Judeus Khazares

Filed Under (Artigos) by Geração Maranata on 28-04-2011

Tag: , ,

Por Geração Maranata

Quem são os judeus de hoje? Descendentes reais de Abraão, Isaque e Jacó ou gentios convertidos?

Há uma corrente que diz que a grande maioria do povo judeu atual não são os descendentes de Abraão, Isaque e Jacó, mas sim descendentes dos khazares que se converteram ao judaísmo na Idade Média (800 d.C).  Esses ‘pseudo-judeus’ seriam os ‘Ashkenazis’ enquanto que os judeus verdadeiros (minoria, segundo essa teoria) seriam os ‘Sefarditas’.

O que dizem basicamente:

“Os judeus que estão em Israel não são semitas. A maioria são judeus descendentes de convertidos em 800d.C ao judaísmo. São conhecidos como khazares ou Askenazim que são 90% da população de Israel. Os serfarditas originários de Portugal, Espanha são considerados judeus de segunda categoria que são desprezados pelos Askenazim em Israel.”

Histórico

No passado, os judeus teriam sido banidos de Constantinopla pelo governante bizantino Leo III e acharam um lar entre estes khazares e, em competição com os missionários maometanos e cristãos, converteu-os à fé judaica.  Bulan, o governante da Khazaria, se converteu ao Judaísmo no ano de 740 d.C. Seus nobres e, um pouco depois, seu povo o seguiu.

Os "judeus" khazarianos (chamados de Ashkenazis) teriam se estabelecido, no que é agora o sul da Rússia e Europa Oriental. Alguns foram levados ao Norte onde se juntaram à comunidade judaica estabelecida em Kiev.

Em 1917, esses judeus khazarianos teriam decidido pela criação do seu próprio estado na Palestina. No mesmo ano eles também criaram a Revolução bolchevique na Rússia. Seguiu-se um holocausto cristão, tal qual o mundo nunca viu. Esses ‘judeus’ também teriam procurado controlar a Rússia depois de mais de 900 anos, destruindo mais de 100 milhões de cristãos russos, e mais de 20 milhões de judeus religiosos também morreram nas mãos dos judeus khazarianos.

Essa história toda alimenta a teoria “Illuminati”, que seria formado, em sua maioria, por esses judeus Khazarianos/Ashkenazis que querem dominar o mundo, ou seja, as treze famílias muito faladas em sites e DVD’s de conspirações.

Os judeus khazares, entre outras coisas, teriam sido responsáveis por:

  • Primeira e Segunda Grande Guerra Mundial;
  • Criaram o comunismo na antiga União Soviética;
  • Financiaram Mao Tse Tung na China;
  • Financiaram o gás da morte dos campos de concentração e a gasolina de aviação de Hitler;
  • Mandaram máquinas IBM para controlar os campos de concentração nazistas;
  • Massacre de Sabra e Shatila no Líbano;
  • Ataque às duas torres gêmeas;
  • Ataque ao Iraque;
  • Ataque ao Japão usando o Haarp (em um próximo post falarei sobre o Haarp);
  • Colocaram um malwere na Usina atômica do Japão para fazer com que as bombas de refrigeração parassem;
  • Ataque a Líbia;
  • O Irã, dizem, será o próximo;

Esta teoria tem implicações escatológicas, uma vez que o povo judeu é peça fundamental nas profecias bíblicas.  Se os judeus atuais não são judeus de verdade, então as profecias bíblicas, em sua grande maioria, são inválidas.

Neste caso, o retorno do povo judeu para uma nação física, não foi obra profética de Deus, mas obra de homens com intenções escusas. Ainda mais: os judeus que vivem nestas terras não têm direito legítimo de ocupá-las (opa! a quem interessa plantar esse tipo de história? Logo agora que se tem falado muito em um Estado Palestino).

Devemos ter cuidado, pois o engano e a operação do erro nestes últimas dias é muito grande!

 

O site Chamada.com.br publicou um artigo a respeito dessa teoria conspiratória sobre os judeus, o qual transcrevo na íntegra:

Por Thomas Ice

Uma das táticas utilizadas por aqueles que se opõem aos cristãos sionistas é dizer que a maioria dos judeus da atualidade não descendente genuinamente de Abraão, Isaque e Jacó. Essa teoria errônea baseia-se nas conclusões equivocadas de que os atuais judeus originam-se na história de uma nação medieval da qual algumas pessoas se converteram ao judaísmo. Os khazares foram uma nação constituída de linhagem basicamente turca, que viveu na região localizada entre o Mar Negro e o Mar Cáspio, durante os séculos VII a X d.C. Aqueles que defendem a 'Teologia da Substituição' (1), bem como muitos neofascistas, são atraídos por essa teoria, pois concluem que os judeus não são, de fato, judeus.

(1) Teologia da Substituição essencialmente ensina que a igreja substituiu Israel no plano de Deus.

 

A proposição da Teoria Khazar

James B. Jordan, defensor da Teologia da Substituição, fala sobre “a heresia do sionismo cristão”. Ele declara que “os judeus da atualidade, em sua maioria, não são judeus de forma nenhuma: são khazares”. Jordan explica mais:

“A raça khazar [ou khazariana] parece ser o pano-de-fundo original dos judeus asquenazitas do Leste Europeu. Naturalmente, afirmações desse tipo podem ser questionadas. O verdadeiro problema na discussão é a idéia de que ser judeu é um fenômeno sanguíneo ou racial. Isso não é correto.

Biblicamente falando, um judeu é alguém que foi inserido pactualmente na população de judeus por meio da circuncisão […] Todas essas pessoas eram judias, porém apenas uma pequena parcela realmente possuía a herança sanguínea de Abraão […] Isso é a prova conclusiva de que a aliança, não a raça, sempre foi o marco distintivo de um judeu.” [1]

 

John L. Bray, outro defensor da Teologia da Substituição, assevera que “a pura realidade é que muitos dos judeus do mundo não apenas são judeus mestiços, mas nem mesmo são judeus sob qualquer condição”.

Ele declara:

Além das descobertas sobre as origens judaicas do povo khazar, é preciso que consideremos, também, o fato de que, em virtude de casamentos entre etnias diferentes, cruzamentos raciais, etc., na atualidade há muito pouco que se possa chamar de “raça judaica”. [2]

Esse caso específico de revisionismo histórico é usado para induzir à conclusão de que os judeus que vivem em Israel não são, de fato, descendentes de Abraão, Isaque e Jacó, e que, portanto, não têm nenhum direito legítimo de ocupar aquela terra nos dias atuais.

Não é de admirar que tal teoria seja muito atraente para os árabes, muçulmanos, negadores do Holocausto, skinheads, nazistas e tantos outros que defendem a Teologia da Substituição no âmbito cristão-evangélico. Trata-se de uma forma conveniente de descartar o presente Estado de Israel. Tal crença ensina que os judeus são basicamente uma etnia atualmente extinta. Por essa razão, na opinião dos defensores dessa teoria, fica anulada a concessão futura da terra de Israel aos descendentes de Abraão, Isaque e Jacó como uma promessa que será cumprida por Deus.

Essa concepção pode produzir sérias implicações na compreensão que o crente em Cristo tem da Palavra de Deus. Jordan levanta esta pergunta: “Será que os cristãos que crêem na Bíblia supõem poder apoiar um Estado Judeu baseados em razões teológicas? Essa é a alegação de Jerry Falwell e da heresia do Sionismo Cristão”.

Passemos, agora, ao exame da veracidade de tais alegações.

A análise da Teoria Khazar

Nenhuma pessoa esclarecida nesse assunto questionaria a existência de um país, durante a Idade Média, cujo nome era Khazaria, o qual se converteu ao judaísmo no século VIII. Contudo, a teoria de que os judeus asquenazitas (que correspondem a cerca de 85% da população judaica em todo o mundo) descendem originariamente dos khazares, por mais atraente que possa parecer a alguns, permanece como uma hipótese não provada (desprovida de qualquer evidência científica).

Arthur Koestler – romancista e autor do livro 'The Thirteenth Tribe'

Em 1976, Arthur Koestler (um romancista judeu comunista) propôs essa teoria em seu livro intitulado 'The Thirteenth Tribe' (que traduzido seria: A Décima-Terceira Tribo), teoria essa que nunca foi levada a sério por nenhum lingüista, nem pela maior parte dos outros cientistas. Essa é a razão pela qual a propagação mais agressiva desse ponto de vista tem sido geralmente verificada dentro da esfera dos propagandistas que têm um eixo ideológico a que se apegar, e não pela comunidade científica. À semelhança da obra intitulada “Os Protocolos dos Sábios de Sião”, um documento forjado que defende uma suposta conspiração judaica mundial, os proponentes da Teoria Khazar têm um imenso desejo de que ela seja verídica, embora não o seja.

O que se diz é que somente a liderança do povo khazar se converteu ao judaísmo, e que a razão de tal conversão deveu-se ao fato de que muitos dos líderes já eram judeus que emigraram para lá em anos anteriores. Quando se espalhou a notícia de que a nação da Khazaria tinha se convertido ao judaísmo, pelo que se sabe, muitos judeus que viviam no Império Bizantino e no mundo muçulmano emigraram para a Khazaria, visto que freqüentemente eram perseguidos nesses impérios e países de onde procediam. Dessa forma, tal imigração aumentou o número de judeus naquela nação, que ficou conhecida por ter uma grande população judaica. Como a Khazaria, naquele tempo, era praticamente a única nação do mundo a proporcionar liberdade religiosa, ela contava com um enorme contingente de cristãos, de muçulmanos e de pagãos que nunca se converteram ao judaísmo. Isso poderia favorecer a crença de que milhares de gentios foram incluídos e misturados na linhagem sanguínea judaica. Todavia, não foi o que aconteceu. Os judeus da Khazaria demonstram ter mantido uma linhagem sanguínea judaica tão forte quanto à de outros judeus de sua época.

Quando a nação entrou em declínio e foi conquistada, os judeus fugiram para outros países e a maioria não-judaica da população da Khazaria foi morta nas batalhas ou se converteu ao islamismo e ao cristianismo. Ainda que os judeus, seguramente, tenham contraído matrimônios inter-raciais com os gentios na Khazaria, tal fato não invalida sua identidade judaica, da mesma maneira que os casamentos inter-raciais praticados no Antigo Testamento não invalidaram sua identidade judaica. O próprio Jesus tinha vários gentios em Sua linhagem genealógica. No entanto, Ele certamente era judeu. Na época do Novo Testamento essas pessoas ainda eram reconhecidas como judeus – os descendentes de Abraão, Isaque e Jacó.

É a Bíblia que divide a humanidade em judeus e gentios, denotando a linhagem de nascimento de uma pessoa. Alguém pode até renegar os aspectos religiosos do judaísmo, mas não pode fugir da realidade genealógica de que eles nasceram dentro da raça judaica. Durante o Holocausto, os nazistas fizeram pouquíssima distinção entre judeus profundamente religiosos e judeus seculares; quando tiveram a oportunidade, eles procuraram aniquilar indiscriminadamente todos os judeus. O mesmo ocorre hoje em dia. Os muçulmanos matam judeus, sejam estes religiosos ou seculares. Não faz diferença para eles.

É preciso dar grandes saltos de desconsideração da lógica, o que muitos anti-semitas estão dispostos a fazer, para chegar à conclusão de que a teoria de Koestler merece crédito. Isso fica evidente quando se considera o fato de que, antes da teoria de Koestler ser publicada em 1976, ninguém deduzira que os judeus não eram de fato descendentes de Abraão, Isaque e Jacó. Por mais que essa informação sobre os khazares fosse conhecida o tempo todo, especialmente pelos historiadores, ninguém, antes de Koestler, estabeleceu a ligação dos pontos. O fato de que alguém como John Bray faz longas citações extraídas de fontes judaicas para documentar a presença real dos judeus na Khazaria durante a Idade Média em nada comprova a tese de que a maioria deles era de origem gentílica. Crer nisso requer um salto muito grande sobre as verdadeiras evidências para chegar numa teimosa conclusão. A teoria deKoestler é infundada e pode ser tratada como nada mais do que uma mera hipótese fortuita com pouca ou nenhuma base.

