosfera.

“O que descobrimos foi que determinadas mudanças observadas na análise dos padrões não podem ser explicadas apenas com a variabilidade climática natural. Desta forma, fomos capazes de atribuir as mudanças na precipitação às influências do homem”, disse Zhang.

Os autores cruzaram dados de diversos modelos climáticos para identificar variações nos padrões. “Quando cruzamos estes modelos climáticos podemos perceber a resposta específica a estas mudanças de concentração. Normalmente estes padrões deveriam ser quase homogêneos. Então é como reconhecer um rosto na multidão. Podemos identificar a relação de tais mudanças nos dados”, disse Francis Zwiers da Universidade de Victoria, no Canadá, também autor do estudo.

Os autores do estudo enfatizam que inundações ocorrem naturalmente, sem o aquecimento global. Mas argumentam que modelos climáticos têm subestimado os efeitos do aquecimento global provocado pelo homem sobre a intensificação da precipitação na atmosfera. (Maria Fernanda Ziegler)

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/meioambiente/cientistas+confirmam+que+aquecimento+global+intensifica+enchentes/n1238013651807.html

Lista de Inundações em 2011:

19/08/2011 – 18 municípios enviaram à Defesa Civil relatórios sobre estragos e inundações. No total, 47 municípios da região Sul do Brasil foram atingidas pelas chuvas.
17/08/201 – Enchentes atingem milhares de pessoas no sul do Paquistão‎
13/08/2011 – FRIO – Mínima em Rondônia pode chegar a 6º C, aponta meteorologia‎. Tempestades intensas, com raios, granizo, ventania e chuva volumosa.
12/08/201 – Rússia: Foi decretado estado de emergência no distrito de Solnechny, no território de Khabarovsk, em função das enchentes do rio Silinka.
11/08/2011 – País tem semana de fortes chuvas‎. Nova Deli – As chuvas de monções foram intensas na Índia na última semana.
10/08/2011 – Após chuva, ondas chegam a 3 m na costa de Florianópolis‎, depois de três dias de chuva intensa.
08/08/2011 – Tempestades em SP e no RJ vão até triplicar nos próximos 60 anos‎
07/08/201 – Tailândia: Tempestade Nock-Ten mata 20 pessoas‎, além disso, 236 mil habitações foram afetadas pelas inundações e 72 mil e 495 hectares de cultivo ficaram destruídos devido às enchentes.
05/08/201 – Enchentes e secas atingem região sul e central da China‎
04/08/2011 – EUA: meteorologistas preveem temporada de furacões mais intensa‎
04/08/2011 – A tempestade tropical Emily varreu o sul do Haiti com fortes chuvas e ventos.
04/08/2011 – Tempestade tropical Arlene provoca inundações no México.
03/08/2011 – Chuvas provocaram enchentes e deslizamentos de terra, matando 23 pessoas na capital haitiana, Porto Príncipe.
03/08/2011 – Chuvas deixam mais de 7 mil desabrigados no Vale do Ribeira (SP)
30/07/201 – Enchentes destroem plantações na Coreia do Norte‎
28/07/2011 – Milhões de paquistaneses ainda necessitam de ajuda devido as inundações devastadoras do ano passado. Cerca de 20 milhões de pessoas foram afetadas pelas enchentes.
28/07/2011 – Chuvas afetam mais de 116 mil pessoas no Paraná e Rio Grande do Sul‎
27/07/2011 – 28 pessoas morrem em deslizamento na Coréia do Sul
27/07/2011 – Rio Souris transborda e chuvas causam inundações em Minot, nos EUA
27/07/2011 – Chuva causa deslizamento no Equador
26/07/2011 – Tempestade deixa 10 mortos nas Filipinas‎. A tempestade tropical Nock-ten provocou grandes enchentes, muitas das 15 cidades agrícolas de Albay foram inundadas pelas águas.
22/07/2011 – 50 mil pessoas afetadas pelas chuvas, no RS
22/06/2011 – Chuva provoca tragédia no Nordeste
13/07/2011 – Chuvas torrenciais na China
25/05/2011 – Aracaju debaixo d’água
18/05/2011 – Estado de emergência é prorrogado por mais 90 dias, na Venezuela
09/05/2011 – Deslizamentos de terra provocam mais de 17 mortes na Indonésia
05/05/2011 – Mais de 50 mil pessoas desabrigadas no Nordeste por causa das chuvas
18/04/2011 – Inundações na Tailândia registram 64 vítimas
11/04/2011 – Chuvas do final de semana afetam mais de 8 mil pessoas no Paraná
30/03/2011 – Inundações atingem mais de 1 milhão de pessoas na Tailândia
22/03/2011 – 14 cidades em estado de emergência em GO
22/02/2011 – Bolívia declara estado de emergência por causa das chuvas
22/02/2011 – Chuva espalha destruição na Região Serrana do Rio de Janeiro
12/01/2011 – Chuva no Sri Lanka deixa 18 mortos
10/01/2011 – Chuva não para na Malásia
03/01/2011 – Enchentes na Austrália são as piores dos últimos 50 anos
02/01/2011 – Nordeste da Austrália sofre com inundações recordes