O parecer de historiadores e especialistas em genealogia a respeito do povo khazar tem sido, atualmente, confirmado com o desenvolvimento da utilização do DNA como um método confiável de análise da herança genealógica de uma pessoa. Kevin Alan Brook, um dos principais pesquisadores sobre os khazares, diz o seguinte:

“Não precisamos mais dar ouvidos a especulações. Já é FATO comprovado que os judeus alemães se misturaram com outros judeus, quando foram para o Leste. Também já ficou claro que os antigos israelitas possuíam os mesmos padrões de DNA-Y encontrados em comum entre os judeus sefaraditas, judeus asquenazitas, judeus curdos e judeus indianos, a despeito do fato de que, basicamente, esses padrões, em parte, possam ter se originado, anteriormente, de algum lugar no Curdistão, na Armênia, ou no Iraque. Os padrões de DNA-Y, característicos do Oriente Médio, ocorrendo nos haplogrupos J e E não podem ser explicados pela teoria dos khazares. Contudo, algumas evidências do DNA-mt e DNA-Y Levita podem ser explicadas por tal teoria.” [3]

A conclusão final de Brooks sobre as origens do povo khazar é a seguinte:

“Em suma, os judeus do Leste Europeu descendem de uma mistura de judeus alemães e austríacos, judeus tchecos e judeus eslavos orientais. É possível que os judeus eslavos orientais tenham suas raízes tanto no Império Khazar, quanto no Bizantino, daí a necessidade de um estudo mais aprofundado da vida judaica nessas terras. Porém, a maior e mais influente parcela de judeus do Leste Europeu provém da Europa Central. Por essa análise podemos demonstrar que o elemento étnico dominante entre os judeus do Leste Europeu é judeu – originário do antigo povo da Judéia no Oriente Médio.” [4]

Conclusão

A Teoria Khazar tem sido completamente refutada, tanto pela pesquisa acadêmica na história dos khazares quanto, mais recentemente, pela evidência genética, com a comprovação de que, em termos genéticos, os judeus procedentes de todas as partes do mundo são estreitamente aparentados com os judeus do Oriente Médio e não com gentios russos ou europeus orientais, nem com outras etnias daquela região. Joel Bainerman faz a seguinte observação:

O Dr. Michael Hammer, baseado exclusivamente no cromossomo-Y (paterno), demonstrou que os judeus asquenazitas têm um relação de parentesco mais íntima com os judeus iemenitas, judeus iraquianos, judeus sefaraditas, judeus curdos e árabes, do que com populações cristãs européias.

A pesquisa legítima nessa questão revela que apenas um insignificante percentual de judeus tem alguma herança genética através da linhagem dos khazares. Conforme foi mostrado, parece que a Teoria Khazar é apenas isso, uma teoria, por sinal, não muito bem elaborada. A conclusão segura é a de que a maioria dos judeus que atualmente vivem em Israel e na Diáspora constitui-se de legítimos descendentes de Abraão, Isaque e Jacó.

Notas:

[1] Jordan, “Christian Zionism”, p. 177

[2] Bray, Israel, p. 44

[3] Brook, Kevin Alan, “Jews and the Khazars”, publicado no Fórum de Genealogia Judaica do site www.genealogy.com, em 4 de agosto de 2004.

[4] Brook, Kevin Alan, “From the East, West, and South: Documenting the Foundation of Jewish Communities in Eastern Europe”, publicado no Roots-Key, o boletim informativo da Jewish Genealogical Society of Los Angeles, vol. 24, nº 1, primavera de 2004, p. 6.

Para saber mais:

http://www.visaojudaica.com.br/Junho2007/artigos/19.html

http://www.theworldsprophecy.com/the-khazarian-conspiracy/

http://hebreu.blogspot.com/2010/04/sobrenomes-sefarditas.html

http://www.chabad.org.br/interativo/faq/sefaradim.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Cazares

 

O livro 'Os Protocolos dos Sábios de Sião' consiste em um texto que descreve um suposto projeto de conspiração onde um grupo de sábios judeus e maçons teriam se reunido para estruturar um esquema de dominação mundial.

Essa teoria faz a festa daqueles que divulgam teorias da Conspiração.  Os Protocolos complementam a teoria dos judeus khazares.

O artigo que segue também foi extraído do site chamada.com.br.

 

Capa do livro (edição de 1912)

Os Protocolos dos Sábios de Sião

O livro apócrifo "Os Protocolos dos Sábios de Sião" é uma fraude feita na Rússia pela Okhrana (polícia secreta do czar Nicolau II), que culpa os judeus pelos males do país. Ele foi publicado privadamente em 1897 e tornado público em1905. É copiado de uma novela do século XIX (Biarritz, 1868) e afirma que uma cabala secreta judaica conspira para conquistar o mundo.

A base da história foi criada por um novelista anti-semita alemão chamado Hermann Goedsche, que usou o pseudônimo de Sir John Ratcliffe. Goedsche roubou a idéia de outro escritor, Maurice Joly, cujos "Diálogos no Inferno entre Maquiavel e Montesquieu" (1864) envolviam uma conspiração do inferno contra Napoleão III. A contribuição original de Goedsche consistiu na introdução dos judeus como os conspiradores para a conquista do mundo.

O Império Russo usou partes da tradução russa da novela de Goedsche, publicando-as separadamente como os "Protocolos", e afirmando que se tratava de atas autênticas de reuniões secretas de judeus. O seu propósito era político: reforçar a posição do czar Nicolau II, apresentando os seus oponentes como aliados de uma gigantesca conspiração para a conquista do mundo. O czar já via o "Manifesto Comunista" de Marx e Engels (de 1848) como uma ameaça. Como Marx era judeu de nascimento, apesar de não seguir a religião e de propor um regime político onde ela seria banida, a origem dele poderia ser usada para fundamentar a "ameaça judaica".

Os "Protocolos" são uma fraude de uma ficção plagiada. Eles foram denunciados como fraude em 1921 por Philip Graves, um correspondente do "London Times"; por Herman Bernstein em "The Truth About The Protocols of Zion: A Complete Exposure" (Ktav Publishing House, New York, 1971); e por Lucien Wolf em "The Jewish Bogey and the Forged Protocols of the Learned Elders of Zion" (Londres: Press Committee of the Jewish Board of Deputies, 1920).

Os "Protocolos" foram publicados nos EUA num jornal de Michigan cujo proprietário era Henry Ford (o criador dos automóveis Ford), ele mesmo autor de um livro tremendamente anti-semita chamado "O Judeu Internacional". Mesmo após a sua denúncia como fraude, o jornal continuou a citar o documento.

Adolf Hitler e seu Ministério da Propaganda usaram os "Protocolos" para justificar a necessidade do extermínio de judeus mais de 10 anos antes da Segunda Guerra Mundial. Segundo a retórica nazista, a conquista do mundo pelos judeus, descoberta pelos russos em 1897, estava obviamente sendo levada a cabo 33 anos depois.

Os "Protocolos" continuam a enganar pessoas e ainda são citados por indivíduos e grupos racistas, supremacistas brancos, nazistas e neo-nazistas como a causa dos males dos povos, quer estejam sob governos democráticos, ditatoriais, de esquerda, de direita, teocráticos ou de qualquer outro regime.

Os "Protocolos" foram publicados em várias línguas, inclusive português, espanhol, inglês, russo, vários idiomas da Europa Oriental, árabe, línguas asiáticas, etc. Enquanto Hitler os usou para "provar" que os judeus eram culpados pela Revolução Comunista na Rússia em 1917, os neo-nazistas russos e os nacionalistas-comunistas russos os usam atualmente para provar que os judeus são os responsáveis pela queda do comunismo e pela democratização do país.

O texto falso, a fraude feita por um governo imperial decadente e cruel com seu próprio povo, é tão convincente que, passados mais de 100 anos, ainda é apresentado como uma das maiores revelações que todo bom racista deveria conhecer.

Pequena crononologia dos "Protocolos"

  • 1848 "Manifesto Comunista".
  • 1864 "Diálogos no Inferno entre Maquiavel e Montesquieu" contra Napoleão III.
  • 1868 Herman Goedsche reescreve os diálogos e troca os conspiradores por judeus.
  • 1897 A Okhrana publica os "Protocolos" de forma restrita na Rússia.
  • 1905 Os "Protocolos" são publicados na Rússia.
  • 1917 Revolução Russa.
  • 1920 Denunciados pela primeira vez em Londres.
  • 1921 Denunciados pela segunda vez em Nova Iorque.
  • 1923 Hitler escreve "Mein Kampf" [“Minha Luta”] na prisão.
  • 1971 Trabalho completo sobre os "Protocolos" publicado em Nova Iorque.
  • 1994 Começa a tradução e divulgação dos "Protocolos" pela internet em várias línguas.
  • 2000 Grupos de extrema-direita e extrema-esquerda, além dos países árabes, usam os "Protocolos" para justificar seu ódio aos judeus para fins políticos.

Extraído de www.chamada.com.br (original: www.midiajud.org)

Leia também:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Os_Protocolos_dos_S%C3%A1bios_de_Si%C3%A3o

http://skepdic.com/brazil/protocolos_siao.html

http://cascardao.blogspot.com/2011/04/os-protocolos-dos-sabios-de-siao-farsa.html?utm_source=BP_recent

 

1 Tessalonicenses 5:21:

"Examinai tudo. Retende o bem." (RA)

"Mas ponham à prova todas as coisas e fiquem com o que é bom." (NVI)

 

Peixes, aves e outros animais aparecem mortos em vários países – atualizado em 04/06/2012

Filed Under (Artigos) by Geração Maranata on 07-03-2011

Tag: ,

por Geração Maranata

Última atualização: 16/02/2013

 

"Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.

Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus.

Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou,

Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.

Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora.

E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo" (Rm 8:18-23)

 

Não podemos afirmar se os fatos descritos neste post são sinais dos tempos ou são conseqüências da intervenção humana, como diz em Romanos 8:20 "a criação ficou sujeita à vaidade … por causa do que a sujeitou". Sabe-se que o homem é o grande destruidor de toda obra da criação de Deus e não estou me referindo só ao ecossistema, mas também  à sociedade como um todo.

A morte maciça de peixes e aves – e agora outros de animais – apesar de já terem sido apresentadas várias hipóteses, continua um mistério.

Tentarei colocar as notícias em ordem cronológica e atualizar conforme outros casos continuem ocorrendo.

 

2013

Catástrofe natural na Islândia: 7000 toneladas de arenque (peixe) encontrados boiando mortos

Nenhuma palavra ainda sobre o que está causando a massa mortandade de peixes na Islândia, cerca de 30.000 toneladas de arenque, R $ 18,9 milhões, foram encontrados mortos flutuando no Kolgrafafjorour, um fiorde pequena no norte da península Snæfellsnes, para oeste do país.

O biólogo Robert Arnar Stefánsson, que correu para o local do acidente, estima que cerca de 7.000 toneladas de arenque estão espalhados nos bancos, enquanto que o número restante encontra-se no fundo das águas. Tanto este incidente e em dezembro passado com proporções semelhantes, acredita-se que foi causado por falta de oxigênio nas águas do fiorde. As preocupações sobre o dano econômico levou o Instituto de Investigação Marinha de 'Islândia e do governo de alocar recursos para pesquisa para acompanhar a situação.

Herring será deixado para se decompor naturalmente, de acordo com uma decisão do Ministério do Ambiente. Os moradores próximos reclamaram do cheiro de peixe podre, teme-se a propagação de epidemias, arenque em decomposição pode ameaçar a saúde das aves nas próximas semanas e meses. A indústria da pesca é uma parte importante da economia islandesa, que responde por cerca de metade do total das exportações do país.

Fonte: http://www.terremotinews24.it/eventi/islanda-muoiono-milioni-di-aringhe-rischio-epidemie-mercoledi-6-febbraio-2013/

2012

Duas mil aves aparecem mortas em praia do litoral do Chile
11.05.2012
 
SANTIAGO — Duas mil aves foram encontradas mortas em um raio de seis quilômetros na cidade de Santo Domingo, na costa central do Chile, um fato que se repetiu em anos anteriores nesta região e que está vinculado à atividade pesqueira.
 
"Nós contabilizamos duas mil aves mortas, foi terrível o espetáculo. Encontamos as aves distribuídas em seis quilômetros de praia", declarou à AFP José Luis Brito, diretor do Museu de Ciências Naturais e Arqueologia da cidade de San Antonio, 120 km a sudoeste de Santiago.
 
Brito informou que as aves mortas correspondem a quatro espécies diferentes encontradas em uma praia de Santo Domingo.
 
"As mais afetadas são a pardela-cinza e também há exemplares mortos de pelicanos, atobás e cormorões", que "não apresentavam sinais de intoxicação ou danos no estômago".
 
O cientista explicou que a morte das aves ocorreu quando elas migravam para o norte do país e, no momento de se alimentar, se lançaram ao mar para caçar anchovas, seu alimento principal, mas ficaram presas em redes de 30 embarcações de pescadores que normalmente trabalham na região.
 
"As aves apresentavam luxações e hematomas por terem ficado presas nas redes e depois os corpos foram jogados fora da beira das embarcações pelos pescadores e chegaram à praia", afirmou Brito.
 
Funcionários do estatal Serviço Agrícola e Pecuarista (SAG) informaram que uma das aves foi resgatada com vida e, junto com outras mortas, foi levada para os laboratórios da instituição para determinar a causa exata da catástrofe que afeta gravemente a biodiversidade da região.
 
 
 
 
Peru: 877 golfinhos e 1,5 mil aves (Pelicanos) morrem de causa desconhecida
07.05.2012
 
As autoridades peruanas recomendaram a população a evitar diversas praias e a não comer peixes após a morte misteriosa de centenas de golfinhos e pelicanos durante as últimas semanas. "A Direção Executiva de Saúde Ambiental determinou às prefeituras que orientem a população sobre o risco de se frequentar as praias onde há golfinhos e pelicanos mortos", assinala o Ministério da Saúde.
 
Ao menos 1,5 mil aves, a maioria pelicanos, morreram de causa desconhecida nas últimas duas semanas, do mesmo modo que 877 golfinhos, segundo o Ministério do Meio Ambiente. "Enquanto não soubermos com certeza as causas científicas das mortes manteremos as medidas", disse nesta segunda-feira o diretor de proteção ambiental do Ministério da Saúde, Bernardo Ausejo.
 
"Esperamos que dentro de cinco a dez dias" possamos liberar as praias, assinalou Ausejo, em meio à pergunta mais popular do país: o que está matando os golfinhos e pelicanos? Abraham Levy, presidente da Meteorológica, a principal empresa privada de previsão do tempo no Peru, atribui as mortes ao aquecimento das águas do mar, devido ao fenômeno climático El Niño. "O último caso de morte em massa de aves marinhas data de 1997 (…) e em ambos houve um importante aquecimento do mar", disse Levy à AFP.
 
"O aquecimento do mar altera a cadeia alimentar, que é algo complexo que começa com o plâncton e acaba nas aves marinhas para as aves, e no lado dos mamíferos acaba nos lobos marinhos…", explicou Levy. A ex-vice-ministra da Pesca Patricia Majluf disse que a morte das aves se deve à falta de anchovas, que migram para o sul diante do aquecimento das águas, e que os golfinhos são vítimas de um vírus.
 
O biólogo Carlos Bocanegra, professor da Universidade Nacional de Trujillo (norte), afirma que os golfinhos são vítimas da prospecção de petróleo e gás nas águas do Pacífico norte peruano. "Não é surpresa a morte dos golfinhos. São os ruídos que estão matando os golfinhos que depois aparecem nas praias", declarou Bocanegra à rádio RPP, descartando a presença de um vírus.
 
Sobre os pelicanos, Bocanegra concorda que a causa é a ausência de anchovas devido ao aquecimento das águas: "a temperatura do mar em La Libertad (norte) chegou a 22°C, quando não deve superar os 17°C".
 
 
Agora veja o que a mídia reportou sobre a causa desconhecida das mortes:!!!  
 
Peru diz que 900 golfinhos morreram de causas naturais
 
O governo peruano concluiu nesta terça-feira que a morte de quase 900 golfinhos que apareceram na costa norte do Peru entre fevereiro e abril se deveu a causas naturais, mas uma ONG de defesa da fauna marinha insistiu que o motivo foi a atividade petroleira.
"Chegamos à conclusão de que as causas das mortes dos golfinhos são naturais, que não obedecem a nenhum tipo de atividade humana", afirmou a ministra da Produção, Gladys Triveño, à rádio RPP. Também "foi descartada a sísmica das empresas petroleiras" como causa, acrescentou, destacando que se descartou também que as mortes tenham sido provocadas por vírus ou bactérias.
 
O relatório oficial reportou que a morte em massa de golfinhos ocorre periodicamente. "Não é a primeira vez que acontece. Ocorreu na Nova Zelândia, Austrália e outros países", destacou. No entanto, a ONG Organização Científica de Conservação de Animais Aquáticos (Orca) determinou que os golfinhos morreram devido à atividade de empresas petroleiras que operam no norte do país.
 
A Orca enviou nesta terça-feira à AFP o resultado das investigações realizadas nas últimas semanas. "Mistério solucionado: o diagnóstico médico-forense diz que golfinhos e marsopas (golfinhos-de-dall) sofreram impacto acústico, desencadeando uma síndrome de descompressão aguda", destacou o relatório da ONG.
 
As carcaças de 877 golfinhos apareceram entre fevereiro e abril nas praias dos departamentos (Estados) de Lambayeque, Piura e La Libertad, ao norte, um fenômeno que causou alarme entre as autoridades. A preocupação cresceu porque, paralelamente, apareceram mortas na mesma região ao menos 5 mil aves marinhas, entre pelicanos e atobás, o que deu início a uma investigação estatal e de várias ONGs de conservação da vida marinha.
 
As investigações apontaram que as mortes dos cetáceos não têm qualquer relação com as das aves. Estas foram atribuídas ao aquecimento das águas marinhas, que provocou a migração para o sul de peixes como a anchova, alimento primordial de pelicanos e atobás.
 
 
 
 

Milhares de pássaros caem mortos em fileira na cidade de Arkansas na Véspera de Ano Novo (novamente!!)

03.01.2012

Na pequena cidade de Arkansas, aproximadamente 5.000 pássaros caíram mortos do céu à noite, nas primeiras horas do novo ano.

Como se o incidente não fosse estranho o suficiente, é a segunda vez em dois anos que as aves caem na mudança do ano civil.

Dada a quantidade de pássaros, o tempo condensado e a localização de suas mortes, tem que haver algum ponto em comum por trás do evento bizarro, mas os cientistas continuam confusos. 

O fato de que as aves foram mesmo voando no meio da noite não faz sentido porque isso não é algo que eles são treinados para fazer.

"A maioria destas aves não enxergam nada à noite, como eu e você. Elas não estão adaptadas para enxergar à noite como as corujas, por isso se elas saíssem de seus poleiros durante a noite estariam cegas.", disse o Dr. Kevin McGowan, um ornitólogo da Universidade de Cornell.

Inicialmente, as mortes do ano passado foram atribuídas a fogos de artifício da celebração de ano novo, ou seja, os pássaros se assustaram até a morte.

Uma tempestade de granizo e relâmpagos também foram discutidos como possibilidades.

Todas as teorias foram descartadas. Na noite do acontecimento, o clima estava calmo em Arkansas e até mesmo a polícia havia proíbido fogos de artifício em um esforço para impedir que as mortes acontecessem novamente.

Fonte: http://www.dailymail.co.uk/news/article-2080859/Dead-blackbirds-Beebe-Sign-apocalypse-thousands-die-New-Years-Eve.html

 

Toneladas de peixes mortos formam 'tapete' em praia da Noruega

02.01.2012

 
Cerca de 20 toneladas de arenque encobriram parte da costa de Nordreisa.
 
Fenômeno que causou mortalidade em massa ainda é desconhecido.
 
Moradores de Nordreisa, pequena cidade da Noruega com pouco mais de 4 mil habitantes, foram surpreendidos com o aparecimento de toneladas de peixes mortos na praia de Kvennews. Ao menos 20 toneladas de arenques mortos tomaram conta da faixa de areia nos últimos dias de 2011.
 
Em imagem divulgada pela agência Reuters nesta segunda-feira (2), ainda era possível ver o "tapete" de peixes que se formou na costa do povoado. Cada pescado pesava, aproximadamente, 150 gramas. Ainda não foi descoberta a causa da morte em massa.

Fonte: http://g1.globo.com/natureza/noticia/2012/01/toneladas-de-peixes-mortos-formam-tapete-no-litoral-da-noruega.html

 

2011

Milhares de peixes morrem no Rio Sorocaba, em SP

12/10/2011

SÃO PAULO – Milhares de peixes agonizaram no rio Sorocaba, em Tatuí, cidade a 145 quilômetros de São Paulo, desde as primeiras horas desta quarta-feira, segundo o site da TV TEM. Amostras de água foram coletadas para análise. O resultado deve sair em uma semana. Os técnicos da Cetesb constataram, por enquanto, que o índice de oxigenação está baixo demais.

Fonte: http://oglobo.globo.com/cidades/mat/2011/10/12/milhares-de-peixes-morrem-no-rio-sorocaba-em-sp-925569063.asp

 

Mortandade marítima nas praias da Flórida

08/06/2011 – Fonte: http://www.portalcwb.com/mortandade-maritima-nas-praias-da-florida.html

As autoridades americanas estão investigando a causa da morte de centenas de peixes e animais marinhos – incluindo tubarões – que, nos últimos dias, têm dado à costa nas praias do sudoeste da Flórida.

"As altas temperaturas e os dias nublados e chuvosos podem causar a morte dos peixes, um fenómeno natural que habitualmente não pressupõe perigo permanente para o ecossistema", explicou esta terça-feira a Comissão de Conservação de Pescas e Vida Selvagem da Flórida.

De qualquer modo, o organismo solicitou, através de um comunicado, colaboração para que seja dado seguimento ao caso e se detecte se o fenômeno se estende também aos lagos naturais e estuários da zona a fim de se "determinar se se verificam problemas nos ecossistemas que exijam investigações e medidas".

Os peixes e animais marítimos apareceram mortos nos últimos dias em diversas praias da Flórida, entre elas a de Naples, considerada uma das melhores do país, com 16 quilómetros de areal e águas cristalinas.

Em investigações preliminares foi detectada a presença de dois tipos de algas que, apesar de não serem tóxicas, podem estar na origem da redução da presença de oxigénio na água até ao ponto de forçar os peixes e animais marítimos a darem à costa, o que levou a que morressem asfixiados.

Mais em:

http://www.naplesnews.com/photos/galleries/2011/jul/18/offshore-fish-some-dead-show-naples-beaches/185523/

http://geracaomaranata.com.br/2011/03/milhares-de-peixes-e-aves-aparecem-mortos-em-varios-paises/

Bem, já ninguém fala nisto no derrame de crude verificado há mais de um ano, após a explosão duma plataforma exploração petrolífera da BP. Não há dúvida que a memória humana é curta…

Para que conste:  http://economico.sapo.pt/noticias/derrame-de-petroleo-no-golfo-do-mexico-pode-demorar-meses_87896.html

Após o desastre está para se saber quais as consequências para a Vida Selvagem?

Para o Ecossistema?

E para toda uma cadeia alimentar?

Será que este problema ambiental tem impacto só na região (Golfo do México ou na Flórida) ou será que devido às correntes marítimas toda a água do Oceano está contaminada?

Será que o ciclo da água também estará comprometido?

 

600 pinguins aparecem mortos no Uruguai

08/06/2011 – Fonte: http://www.news.com.au/breaking-news/dead-penguins-wash-up-in-uruguay/story-e6frfku0-1226071644958

Cerca de 600 pinguins foram achados mortos no Uruguai

Especialistas estão tentando determinar o que matou os animais.

Um comunicado da Marinha diz que o último lote é de 200 pingüins mortos foi descoberto na costa em La Paloma cerca de 200 km a leste de Montevidéu.

Um grupo de salvamento de animais marinhos relatou que carcaças de 400 pinguins foram encontrados em torno do balneário de Piriápolis, juntamente com tartarugas, golfinhos e albatrozes, todos mortos. O resort está a meio caminho entre Montevidéu e La Paloma.

Especialistas dizem que é comum aparecer pinguins mortos nesta época do ano, mas não em tão grande quantidade.

 

Filipinas: 800 t de peixes mortos são encontradas em lago

29/05/2011 – Fonte: http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5155462-EI8143,00-Filipinas+t+de+peixes+mortos+sao+encontradas+em+lago.html#tarticle

Mais de 800 toneladas de peixes morreram e foram encontradas em estado de putrefação em uma fazenda perto de Manila, capital das Filipinas, segundo autoridades do país, que culpam a queda brusca de temperatura pelo ocorrido. Um representante do governo, Rose del Mundo, disse neste domingo que a mortandade começou na semana passada no Lago Taal, na província de Batangas, mas que havia diminuído.