Notícia recente:

Vazão das Cataratas do Iguaçu está oito vezes acima no normal

20-08-2011

São 12 milhões de litros de água por segundo, na manhã deste sábado (20). Passarela foi interditada por medida de segurança.

A vazão das Cataratas do Iguaçu está oito vezes acima do normal na manhã desta sábado (20). Segundo a diretoria do parque, são 12 milhões de litros de água por segundo, quando o normal é de 1 milhão e 500 mil litros por segundo.

Por medida de segurança, a passarela de acesso ao mirante da Garganta do Diabo foi interditada.

De acordo com o Instituto Tecnológico Simepar, as chuvas que atingiram as regiões sudoeste e oeste do estado contribuíram com o aumento da vazão, em virtude das cheias do rios que deságuam no Iguaçu. Da manhã da sexta-feira até a manhã de sábado (20), choveu 80 mm na região Sudoeste, sendo que a média esperada para todo o mês de agosto é de 100 mm.

Na tarde de sexta-feira (19), a vazão era de 950 mil litros de água por segundo.

Fonte: http://g1.globo.com/parana/noticia/2011/08/vazao-das-cataratas-do-iguacu-esta-oito-vezes-acima-no-normal.html

 

5) Clima: Aumento de Frio e Calor

Alerta sobre a intensificação dos cilos de calor e frio no planeta

Estamos sob risco de suicídio ecológico. A afirmação é do Biogeógrafo Norte-Americano Jared Diamond, que fez a afirmação, respondendo as perguntas freqüentes pelos “céticos do clima”. O aumento da temperatura do planeta em que se atribui a intensificação dos ciclos de calor e frio, testemunhada hoje por toda a parte do planeta. Pode ser resultado de um ciclo natural do planeta?

“A verdade é que a idéia de que as mudanças climáticas que estamos presenciando são naturais é ridícula, quanto a que nega a evolução das espécies”.

As mídias e a indústria do entretenimento mostram, cada vez mais as imagens e temas do fim do mundo, edifícios e prédios em ruínas. Será tudo isso um fascínio pela própria destruição? Conforme matéria do Jornal “O Estado de São Paulo”, tudo isso é o romantismo das imagens das civilizações passadas que entraram em colapso, como a civilização dos maias, incas e astecas.