Del Mundo diz que uma investigação inicial mostrou que as mortes tenham sido causadas pela mudança de temperatura, especialmente por ser esta uma estação chuvosa, iniciada depois de um verão escaldante, que havia esgotado os níveis de oxigênio no lago.

Funcionários dizem que a venda do peixe foi proibida. Eles estão sendo coletados com a ajuda de caminhões e serão enterrados.

 

Centenas de peixes foram encontrados mortos em Ventura Harbor

18 de abril de 2011 – Fonte:  http://abclocal.go.com/kabc/story?section=news/local/ventura_county&id=8081041

Esta é a segunda mortandade de peixes no sul da Califórnia neste ano. Desta vez, centenas de peixes apareceram mortos flutuando na Ventura Harbor.

Barqueiros já estavam observando um grande número de peixes mortos flutuando na água. Um oficial disse que no ano passado, esse fenômeno aconteceu três ou quatro vezes, e nos últimos dias, ele estava preocupado que isso ia acontecer de novo.

Mais uma vez, algo suspeito está acontecendo ao longo da nossa costa sul da Califórnia: Outros peixes mortos estão no porto de Ventura.

"Parece que a maioria deles são anchovas e sardinhas", disse Pat Hummer, patrulheiro o porto. "Estamos falando de milhares de peixes."

Hummer acha que os peixes provavelmente morreram por falta de oxigênio.

 

Centenas de estrelas-do-mar aparecem mortas no Reino Unido

24 de março de 2011 – Fonte:  http://www.bbc.co.uk/news/uk-wales-north-west-wales-12845262

Centenas de estrelas-do-mar mortas foram encontradas em uma praia no Norte do País de Gales.

Barry Davies, do Conselho Marítimo, disse que é comum estrelas-do-mar serem levadas para terra durante as marés de sizígia (nas luas nova e cheia, as forças gravitacionais do Sol estão na mesma direcção das da Lua, produzindo marés mais altas) mas não ficou claro por que elas haviam migrado até o litoral.

O presidente da comissão Barmouth, disse ser necessária abrir uma investigação.

"O que eu gostaria é de um relatório completo sobre o que causou as mortes destas estrelas-do-mar", disse o vereador Trefor Roberts.

Já Davies não vê nada de suspeito nas mortes das estrelas. Ele disse que é comum encontrar estrelas-do-mar em torno da costa do Reino Unido, pois elas se alimentam de moluscos e outros crustáceos e por enquanto não há nenhuma razão clara por que as estrelas migraram até ao longo da costa. Um dos motivos pode ser a escassez de alimentos.

"Estamos confiantes de que a causa não está relacionada com a poluição ou dragagem de navio, descartou ele.

Embora seja um triste espectáculo de ver, ele disse que as estrelas do mar não representam perigo e, provavelmente, serão consumidas por gaivotas.

 

400 baleias-piloto encontradas mortas nas Ilhas Malvinas

19 de março de 2011 – Fonte:  http://en.mercopress.com/2011/03/19/falklands-reports-grounding-of-a-pod-of-400-pilot-whales

As baleias, aparentemente, morreram depois de ficar encalhadas na ilha desabitada de Speedwell a sudoeste das Ilhas Malvinas e foram descobertas por Cristóvão de Maio, um criador de ovelhas local.
Chris May disse ao MercoPress que descobriu as baleias encalhadas no dia 12 de março, quando ele visitou sua fazenda de ovelhas na Ilha Speedwell  no leste sul das Malvinas.
Ele estimou que elas já estavam mortas há 10 dias, quando ele descobriu e que muitas delas foram encontradas flutuando na água.
As baleias mediam entre 20-25 metros e a menor em torno de 5 metros de comprimento.
Foi agendada uma visita à ilha pela equipe da Conservação das Malvinas para coletar informações e fazer um relatório sobre a situação.
A ilha de Speedwell tem uma área de 51,1 quilômetros quadrados e é geralmente de baixa altitude e tem sido utilizada como uma fazenda de ovelhas por mais de cem anos. Ela é separada da Lafonia (Malvinas Oriental) e pela Eagle Passage, que leva o nome do antigo nome da Ilha.
A ilha é a maior do arquipélago, que inclui a Ilha George, a Ilha Barren e a Ilha Annie.

 

Morte de golfinhos aumenta na costa do Golfo do México

25 de fevereiro de 2011 – http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,morte-de-golfinhos-aumenta-na-costa-do-golfo-do-mexico,684560,0.htm

O número de golfinhos mortos encontrados ao longo da costa dos Estados Unidos no Golfo do México desde o mês passado subiu e já chega a quase 60, disse uma cientista que agora busca entender a causa da morte dos mamíferos marítimos.

O órgão do governo norte-americano responsável pelos oceanos considerou as mortes dos golfinhos "um evento incomum de mortalidade", disse a porta-voz da entidade Blair Mase à Reuters.

"Por causa dessa declaração, muitos recursos devem ser atribuídos para a investigação desse fenômeno", disse ela.

Apesar de nenhuma das carcaças demonstrar sinais de contaminação por petróleo, todos estavam sendo examinados para possíveis traços dos petroquímicos que vazaram no Golfo do México, após a explosão da plataforma de petróleo da BP em abril de 2010, disseram autoridades.

Onze trabalhadores morreram na explosão, e uma quantidade estimada de 5 milhões de barris de petróleo bruto vazou para o Golfo do México durante mais de três meses.

Até quinta-feira, os restos mortais dos 59 golfinhos, aproximadamente metade deles recém-nascidos ou natimortos, haviam sido descobertos desde 15 de janeiro em ilhas, pântanos e praias ao longo do litoral de cerca de 300 quilômetros de Louisiana até Gulf Shores, no Alabama, disseram autoridades.

 

Misteriosa morte de peixes assusta habitantes do norte da Turquia

16 de fevereiro de 2011 – http://www.hurriyetdailynews.com/n.php?n=mysterious-fish-deaths-in-north-turkey-worry-locals-2011-02-16

Mortes de peixes em massa na região do Mar Negro, Turquia apareceram repentinamente e de modo ainda inexplicável.  Moradores estão preocupados com a segurança do seu abastecimento de água e pedem aos funcionários que resolvam esse mistério.

Quando os moradores da província de Mescitli Gümüşhane observaram pela primeira vez vários peixes mortos no córrego Harşit, há 15 dias atrás, eles acharam que os peixes haviam morrido de causas naturais, disse Cenk Ince:  "No entanto, quando percebemos que o número de peixes mortos havia subido, chamamos as autoridades responsáveis. Havia dois quilômetros de peixes mortos ao longo da costa.

As autoridades de saúde, floresta, meio ambiente e agricultura recolheram amostras dos peixes mortos para análise.

Os habitantes locais acreditam que as mortes são devido à poluição. "Os peixes morreram devido à poluição produzida pelas pessoas", disse um morador.

A aldeia nunca tinha visto nada parecido com a morte dos peixes antes, disse o morador Tacettin Ince.

Diretor do Ministério da Saúde, Öztürk Osman, disse que o ministério está encarregado de investigar as implicações da morte dos peixes para a saúde humana, mas que os impactos ambientais devem ser analisados também. "A poluição pode ter causado as mortes em massa", disse ele, acrescentando que as instalações de pesca na Torul e reservatórios Kürtün devem ser advertidos também.

 

Alarmante enigma dos mares: Milhares de peixes mortos nas praias dos EUA

16 de fevereiro de 2011 – http://www.dailymail.co.uk/news/article-1354522/Alarming-riddle-seas-thousands-dead-fish-wash-U-S-beach-latest-mass-death-mystery.html

Milhares de peixes foram encontrados mortos numa praia em Sebastian Inlet State Park na Florida. Um incidente similar ocorreu em Port Orange o mês passado.

Pescadores em Sebastian Inlet State Park foram os primeiros a descobrir as mortes na sexta-feira.

"Vi os peixes saltando por aí e pensei que seria um dia muito bom para a pesca, e logo percebi que na margem da praia estavam todos mortos", disse Jeff Johnson, pescador.

O que causou a morte dos peixes neste último incidente ainda não é conhecida, mas os biólogos acreditam que podem ter sido devido a uma falta de oxigênio na água.

 

Milhões de Medusas aparecem mortas na Flórida

09 de fevereiro de 2011 – http://gatewaytoheaven.ning.com/video/foxnews-thousands-of-dead-and

Veja o Vídeo

 

Mortes misteriosas de aves estão sendo investigadas próximo à Dacono (Colorado)

20 de janeiro de 2011 – http://denver.cbslocal.com/2011/01/20/mysterious-bird-deaths-investigated-near-dacono/

Colorado esta agora na lista de estados onde as aves estão morrendo misteriosamente.

A Repórter da CBS4 Stacia Shane enviou várias imagens de aves mortas.  As aves foram encontradas próximo a Dacono.

Centenas de aves foram encontradas e a maioria delas estavam sob as arvores.

Investigadores da Saúde recolheram as aves para análise para determinar como morreram.

 

 

Misteriosa infecção está matando Salmões em Vaucouver, Canada

20 de janeiro de 2011 – http://www.theglobeandmail.com/news/national/british-columbia/mysterious-infection-is-killing-bc-salmon/article1869440/

Um grande número de salmão-vermelho estão morrendo no rio Fraser, antes da desova, por causa de um vírus misterioso, sugere nova pesquisa.

Os registros históricos mostram que alguns peixes sempre morrem a caminho de seus locais de desova, mas desde o início de 1990 o problema tornou-se cada vez mais aguda – com mais de dois milhões de peixes morrendo em alguns anos. Os pesquisadores estão muito intrigado com o que esta causando a morte de peixes aparentemente saudáveis, e de repente, parar de nadar e virar de barriga para cima.

Uma grande equipe de pesquisadores do Departamento Federal de Pesca e Oceanos e três universidades canadenses tem encontrado agora a maioria dos peixes que morrem antes de desova tem uma "assinatura genômica" comum – ou um padrão que mostra as mudanças ocorridas em uma variedade de genes ativado para combater a infecção.

"Nossa hipótese é que o sinal genômicas associadas com a mortalidade elevada é em resposta a um vírus que infecta os peixes antes da entrada do rio e que persiste até as áreas de desova", diz o relatório publicado na revista Science na quinta-feira.

Estudos sobre a desova mostram que mais de 70 por cento dos salmões que morreram antes de desova tinha a assinatura genômica.

Professor Tony Farrell, presidente de pesquisa da Universidade British Columbia do departamento de zoologia, disse que a pesquisa aponta para um vírus desconhecido, mas a causa específica não foi confirmado ainda.

"Não pode ser um vírus … mas a hipótese é que seja", disse ele. "Precisamos descobrir se é um vírus – e se for pego em algum lugar, precisamos descobrir onde … ainda há um mistério aí."

Prof Hinch Scott, do departamento de ciências florestais da UBC, disse que o trabalho já está em andamento para tentar determinar onde na sua fase de vida do peixe começar a infecção.

Ele disse que amostras de peixes juvenis estão a ser examinadas, para ver se eles poderiam ter a "assinatura de mortalidade relacionadas com" no início da vida, antes de deixar água doce, e as amostras também foram coletadas de salmão no mar, durante a fase de meados dos anos de vida.

A pesquisa foi realizada por 15 cientistas da UBC, Universidade Simon Fraser e da Universidade de Carleton. Foi conduzido por Kristina Miller, chefe de secção DFO genética molecular.

Carla Costa, porta-voz da Comissão Federal de Inquérito sobre a decadência do Sockeye salmão no rio Fraser, disse que o estudo é de interesse, mas a decisão ainda não foi feita como se a chamar os investigadores a depor.

(Texto traduzido pelo Google)

 

Notícias anteriores

Em plena Piracema, milhares de peixes aparecem mortos no Pantanal

31-01 2011 – Fontes:  http://www.edicaoms.com.br/noticias e http://noticias.r7.com/cidades/noticias/

Cardumes de pintados, pacus, dourados, cacharas e até arraias estão boiando mortos pelo rio Negro, em Aquidauana, no Pantanal, em Mato Grosso do Sul. A Polícia Militar Ambiental estima a mortandade em várias toneladas, acrescentando que ainda não tem a dimensão exata da quantidade. Segundo moradores ribeirinhos, as baías e margens do rio estão forradas de peixes mortos.

O biólogo Roberto Gonçalves Machado, do Instituto Estadual de Meio Ambiente, constatou pela manhã desta segunda-feira (31) a ocorrência do fenômeno considerado de grande proporção, depois de voar sobre a região da sub-bacia do Rio Negro. A pesca é proibida no local, por ser considerado um dos berçários de reprodução de peixes pantaneiros.

Ainda são desconhecidas as causas da morte de milhares de peixes no curso do Rio Negro, um dos mais conhecidos na região do Pantanal do Mato Grosso do Sul.

A partir de uma denúncia, a equipe exclusiva do Site O Pantaneiro, em companhia de pecuaristas da região onde foram constatadas a mortandade dos peixes, esteve registrando o grande desastre ambiental ocorrido nos últimos dias.

As primeiras informações sobre o desastre foram repassadas pelo Sr. Urbano Vilalba, pantaneiro que há mais de 30 anos mora no Pantanal e há pelo menos 30 deles administra a Fazenda Santa Sophia, de propriedade de aquidauanenses.

De acordo com o pantaneiro, os peixes começaram a aparecer mortos, boiando no rio, desde o dia 26 de janeiro, em uma localização de aproximadamente 1 quilômetro acima da passagem da Fazenda Rio Negro, conhecida nacionalmente por sediar a novela “Pantanal”.

Para Urbano, o fenômeno não pode ser considerado natural como a decoada (acontecimento natural da região que provoca a deterioração da qualidade da água dos rios e conseqüentemente, a mortandade de peixes no Pantanal). “Nunca vimos nada igual”, confirmou Urbano.

No local podem ser vistos mortos todas as espécies de peixes do Pantanal: Pintado, Cachara, Dourado, Piranha, Tuvira, Sardinha e inclusive Arraias, Pacú, que são os últimos a morrerem devido ao seu hábito de circularem em águas mais profundas.

O que causa ainda mais comoção nos moradores da região é que o fato está acontecendo no auge da Piracema – período de desova dos peixes, onde se é proibido a pesca nos rios do Mato Grosso do Sul.

Conforme algumas fotos podem constatar, amostras da água do Rio Negro foram coletadas e serão levadas a laboratórios, onde será realizada análise para a constatação da causa das mortes por especialistas.

Hipóteses levantadas por especialistas:

1) Envenenamento causado pela derramada de produtos tóxicos na água;

2) Técnicos acreditam que seja consequência do grande volume de cinzas produzidas pelas queimadas, que são levadas pelas enxurradas para o leito dos rios pantaneiros.  Essa teoria seria devido ao modo de como os peixes morreram: ficam agonizando com a cabeça fora de água em busca de ar;

3)  Outra possibilidade é a 'dequada' que é um fenômeno natural caracterizado pela alteração das características da água, como cor, odor, oxigênio dissolvido, gás carbônico dissolvido, pH, condutividade elétrica, nutrientes (nitrogênio, fósforo, carbono), demanda bioquímica de oxigênio, dentre outros. Segundo especialistas, há grande quantidade de matéria orgânica nos rios, possivelmente levada pelas chuvas, os microorganismos que vivem lá consomem mais oxigênio para degradá-la. Consequentemente, diminui a quantidade do gás para os peixes e toda a fauna aquática. E muitos dos peixes que morreram não são tão resistentes à falta de oxigênio.

 

Mortandade de peixes na Colômbia é atribuída aos "fenômenos sobrenaturais"

27-01 2011 – Fonte: http://www.eluniversal.com/2011/01/25/int_ava_muerte-de-peces-en-c_25A5042971.shtml – Http://www.rcnradio.com/noticias/25-01-11/mortandad-de-peces-en-barrancabermeja-es-atribuida-fen-meno-sobrenatural

O caso ocorreu na aldeia de El Llanito,  na cidade de Barrancabermeja, segundo a imprensa local, muitos moradores dizem ter visto um OVNI.

Bogotá .- Moradores de uma cidade no nordeste da Colômbia dizem que cerca de 2.000 peixes foram encontrados mortos desde a semana passada depois de um estranho objeto voador e luz intermitente ter sido visto por alguns segundos em um pântano da região.

O caso ocorreu na aldeia de El Llanito, sob a jurisdição da cidade de Barrancabermeja, segundo a imprensa local, muitos moradores dizem ter visto um OVNI, segundo informou a DPA.

Pouco depois de peixes mortos apareceram flutuando no pântano, mas ao contrário de casos semelhantes atribuídos à falta de oxigênio, desta vez, o que chamou a atenção dos habitantes de El Llanito foi que os peixes apresentaram queimaduras nas escamas.

De acordo com Magaly Gutierrez, líder de uma organização comunitária, o fenômeno durou cerca de 20 segundos e foi visto por muitas pessoas.

O Departamento Municipal de Meio Ambiente diz que as mortes estão relacionadas à falta de oxigênio nas águas do pântano, mas a Associação de Pescadores rejeitou essa hipótese, alegando que nunca houve uma mortandade de peixes, como foi registrado, agora, em Barrancabermeja. Além disso, não há nenhuma razão conhecida para esta suposta falta de oxigênio na água. Uma comissão liderada pelo secretário do Meio Ambiente, Isaac Lopes irá inspecionar o pântano, a fim de apurar as reais causas do fenômeno.

A rádio RCN disse que os moradores da aldeia próxima de Ponte de Sogamoso, no município de Puerto Wilches, relatou ter visto um objeto voador redondo no mesmo dia que começaram a morte de peixes no Llanito.

O presidente da Associação dos Pescadores de El Llanito, Juan Tercero, disse que os peixes mortos apresentavam queimaduras e começaram a flutuar desde as "estranhas luzes no pântano", segundo declarações publicadas pelo jornal Vanguardia Liberal de Bucaramanga.

As autoridades ambientais de Barrancabermeja se deslocaram em direção ao pântano para recolher amostras para revelar o que causou a morte de peixes, de acordo com a RCN.

 

Peixes mortos lotam praia de Mongaguá – SP

26-01 2011 – Fonte: http://www.band.com.br/jornalismo/cidades/conteudo.asp?ID=100000392956

A orla da praia de Mongaguá, litoral sul de São Paulo, foi tomada por peixes mortos no fim da tarde desta segunda-feira (24).

Mesmo após a limpeza ainda era possível ver e sentir o mau cheiro dos peixes. Os animais retirados da praia do Centro quase encheram um caminhão basculante.

A causa das mortes ainda é desconhecida.

 

Milhares de búfalos e vacas mortas no Vietnã

21-01-2011 – Fonte: www.huffingtonpost.com/2011/01/21/10000-cattle-dead-vietnam_n_812224.html

Na última de uma série de mortes em massa de animais, cerca de 10.000 búfalos e vacas morreram no Vietnã.

O Ministério de Agricultura e Desenvolvimento Rural do Vietnã, confirmou a notícia esta semana que mais de 10.000 vacas e búfalos morreram em todo o país devido às condições climáticas adversas.

O gado foi morrendo ao longo do Vietnã, que teve um inverno particularmente intenso. A montanhosa província de Cao Bang foi a mais atingida com 2.260 animais mortos. Alguns disseram que o número total de animais mortos pode chegar a 13 mil .

Mortes de animais em massa são notícias ultimamente. Centenas de aves foram encontradas mortas em Dakota do Sul no início desta semana, pássaros foram encontrados mortos na Itália e os pássaros caíram do céu em Arkansas, entre outros incidentes .

Algumas das mortes em massa têm sido explicadas – por exemplo, a indigestão pode ser a causa na Itália, o governo dos EUA admitiu o envolvimento no caso South Dakota. Mas outros continuam em debate .

 

Pequim relatos de mortes de aves em massa

21-01-2011 – Fonte: http://vikno.eu/eng/events/events/tens-dead-birds-are-found-in-china.html

No subúrbio de Pequim, a destruição em massa de aves selvagens é fixo. Dezenas melros, patos selvagens e magpies foram encontrados mortos ao longo do rio Sjaotsin.

Os moradores locais temem que as aves poderiam ser portadores de qualquer doença. Mas o funcionário do centro local de controle da epidemia-sanitária declarou que as aves não tinham sinais de gripe aviária ou outras doenças infecciosas.

Epidemiologistas não descartam que as aves poderiam ter morrido de fome. No entanto ornitólogos negam esta hipótese, garantindo que as aves podem suportar a fome por muito tempo, desde que nas proximidades exista água potável. Água no rio Sjaotsin, ao longo do qual as aves mortas foram encontradas, é bastante adequada para beber.

Veremos que este caso de destruição em massa de aves – não é muito comum no mundo ultimamente. No início de janeiro no norte da Itália, na cidade de Faentsa foram encontrados mortos mais de quatrocentas rolinhas. Os cientistas locais têm assumido que as aves poderiam estar envenenadas com produtos químicos: as rolinhas foram encontradas próximo à fábrica de produtos químicos.

 

Dezenas de peixes e focas mortas no Canadá

19-01-2011 – Fonte: http://www.rpp.com.pe/2011-01-19-aparecen-decenas-de-focas-y-peces-muertos-en-canada-noticia_328499.html

Pelo menos 20 focas e centenas de peixes e animais marinhos, como ouriços, medusas e estrelas do mar foram encontrados mortos nas margens de Boat Harbour, Terra Nova, Canadá.

"Eu nunca vi nada parecido em toda a minha vida. Isto é inacreditável e muito triste", disse Wallace Woodward, um pescador da comunidade de Saint Anthony, que viu como nas últimas semanas as focas apareceram mortas na praia, de acordo com o jornal Northern pen.

Woodward disse que os peixes pareciam desnutridos, então, presumivelmente, podem ter morrido por falta de comida.

As autoridades locais disseram ter recebido várias queixas sobre os animais mortos na costa e investigam as causas deste estranho fenômeno

 

Centenas de focas mortas no Canadá

17-01-2011 – Fonte: www.cbc.ca/canada/newfoundland-labrador/story/2011/01/17/nl-dead-seals-117.html

Um oficial em conservação do governo da região Inuit, estima que, neste inverno, centenas de focas adultas e jovens morreram  semana passada na região entre Hopedale e Makkovik.

O Departamento de Pesca e Oceanos (DFO) está analisando o ocorrido, mas muitas pessoas na região acreditam que o DFO não agiu com rapidez suficiente.

Normalmente, nesta época de focas anos estão no sul do mar de gelo da Hopedale, mas segundo o oficial Ian Wintershá, há muito pouco gelo lá agora.

No mês passado, várias pessoas no norte do Labrador encontram corpos de filhotes de foca na costa. Na época, um pesquisador federal disse que o nascimento precoce de filhotes de foca em Labrador pode ser uma indicação que a população de focas na área tem crescido muito.

O pesquisador do DFO, Garry Stenson, disse que o crescimento da população de focas pode levar a problemas reprodutivos. "O que você espera em uma população que está começando a se auto-regular, com baixas e variáveis taxas reprodutivas, mas também com uma maior mortalidade de filhotes e focas jovens", disse segunda-feira em St. John's.

Desde a virada do ano novo, a morte em massa de aves têm sido relatadas em Arkansas, Alabama , Kentucky , Louisiana , Carolina do Norte , Texas e Flórida .

Mortes em massa de peixes e caranguejos , também foram relatados.

Mortes inexplicáveis de animais também têm sido relatados em Ontário, Canadá , Itália ,Brasil , Suécia , Filipinas , Grã-Bretanha , Haiti , Austrália e Nova Zelândia .

O número de casos de aves mortas e peixes nos EUA e a nível mundial tem sido acompanhado por diferentes explicações sobre a causa das mortes.

As causas mais citadas são fogos de artifício, granizo localizado, linhas de energia, ou outros fenômenos temporários.

No entanto, isso não explica por que eventos similares estão ocorrendo em diferentes regiões do país ou mesmo do mundo e sem falara na questão das mortes em massa de outros animais

 

Centenas de vacas são encontradas mortas

17 de janeiro de 2011 – Fonte: www.dailymail.co.uk/…/Wisconsin-cattle-death-Up-200-cows-dead-mass-death-U-S-disease-thought-killed-them.html

Preocupações sobre mortes de animais em massa continuam a crescer com a notícia de que cerca de 200 vacas têm sido misteriosamente encontrado mortas em Wisconsin (EUA), a hipótese é a contaminação por algum tipo de vírus ou baixas temperaturas.