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/suplementos,alerta-que-vem-da-lama,669684,0.htm

Lista de eventos:

21/08/2011 – Onda de frio intenso causa 18 mortes no Chile
15/08/2011 – Nova Zelândia é atingida por pior onda de frio dos últimos 50 anos
12/08/2011 – Onda de calor já matou 36 pessoas desde julho no Japão
22/07/2011 – Chile enfrenta pior nevasca dos últimos 30 anos
21/07/2011 – Uma onda de calor nos Estados Unidos já matou 22 pessoas esta semana, a pior dos últimos 60 anos
18/07/2011 – Uma impressionante onda de calor toma conta de amplas regiões dos Estados Unidos, com temperaturas acima de 38 graus centígrados. Com a elevada umidade do ar, o calor se torna sufocante e o desconforto é maior do que uma temperatura de 40 graus no Rio de Janeiro, por exemplo.
09/07/2011 – SC é atingifa por onda de frio mais intensa dos últimos dez anos
08/07/2011 – O deserto de Atacama, no norte do Chile – conhecido como uma das regiões mais secas do planeta enfrenta neste inverno a maior onda de frio e neve em quase 20 anos e já acumula 18 cm de neve
08/07/2011 – Sul da China sofre com onda de calor que castiga população
07/07/2011 – Onda de frio intenso deixa dois mortos e congela canos de água em Santa Catarina
04/07/2011 – Frio: Onda de frio provoca mortes na Bolívia e Uruguai
02/07/2011 – Onda de frio na Bolívia matou pelo menos 35 pessoas
29/06/2011 – Frio intenso mata duas pessoas em Curitiba (PR)
29/06/2011 – Frio intenso provoca três mortes no Paraná
28/06/2011 – Campo Grande (MS): Frio intenso pode ser causa de 2 mortes no País
27/06/2011 – Pior onda de frio em 20 anos fecha oito escolas no Rio Grande do Sul
21/03/2011 – Ondas de calor podem aumentar cinco a dez vezes na Europa
07/03/2011 – Onda de calor de 2010 na Europa foi a pior da história. Última década quebrou recordes de temperatura dos últimos 500 anos.
24/02/2011 – Ao menos 30 morrem após onda de frio na Polônia
22/01/2011 – Forte onda de frio deixa norte dos EUA sob clima gelado

Leia também: http://www.library.com.br/Filosofia/oclima.htm

Notícias recentes:

Termômetros registram queda de 23ºC na temperatura em Cuiabá

20-08-2011

Na tarde desta sexta a temperatura chegou a 38ºC e neste sábado a 15ºC.

Segundo o Inmet, a friagem deve continuar nos próximos dias.

Os termômetros registraram uma queda de 23ºC nas últimas horas em Cuiabá. De acordo com o 9º Distrito de Meteorologia, vinculado ao Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a friagem como é conhecida, vem da região do Paraguai e derruba a massa de ar quente e seco que predominava na região Centro-Oeste.

Na tarde desta sexta-feira (19) o 9º Distrito registrava a temperatura de 38ºC em Cuiabá. Já por volta das 9h30 [horário de MT] da manhã deste sábado, os termômetros marcavam 15ºC na capital cuiabana.

Ainda segundo o 9º Distrito, no domingo o declínio da temperatura continua, com máximas de 24ºC e mínima de 15ºC. Nas outras cidades de Mato Grosso o tempo também fica nublado com possibilidade de pancadas isoladas de chuva.

Baixa umidade

A queda na temperatura chegou a Cuiabá depois de uma semana de muito calor, quando a temperatura chegou aos 40ºC e a umidade do ar chegou em nível de deserto em Cuiabá, entre 10% e 15%.

Fonte: http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2011/08/termometros-registram-queda-de-23c-na-temperatura-em-cuiaba.html

 

Calor deixa 10 mortos na Itália; temperatura chega aos 47°C

24-08-2011

A onda de calor que atinge há uma semana a Itália, com temperaturas que superam os 35°C, deixou dez mortos na região de Milão, a maioria idosos, indicaram nesta quarta-feira as autoridades.

Dez idosos com idades entre 78 e 90 anos faleceram na terça e nesta quarta-feira devido a problemas cardíacos e respiratórios causados pelas altas temperaturas, segundo o serviço de emergências de Milão.

A defesa civil italiana elevou o nível de alerta em 16 cidades, entre elas Milão, Turim, Roma e Nápoles, onde são registradas temperaturas de 38°C a 40°C.

A pequena cidade de Capo Carbonara, na ilha de Sardenha, registrou a temperatura recorde de 47°C. Segundo a defesa civil, a onda de calor prosseguirá até sexta-feira.