Como as autoridades ainda não conseguiram identificar a causa exata, foram enviadas amostras para análise em laboratórios em Madison.

 

Pássaros que morreram na Romênia seriam vítimas do álcool, diz veterinário

12-01-2011 – Fonte: http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/internacional/2011/01/12/passaros-que-morreram-na-romenia-seriam-vitimas-do-alcool-diz-veterinario.jhtm

Não havia nada de misterioso nas mortes de um conjunto de pássaros na Romênia na última semana, eles simplesmente estavam bêbados (!), afirma um veterinário local.

Moradores da cidade de Constança, às margens do mar Negro, alertaram as autoridades no sábado após encontrarem dezenas de pássaros mortos, temendo de que eles tivessem sido infectados com gripe aviária, doença que desencadeou muitas mortes em populações aviárias entre 2004 e 2006.

"Testes em cinco aves indicaram moelas cheias de bagaço de uva, que causou a morte", disse à Reuters Romeu Lazar, chefe do departamento veterinário da cidade, referindo-se a um subproduto da fabricação de vinho. "Isso também se aplica a dois corvos mortos que examinamos".

“As aves não são acostumadas a ingerir álcool, mas o rigoroso inverno e a neve impediram que os pássaros encontrassem outra comida”, explicou.

Estima-se que o bagaço de uva seja de uma vinícola, mas o veterinário disse não poder indicar qual seria.

Tem havido uma série de inexplicáveis mortes de pássaros em vários países ao redor do mundo nas últimas semanas, inclusive nos Estados Unidos e Suécia.

Centenas de aves mortas foram descobertas em Louisiana neste mês e cinco milno Arkansas no Ano Novo. As autoridades suecas também estão investigando a morte de 100 gralhas encontradas em uma rua de Falkoping.

Especialistas dizem que as tempestades, granizo, raios ou colisões com aviões ou linhas de energia estão entre as possíveis causas das mortes das aves.

 

Pessoas estão morrendo de câncer em Maryland – mesmo local de mortes de peixes e aves

Posted: 11 Jan 2011 – Fonte: http://beforeitsnews.com/story/344/100/Not_Just_Birds_and_Fish_But_People_Dropping_Like_Flies.html

Pessoas têm morrido de câncer em grande quantidade na mesma região onde tiveram as mortes de peixes e aves nos EUA, ainda não se tem nada conclusivo a respeito.
 
Mais de 100 pássaros mortos encontrados em estrada de Sonoma na Califórnia

11 de janeiro de 2011 – Fonte: http://www.pressdemocrat.com/

Policial do Departamento da Vida Selvagem da Califórnia inspeciona a área onde cerca de 100 aves foram encontradas mortas no sábado (08/01).

Policiais do Departamento de Vida Selvagem da Califórnia estão tentando descobrir o que causou a morte de mais de 100 aves encontradas agrupadas perto da Highway 101.

O jornal Santa Rosa Press Democrat informou que os agentes da Patrulha Rodoviária da Califórnia encontraram as aves mortas perto da pista no sábado e chamaram a Secretaria Estadual de Caça e Pesca para investigar.

Os policiais que encontraram as aves descreveu-as como pequenas, com penas marrons e pretas. Elas estavam intactas e não haviam sido baleadas.

Os informes são como os outros de mortes de aves maiores, que foram relatados em Arkansas, Louisiana e outros estados.

Cientistas dizem que uma mortandade em massa de animais selvagens acontece regularmente, e geralmente são independentes e não informadas.

 

México tem misteriosa morte de pássaros

08 Jan 2011 – Fonte: http://www.prensa-latina.cu

O México foi incluído junto à Suécia entre os países que têm registrado misteriosas mortes em massa de pássaros, fenômeno que iniciou em Arkansas e Louisiana, nos Estados Unidos.

O legislador central do estado de Guanajuato, Carlos Chacón, do Partido Verde Ecologista, disse que nesse local, registrou nos últimos três meses, a morte de umas quatro mil aves distintas. O que se presumia como causa das mortes eram as baixas temperaturas.

O deputado de Guanajuato disse que especialistas do Instituto Estatal de Ecología consideram que o botulismo é a causa das mortes das aves, que em muitos casos elas já vêm doentes dos lugares de migração.

Chacón acredita que a bactéria -denominada Clostridium Botulinum- presente nas comidas contaminadas que os pássaros ingerem, seja a causa da morte.

Além de Arkansas e Louisiana, onde foi reportado  a morte em massa de mais de cinco mil pássaros, autoridades suecas informaram que na pequena cidade de Falköping foram encontradas centenas de aves mortas, sem que também não se confirmasse a causa.

 

40.000 caranguejos morrem de frio na Grã-Bretanha

05 – 01 – 2011 – Fonte: http://economictimes.indiatimes.com – www.cbsnews.com/8301-503543_162-20027655-503543.html

LONDRES: Mais de 40.000 caranguejos mortos serão levados para a costa da Grã-Bretanha,  especialistas em meio ambiente dizem que a causa é o clima frio.

Os 40000 siris Velvet mortos ou também conhecidos como caranguejos diabo estão ao longo da praia de Palm Bay, onde também é possível encontrar esponjas, búzios e anêmonas em número menor.

Segundo especialistas, a morte em massa foi provocada pelas baixas temperaturas na Grã-Betanha (temperaturas que são as mais baixas em 120 anos). Segundo o jornal Daily Mail a Agência Ambiental chegou a instaurar um inquérito sob a suspeita de que um vírus poderia ser o culpado, mas a conclusão do inquérito levou ao resultado de hipotermia.

Os caranguejos mortos, em menor número, também foram encontrados em praias em Westbrook, Cliftonville e Kingsgate, estes também serão levados para Broadstairs e Ramsgate.

É o segundo ano consecutivo que temperaturas geladas matam grande quantidades de criaturas do mar.

Em 2010, a Agência do Meio Ambiente instaurou um inquérito, pois temia que um vírus poderia ser a causa. Mas concluíram que as mortes estavam ligadas ao clima frio.

 

 

Serviço tem 30 indicações de locais onde o fenômeno ocorreu recentemente

Redação Galileu

Depois dos recentes anúncios de mortes massivas de aves e peixes, o serviço Google Maps disponibilizou uma listagem com trinta locais onde os fenômenos ocorreram e links com notícias sobre o assunto.

Logo no início do ano, mais de 5 mil aves de uma só espécie foram encontradas mortas com hemorragia interna, no Arkansas, EUA. Alguns dias depois, no mesmo Estado norte-americano, 100 mil peixes mortos também da mesma espécie foram vistos mortos no leito de um rio a cerca de 200 km do primeiro incidente.

Para especialistas, as mortes não estão relacionadas. Entre as aves, suspeita-se que a causa sejam os fogos de artifício do ano novo. No caso dos peixes, eles descartam a presença de toxinas porque os animais mortos eram todos da mesma espécie, e a presença de agentes nocivos na água teria afetado mais tipos de animais.

No Brasil, inclusive, centenas de sardinhas, bagres, corvinas e pescadinhas apareceram boiando na Baía de Paranaguá, cidade portuária do Paraná. Estima-se que cerca de 100 toneladas de peixes tenham morrido. As causas ainda são desconhecidas. Profissionais seguem afirmando que as mortes em massa de animais ao redor do mundo são comuns e não estão relacionadas(??).

(Click para no mapa para ampliar)

 

Polícia Ambiental encontra várias espécies de peixes mortos em rio de Minas Gerais

06.01.2011 – Fonte: http://www.jornaldeuberaba.com.br/?MENU=CadernoA&SUBMENU=Policia&CODIGO=40927

Segundo o capitão PM Reginaldo Corrêa Silva, comandante do 5º Pelotão de Polícia do Meio Ambiente de Araxá, eles receberam uma denúncia no último dia 2, de moradores de ranchos nas proximidades do município de Ibiá (MG). Uma equipe de policiais da Polícia Ambiental compareceu durante a noite às margens do rio Quebra Anzol e avistou alguns peixes "boiando".

No dia 3, eles retornaram no rio e avistaram mais peixes que estavam mortos e na tarde de anteontem, os policiais foram em uma embarcação e percorreram cerca de sete quilômetros do rio. Após chegarem próximo ao rio São João Da Argenita, eles encontraram 23 espécies de peixes mortos.

Acredita-se que o grande volume de chuvas pode ser um dos fatores que provocaram a morte dos animais.

 

As aves mortas achadas no Tennessee

06.01.2011 – Fonte: http://www.tennessean.com/article/20110106/NEWS01/110106023/1002/Swarms+of+dead+birds+discovered+in+Middle+TN

Bandos de aves mortas foram encontradas no Tennessee, bem como em alguns estados vizinhos, com centenas encontrados em Davidson, Montgomery e Condado de Wilson, de acordo com TWRA.

O departamento de vida selvagem confirma que as mortes em massa em geral não são uma ocorrência rara, mas é raro o fenômeno se repetir em tão pouco tempo e em tantas regiões do país.

"Tudo que realmente sabemos é que havia algo em torno de 150 aves mortas pouco na beira da estrada", disse Russell Skoglund, biólogo.

 

Cerca de 100 toneladas de peixes mortos são encontrados em Paranaguá (PR-Brasil)

05 Jan 2011 – Fonte: Paraná Online

Levantamento feito pela Federação das Colônias de Pescadores do Paraná, em Paranaguá, no litoral do Estado, aponta que pelo menos 100 toneladas de peixes (sardinha, bagre e corvina) já apareceram mortas desde quinta-feira passada no litoral paranaense.

No domingo, técnicos do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sema), colheram amostras para verificar a razão das mortes. O relatório será divulgado hoje.

O presidente da Federação das Colônias de Pescadores do Paraná, Edmir Manoel Ferreira, conta que, entre Paranaguá e Guaraqueçaba, pelo menos 2,8 mil pescadores dependem diariamente dos frutos do mar.

“Na quinta-feira começamos a perceber muito peixe morto. Só uma comunidade chegou a enterrar 15 toneladas. Estamos vivenciando uma situação muito triste no litoral”, relata.

Além de Paranaguá, Ferreira afirma que os peixes mortos estão começando a aparecer em outras cidades do litoral. “O peixe morto está indo para Antonina, Guaraqueçaba e Pontal do Paraná. Precisamos de uma solução urgente para isso”, alerta.

O capitão Edson Oliveira Ávila, coordenador regional da Defesa Civil do Paraná na região, acredita que existem três hipóteses para a morte dos peixes. “Vamos aguardar para saber o que aconteceu, mas as especulações apontam que os peixes podem ter morrido devido um desequilíbrio ambiental, descarte de um barco de pesca ou vazamento de produtos químicos”, diz.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a prefeitura de Paranaguá informou que a venda de frutos do mar está, por precaução, temporariamente suspensa na região.

“Não está proibido, mas orientamos que as pessoas não comprem ou consumam esses produtos para evitar qualquer problema. Não existe nenhum indício de que alguém tenha passado mal”, disse Ávila.

O assunto foi discutido ontem, em uma reunião envolvendo a prefeitura de Paranaguá, IAP, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e Defesa Civil do Paraná.

Questionado, o IAP afirmou que só irá se pronunciar hoje, após ter o resultado do laudo. As amostras foram encaminhadas para o Centro de Estudos do Mar (CEM), da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

 

Chuva de pássaros mortos também se registrou no Louisiana

Encontrados 500 pássaros mortos em estado vizinho ao Arkansas

Chuva de pássaros mortos volta a cair nos EUA

05 Jan 2011 – Fonte: AFP

O veterinário Brandon Ross realiza testes para descobrir a causa da morte de quase 5.000 melros no Estado americano do Arkansas

Após morte de 5.000 aves no Arkansas, fenômeno macabro se repete na Louisiana

Uma nova chuva de pássaros mortos caiu nesta terça-feira (4) no sul dos Estados Unidos, desta vez no Estado de Luisiana. Cerca de 500 aves caíram sobre o Distrito de Pointe Coupee, disse Olivia Watkins, do Departamento de Vida Silvestre de Luisiana.

Há poucos dias, 5.000 aves da espécie melros morreram no Estado vizinho de Arkansas. Watkins afirmou que há uma investigação em curso sobre a causa destas mortes.

- Enviamos amostras para um laboratório em Missouri e estamos esperando os resultados.

No Arkansas também são esperados os resultados para descobrir a causa da “chuva” de aves sobre o pequeno povoado de Beebe, pouco depois da meia-noite do Ano-Novo.

No rio Arkansas, a 160 km dali, entre 80 mil a 100 mil peixes apareceram flutuando sem vida.

Fogos podem ter causado mortes

A Comissão de Caça e Pesca do Arkansas afirma não acreditar que as mortes dos peixes e dos pássaros estejam relacionadas.

Funcionários da entidade apostam que algum distúrbio – possivelmente os fogos de artifício do Ano-Novo – pode ter levado os pássaros a voar durante a noite.

Os melros têm pouca visão noturna e provavelmente morreram ao se chocar contra casas ou árvores por causa do medo.

Os testes preliminares, realizados pela equipe do veterinário Brandon Doss, não mostram sinais de doenças nos pássaros. Os primeiros resultados apontam que as mortes foram causadas por “trauma físico agudo”.

 

Depois dos EUA, Suécia tem “chuva” de pássaros mortos

05 Jan – Fonte: www1.folha.uol.com.br

Após milhares de pássaros caírem mortos do céu sobre Beebe, cidade americana do estado de Arkansas na noite de ano novo, na segunda-feira passada (03/01/2011) outros 500 pássaros apareceram mortos na localidade de Pointe Coupee, no sulista estado americano da Louisiana:

Depois de ser registrada em ao menos dois Estados americanos, uma estranha chuva de pássaros mortos atingiu na noite desta terça-feira a pequena cidade de Falkoping, na Suécia.

Segundo a imprensa local, entre 50 e cem gralhas caíram do céu sobre a cidade no sudoeste da Suécia. Os veterinários investigam nesta quarta-feira o que pode ter causado a morte em massa dos animais.

A área atingida foi isolada, segundo o funcionário dos serviços de emergência Perry Malmberg declarou à TV sueca.

Nos EUA, o evento teve proporções ainda maiores. Cerca de 500 aves caíram mortas nas ruas do distrito de Pointe Coupee, em Louisiana, apenas alguns dias após 5.000 pássaros negros mortos terem caído do céu da pequena cidade de Beebe, em Arkansas.

Biólogos investigam a causa da morte dos pássaros em Arkansas. Cientistas acreditam que o estresse causado por fogos de artifício do Ano-Novo pode ter causado a morte dos pássaros, mas autoridades reconhecem que provavelmente não conseguirão determinar uma causa exata.

Autoridades acreditam que o estresse deve ser uma causa mais provável do que chuvas de granizo ou relâmpagos, já que não havia tempo ruim na região na noite do Réveillon.

As autoridades de Arkansas também estão tentando determinar o que causou as mortes de até 100 mil peixes em uma área do rio Arkansas perto de uma represa em Ozark, descobertas no dia 30 de dezembro.

 

O mistério dos pássaros que morrem subitamente continua a alastrar

05/01 – Fonte EURO NEWS

Depois da morte súbita de milhares de pássaros no estado norte-americano do Arkansas, no início da semana, agora o mesmo fenômeno aconteceu no estado do Louisiana.

Terça-feira, na cidade de Morganza milhares de pássaros de várias espécies foram encontrados mortos.

“O que é transversal a estes casos é que os pássaros morrem rapidamente. Eles parecem estar bem, depois começam a enfraquecer e vacilar, e acabam por morrer num curto período de tempo,” afirma o veterinário Jim Lacour, do estado da Luisiana, que investiga a ocorrência.

Também na Suécia o estranho fenômeno dos pássaros mortos já se registrou. Foi na noite de terça-feira, no Sudeste do país, que foram encontradas aproximadamente 100 gralhas mortas.

A zona foi isolada para a realização de uma inspeção veterinária, mas, para já, continua por determinar a causa da morte dos animais.

 

Brasil, Suécia e Nova Zelândia atingida por fenômenos estranhos

5 de janeiro de 2010 – Fonte: http://www.prisonplanet.com/mass-bird-fish-die-offs-go-global-spark-end-times-panic.html

A morte em massa de aves e peixes que têm afetado parte dos EUA durante a última semana é global. A Suécia, Brasil e Nova Zelândia, são os últimos países a experimentar esse fenômeno que tem suscitado tanto intriga científica e de pânico apocalíptico em igual medida.

Após a morte repentina de milhares de aves que caiu sobre Beebe Arkansas na Véspera de Ano Novo, além de 100 mil peixes mortos são encontrados ao longo de uma milha trecho 20 entre a Barragem de Ozark e da Auto-estrada 109 Bridge no condado de Franklin, 500 melros mortos e estorninhos foram posteriormente descoberto em Pointe Coupee Parish, Louisiana.

Um grande número de aves mortas também foi encontrado em Kentucky por volta do Natal e outras mais foram encontradas no dia seguinte. No início desta semana, dezenas de milhares de pequenos peixes foram encontrados lavou-se na área da Baía de Chesapeake. Apesar de sua morte ser atribuída a uma onda de frio, os especialistas estão perplexos que os peixes não nadam para águas mais quentes, como seria a sua resposta normal.

Em um relatório separado, enviado para nós por um ouvinte Alex Jones Show, mais pássaros mortos foram vistos perto de St. Louis, Missouri (mais de cem melros mortos no dia de Natal). Isso foi cerca de 30 quilômetros ao sul de St. Louis.

O fenômeno é global, com gralhas mortas caindo em toda região central da Suécia, pouco antes da meia-noite de terça-feira.

Na Nova Zelândia, centenas de peixes mortos nas praias de Coromandel. O fator clima e fome foram descartados.

"As pessoas no Little Bay e Waikawau Bay, no nordeste da península, ficaram surpresos quando as crianças saíram do mar com os braços cheios de peixes e em poucos minutos a praia estava cheia com eles", relata o jornal Sydney Morning Herald.

Enquanto isso, no Brasil, 100 toneladas de peixe (corvina sardinha e peixe-gato) apareceram mortas no litoral do Paraná.

"Além de Paranaguá (Edmir Manoel) Ferreira disse que os peixes mortos estão começando a aparecer em outras cidades costeiras", informa Paraná Online. "Os peixes mortos estão indo para Antonina e Guaraqueçaba. Precisamos de uma solução urgente para isso ", alertou.

O número de casos de aves e peixes mortos em torno dos EUA e a nível mundial tem sido acompanhado por uma miríade de diferentes explicações sobre a causa de sua morte. Enquanto algumas teorias estão enraizadas na verborragia científica, outros assumiram um conjunto, um contexto espiritual e apocalíptico.

As causas mais citadas como são os fogos de artifício, granizo localizado, linhas de energia, ou outros fenômenos temporários que causaram o pânico nas aves. No entanto, isso não explica por que eventos similares estão ocorrendo em diferentes regiões do país ou mesmo do mundo e não abordar a questão da mortalidade de peixes em massa.

Os principais suspeitos provavelmente são os governos dado o fato de que eles têm rotineiramente envolvidos em testes secretos de armas biológicas e eletromagnéticas que têm impactado negativamente os seres humanos e animais.

Outros apontam a zona de Nova Madrid como culpada devido ao derramamento de óleo BP e uma série de terremotos que atingiu Illinois, Indiana, Missouri, Arkansas, Kentucky, Tennessee e Mississippi .Por isso seria precedida por mortes de aves em massa, não está devidamente explicado.

Alguns cristãos temem que a mortandade em massa marca o início de uma série de catástrofes.

 

Vários Artigos encontrados em pesquisas no Google:

12 Jan 2011: PÁSSAROS CONTINUAM A MORRER – Centenas de aves mortas no Alabama/EUA

Um motorista viaja ao longo da Interstate 65, em Limestone County, Alabama, quando fez uma descoberta terrível esta manhã. Centenas de pássaros pretos foram encontrados mortos ao lado da estrada.  As aves foram encontradas perto da saída da Browns Ferry Road. Especialistas acreditam que um grande veículo, provavelmente um veículo com 18 rodas, atingiu o grande bando de pássaros.

11 Jan 2011: AVES MORTAS NA ROMÊNIA – Bucareste – Dezenas de aves encontradas mortas no leste da Romênia.

Veterinários do departamento sanitário local afirmam que os pássaros beberam água e comeram bagaço remanescente do processo de vinificação até a morte. A causa da morte foi determinada após exame no conteúdo da moela das aves

11 Jan 2011: PEIXES MORTOS NO LAGO MICHIGAN – Peixes mortos apareceram em um lago de Chicago/EUA. São milhares, reportam as testemunhas.

9 Jan 2011: Surgem pássaros mortos, aos milhares, em mais Países, como: Reino Unido, Japão, Brasil, Tailândia, …

‎06/01/2011 Midiacon -‎ Chuva de pássaros lembra filme de terror e traumatiza crianças nos EUA. No último dia de 2010, cerca de 5.000 pássaros negros caíram mortos sobre a cidade de Beebe, no Estado americano de Arkansas. Um dia antes, 100 mil peixes …

06.01.2011 Frio mata milhares de peixes nos EUA, Brasil e Nova Zelândia. O frio especialmente intenso estará a causar a morte a milhares de peixes nos Estados Unidos, Brasil e Nova Zelândia. No Reino Unido, 40 mil caranguejos mortos cobrem as praias de Kent.

6 Jan 2011: Carolina do sul, centenas de milhares de peixes mortos.

‎05/01/2011 Lisboa –  ‎ Nova 'chuva' de pássaros mortos nos EUA  – Diário de Notícias – Os investigadores também já recolheram cadáveres de alguns pássaros mortos no Luisiana e está também em investigação a morte em série de 100 mil peixes num …

‎05/01/2011  I Informação – Mais um caso de pássaros mortos nos Estados Unidos  – A causa da morte destas aves não foi ainda revelada, mas os cientistas descartaram já a hipótese de envenenamento. De acordo com os investigadores, as aves …

05/01/2011 Jornal Agora  ‎- Suécia tem "chuva" de pássaros mortos ‎ – Cerca de 500 aves caíram mortas nas ruas do distrito de Pointe Coupee, em Louisiana, apenas alguns dias após 5.000 pássaros negros mortos terem caído do céu …

05/01/2011‎  Yahoo – ‎Dezenas de pássaros aparecem mortos na Suécia – Dezenas de pássaros apareceram mortos nas ruas da localidade sueca de Falköping, por causas ainda desconhecidas, informam nesta quarta-feira imprensa local. .

5 Janeiro: Surgem casos de aves mortas em Kentucky, na Suécia e no Japão.

5 Janeiro: Dois Milhões de peixes mortos em Maryland. Milhares de caranguejos mortos em Inglaterra.

04/01/2011 R7 – Chuva de pássaros mortos volta a cair nos EUA ‎ – Um nova chuva de pássaros mortos caiu nesta terça-feira (4) no sul dos Estados Unidos, desta vez no Estado de Luisiana. Cerca de 500 aves caíram sobre o …

04/01/2011‎ Estadão – Pássaros mortos intrigam autoridades em Arkansas, EUA

04/01/2011‎ Diário do Grande ABC – ‎Estranha chuva de pássaros mortos volta a cair nos EUA. – "Não acreditamos que (as mortes dos peixes e dos pássaros) estejam relacionadas", disse Nancy Ledbetter, da Comissão de Caça e pesca do Arkansas. …

‎04/01/2011 – Correio do Brasil ‎ Além de pássaros, 100 mil peixes aparecem mortos nos EUA – Exemplares dos peixes e das aves foram levados para estas instalações eo resultado das análises deverá ser divulgado dentro de um mês, segundo Stephens …

04/01/2011 Último Segundo – iG – ‎‎ – Morte misteriosa de milhares de pássaros gera teorias nos EUA. Rowe acredita que o número de melros mortos em Beebe “é facilmente maior que 3 mil aves”. A Comissão de Caça e Pesca do Arkansas estima em seu site que mais …

4 Janeiro : Surgem Notícias de mais aves mortas, então noutro Estado: Louisiana.
4 Jan 2011: Ontario, centenas de peixes mortos.
4 Jan 2011: Florida: Milhares de peixes mortos.