Fonte: http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5310802-EI8142,00-Calor+deixa+mortos+na+Italia+temperatura+chega+aos+C.html

 

6) Ciclones, Furacões, Tornados

Definições:

Furacão – O furacão é uma tempestade com ventos muitos fortes, que se forma nos oceanos, entre as regiões tropicais, pois é de lá que ele obtém a sua energia.  Por razões históricas, os furacões que se formam no Oriente (no oceano Índico e no leste do oceano Pacífico) são geralmente chamados de tufões.

Tornado – Tempestade intensa, que pode se formar sobre a terra ou sobre o mar.

Ciclone – Movimento de grande escala que pode ocorrer tanto na atmosfera como no oceano, caracterizado por um giro realizado pelo ar ou pela água ao redor de uma área de baixa pressão na atmosfera ou no oceano. Os ciclones classificam-se em tropicais e extratropicais. Os ciclones tropicais tendem a ser mais violentos que os de latitudes médias e às vezes causam grande devastação. Os ciclones são classificados em 5 categorias, de acordo com a força dos ventos.

Na categoria 1 — intensidade mínima, os ventos estão entre 118 km/h e 152 km/h (na prática, até 130 km/h o fenômeno é chamado de tempestade tropical, e a partir daí de furacão).

Na categoria 2 — intensidade moderada, os ventos variam de 153 km/h a 176 km/h.

Na categoria 3 — intensidade forte, os ventos ficam entre 177 km/h e 208 km/h.

Na categoria 4 — intensidade extrema, os ventos situam-se entre 209 km/h e 248 km/h.

Na categoria 5 — intensidade catastrófica, os ventos passam de 249 km/h.

Mapa – Países e regiões onde pode acontecer tornado/furacão/ciclone

Aumento de tempestades em cinco bacias oceânicas sugere relação de causa e efeito entre os fenômenos.

Recente trabalho sobre a mudança na quantidade, duração e intensidade de ciclones tropicais, em cinco bacias oceânicas e nos últimos 35 anos foi publicado na Science em setembro de 2005, confirma outros estudos que apontavam um crescimento da freqüência de furacões das mais altas intensidades (categorias 4 e 5).

Esse incremento acompanha o progressivo aumento observado na temperatura da água de superfície nos mesmos oceanos. Esse aumento foi da ordem de 0,5ºC, no período 1970-2004, na temporada de furacões. Entretanto, não procura estabelecer relação de causa e efeito – embora a deixe subentendida – entre o aumento de tempestades tropicais e o aquecimento global, tal como sugerida por K. E. Trenberth, por exemplo, mas colocada como especulativa e sujeita a forte controvérsia. O debate parece reativar-se com as trágicas conseqüências do Katrina sobre Nova Orleans e região.

Uma comparação do número de furacões de categoria 4 e 5 em dois períodos, 1975-1989 e 1990-2004, mostra que no Pacífico Oeste o número aumentou de 85 para 116 (ou de 25% para 41% do total), e no Atlântico Norte, de 16 para 25 (de 20% para 25%).

Leia também:

http://www.fisica.ufc.br/lfnm/html/tornados.html

http://ambientes.ambientebrasil.com.br/mudancas_climaticas/artigos/furacoes_e_aquecimento_global.html

http://resumododia.com/paises-onde-acontecem-furacoes.html

Fontes:

http://twgeral.wordpress.com/2010/03/12/ciclone-tornado-furacao-tufao/

http://www2.uol.com.br/sciam/artigos/furacees_e_aquecimento_global.html

http://www.library.com.br/Filosofia/ciclones.htm

Series NavigationQuais são os sinais que antecedem a Volta de Jesus? SociedadeQuais são os sinais que antecedem a Volta de Jesus? Crise Financeira, parte I

Leia também:

Post a comment

Início | Download | Links | Contato
Misso Portas Abertas JMM ANEM
Destino Final Heart Cry Jocum Missao Total Missao Total Projeto Paraguai