03/01/2011‎ Expresso – ‎EUA: Milhares de peixes e pássaros aparecem mortos. Fogo de artifício do Ano Novo ou chuva de granizo podem ter provocado morte das aves. Depois de uma "chuva" de pássaros mortos ter afetado a cidade de Beebe …

03/01/2011‎  A Bola – ‎EUA: cem mil peixes aparecem mortos no Rio Arkansas. – Mais de cem mil peixes apareceram mortos no Rio Arkansas, perto de Ozark, depois de uma chuva de pássarosmortos ter afectado a cidade de Beebe, …

03/01/2011 – Diário IOL – ‎‎ EUA: 100 mil peixes aparecem mortos em rio do Arkansas. Keith Stephens, da comissão de Caça de Pesca do Arkansas, salientou que, apesar de surgirem peixes mortos frequentemente, não é habitual acontecer a esta …

03/01/2011 Último Segundo – iG – Laboratórios buscam respostas para a morte de 3 mil aves nos EUA ‎ – De maneira ainda não explicada, os animais caíram mortos sobre casas, carros e no chão. As carcaças das aves foram enviadas para a Comissão de Aves e …

‎03/01/2011 Globo Rural – Após chuva de pássaros mortos, mais de 100 mil peixes sem vida são … ‎ – Apenas um dia após assistir a uma chuva de pássaros mortos, a região ganhou novamente as manchetes. Desta vez, cerca de 100 mil peixes foram encontrados sem …

03/01/2011 G1.com.br – ‎‎Após pássaros, estado americano do Arkansas tem morte de peixes

03/01/2011 Band – ‎Pássaros e peixes morrem misteriosamente em cidade dos EUA ‎ – Depois que milhares de pássaros apareceram mortos no réveillon, agora milhares de peixes surgiram boiando num rio. Cinco mil pássaros da espécie melro de …

3 Jan 2011: Canadá: em Manitoba encontraram 10 mil pássaros mortos,China: Vários pássaros mortos

03/01/2011 – Zero Hora – ‎‎Investigação sobre pássaros mortos gera expectativa em Beebe, nos …

03/01/2011 – Ciência Hoje –  Chuva de pássaros mortos no Arkansas – Alguns peixes já foram recolhidos para serem analisados. Foi aberta uma investigação para apurar a “chuva deaves”

2 Jan 2011: Milhares de pássaros mortos no Chile

1 Janeiro : Milhares de aves morreram no Arkansas.
31 Dez 2010: 150 Toneladas de peixes mortos no Vietname
30 Dez 2010 : Cem toneladas de peixes mortos no Paraná, Brasil.

 

**Geração Maranata** Cite a fonte de for copiar

O Sermão do Monte, segundo o evangelho de Lucas

Filed Under (Arrebatamento, Artigos, Segunda Vinda de Jesus) by Geração Maranata on 29-10-2010

Tag: ,

por Jack Kelley

Estudantes de profecias freqüentemente prestam mais atenção à versão de Mateus do Sermão do Monte por causa de sua maior extensão e detalhe. Mas ao ignorarmos o relato de Lucas, perde-se um terço da mensagem do Senhor. Isto porque os discípulos fizeram três perguntas ao Senhor:  em Mateus 24 Ele respondeu somente às duas últimas e a resposta de Lucas à sua primeira pergunta, que confirma toda a mensagem.

Eis o motivo. Quando um profeta revelava eventos que ocorreriam além do tempo de vida das pessoas a quem falava, o Senhor normalmente fornecia um cumprimento parcial de curto prazo para validar a profecia distante. É por isto que Ele disse ao povo que se o que um profeta disse não se realizasse, então eles não deveriam temê-lo, pois ele não teria falado pelo Senhor. (Deut 18:21-22)

Existem vários desses cumprimentos parciais nas Escrituras que serviriam como bons exemplos, mas talvez o mais claro venha de João 5:43. Falando a Israel, Jesus disse, "Eu vim em nome de meu Pai, e não me aceitais; se outro vier em seu próprio nome, a esse aceitareis." Ele se referia ao Anticristo, a quem muitos de Israel crerão ser o Messias quando aparecer em cena no início da 70ª Semana de Daniel. Mas logo antes de Jesus ser entregue para ser executado, Pilatos ofereceu libertá-Lo como sinal da misericórdia de Roma, tradicionalmente expressa na Páscoa. Ele deu ao povo uma escolha, o inocente Jesus que veio no nome de Seu Pai, ou um assassino condenado chamado Barrabás, que veio em seu próprio nome. O povo escolheu Barrabás. Isso foi o cumprimento parcial que validou a profecia do Senhor sobre Israle e o Anticristo na 70ª Semana.

Como veremos, a destruição de Jerusalém em 69/70 AD foi o cumprimento parcial que validou a Profecia do Senhor sobre o Tempo do Fim.

Vejamos Lucas 21:5-36

E, dizendo alguns a respeito do templo, que estava ornado de formosas pedras e dádivas, disse: "Quanto a estas coisas que vedes, dias virão em que não se deixará pedra sobre pedra, que não seja derrubada." E perguntaram-lhe, dizendo: "Mestre, quando serão, pois, estas coisas? E que sinal haverá quando isto estiver para acontecer?" (Lucas 21:5-7).

De acordo com Marcos 13:3, Pedro, João e André fizeram a pergunta. E em Mat 24:3 podemos ler a pergunta completa. "Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?"

Esta é a nossa primeira pista de que as coisas serão diferentes no relato de Lucas. Ele contém somente os discípulos fazendo a primeira pergunta.

Enquanto começamos, é importante entender que nenhum dos escritores do Evangelho pensava em si mesmo estritamente como historiador. Houvesse o Senhor desejado somente documentar a história, um único relato evangélico teria sido suficiente. Ao invés disso, a cada escritor foi designada uma audiência diferente, e sob a inspiração do Espírito Santo, eles adaptaram seu relato de acordo com as necessidades de cada audiência. Cada um também retratou Jesus um pouco diferentemente para mostrar um lado dEle em particular. Mateus escreveu para os Judeus mostrando-lhes que Jesus era seu Rei-Messias, o Leão de Judá. Marcos escreveu aos Romanos, descrevendo Jesus como o humilde Servo do Senhor. Lucas escreveu aos Gregos, retratando Jesus como o Filho do Homem, e João escreveu para a Igreja, identificando Jesus como o Filho de Deus.

Entre outras coisas, este foi o cumprimento de quatro profecias do Antigo Testamento sobre uma figura que Deus chamou de "O Ramo", uma referência messiânica. Em Jeremias 23:5 o Ramo é chamado de Rei. Em Zacarias 3:8 Ele é o Servo. Em Zacarias 6:12 Ele é o Homem e em Isaías 4:2 Ele é o Ramo do Senhor. Em cada caso a palavra Ramo está em maiúsculas. Os Cristãos primitivos às vezes eram chamados de Netzerim, o povo do Ramo.

Agora vamos à resposta do Senhor.

Disse então ele: "Vede não vos enganem, porque virão muitos em meu nome, dizendo: Sou eu, e o tempo está próximo. Não vades, portanto, após eles. E, quando ouvirdes de guerras e sedições, não vos assusteis. Porque é necessário que isto aconteça primeiro, mas o fim não será logo."

Então lhes disse: "Levantar-se-á nação contra nação, e reino contra reino; e haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu." (Lucas 21:8-11)

No início, Sua resposta se parece muito com as de Mateus e Marcos. Mas isto está para mudar.

"Mas antes de todas estas coisas lançarão mão de vós, e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e às prisões, e conduzindo-vos à presença de reis e presidentes, por amor do meu nome. E vos acontecerá isto para testemunho. Proponde, pois, em vossos corações não premeditar como haveis de responder; porque eu vos darei boca e sabedoria a que não poderão resistir nem contradizer todos quantos se vos opuserem. E até pelos pais, e irmãos, e parentes, e amigos sereis entregues; e matarão alguns de vós. E de todos sereis odiados por causa do meu nome. Mas não perecerá um único cabelo da vossa cabeça. Na vossa paciência possuí as vossas almas." (Lucas 21:12-19)

Esta corrente de acontecimentos claramente descreve a vida dos Apóstolos nos primeiros dias da Igreja. Pedro e João testificaram diante do Sinédrio. Paulo esteve em ambos os lados desta profecia, primeiro atacando os Cristãos com uma vingança e depois de sua conversão dando testemunho aos líderes como Félix, Festo e Herodes Agripa. Dos discípulos originais, somente João morreu de causas naturais e todos eles sofreram através das mais terríveis formas de tortura sem jamais retirar uma única palavra de seu testemunho.

"Mas, quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, sabei então que é chegada a sua desolação. Então, os que estiverem na Judéia, fujam para os montes; os que estiverem no meio da cidade, saiam; e os que nos campos não entrem nela. Porque dias de vingança são estes, para que se cumpram todas as coisas que estão escritas. Mas ai das grávidas, e das que criarem naqueles dias! porque haverá grande aperto na terra, e ira sobre este povo. E cairão ao fio da espada, e para todas as nações serão levados cativos; e Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos dos gentios se completem." (Lucas 21:20-24)

Apesar de a maior parte desta passagem ser idêntica ao relato de Mateus, existem duas diferenças notáveis nos mostrando que não estão descrevendo o mesmo evento. Primeiro, em Mateus 24:15 o sinal de advertência de que é hora de fugir e a Abominação da Desolação no Lugar Santo. Aqui é o posicionamento do exército Romano ao redor de Jerusalém.

Normalmente seria muito tarde para fugir quando um exército pode ser visto cercando uma cidade. Mas em 68-69AD a situação política em Roma era instável, para dizer o mínimo. O ex-general dos exércitos Romanos no Oriente Médio era um homem chamado Tito Vespasiano. Ele recentemente havia passado seu comando para seu filho, também chamado Tito, para que pudesse se posicionar para ser o próximo Imperador. Isto aconteceu após a morte de Nero em 68, e Vespasiano foi nomeado Imperador em 1º de Julho de 69. Ele estivera preocupado de que precisaria de mais apoio militar para reforçar sua reivindicação, então, apesar de as legiões agora sob o comando de seu filho já terem iniciado seu cerco a Jerusalém, Vespasiano ordenou que retornassem a Roma. Quando eles começaram a se retirar para preparar a jornada, os crentes em Jerusalém que haviam sido ensinados sobre a advertência do Senhor se apressaram em escapar da cidade.

Mas antes que os Romanos pudessem sair, Tito Vespasiano enviou uma mensagem a seu filho de que as tropas não seriam necessárias e ordenou que retomassem o cerco a Jerusalém. Naquele momento todos os crentes já haviam escapado.

No mês que chamamos de Agosto de 69 AD os muros foram rompidos e o Templo foi capturado. A mobília interna pegou fogo e o calor fez com que o ouro que folheava as vigas de madeira do teto se derretesse. À medida que o ouro líquido escorria pelas paredes, ele correu para dentro das fendas entre as pedras. Quando o fogo apagou e as pedras esfriaram, os soldados Romanos derrubaram as ruínas pedra por pedra para pegar o ouro que havia escorrido entre elas e se solidificado. Nem uma pedra foi deixada sobre outra em cumprimento à profecia do Senhor.

Em 70 AD o exército Romano completou sua conquista da Terra Santa no cerco a Massada. Apesar de mais de um milhão de Judeus ter perecido, conforme a tradição, nem um único crente morreu na destruição de Jerusalém. (Alguns relatos históricos colocam a queda de Jerusalém e do Templo um ano antes em 68 AD mas existe um consenso geral de que aconteceu como eu descrevi.)

A segunda diferença entre os dois relatos é que enquanto o de Mateus termina na 2ª Vinda e tem o mundo todo em foco, o de Lucas descreve a diáspora Judaica e o subseqüente controle da cidade pelos Gentios. Em resumo, o relato de Lucas até agora se restringiu a descrever eventos relacionados à queda de Jerusalém. Ele estava descrevendo o cumprimento parcial de curto prazo dentro do tempo de vida da audiência do Senhor que valida o cumprimento total no Final dos Tempos.

"E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto as virtudes do céu serão abaladas. E então verão vir o Filho do homem numa nuvem, com poder e grande glória. Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima." (Lucas 21:25-28)

Repentinamente Lucas expande a visão para incluir o mundo todo e o Final dos Tempos. Aqueles que estiverem vivos na Terra quando os sinais que ele descreveu começarem a acontecer entenderão que o evento culminante será o retorno do Senhor. E aos crentes é dito que quando começarmos a ver esses sinais pela primeira vez, deveremos começar a olhar para céu em expectação, pois o Senhor está vindo ao nosso encontro. Note como a narrativa muda da terceira pessoa "homens desmaiando de terror" e "verão vir o Filho do homem" para a segunda pessoa "olhai para cima" e "vossa redenção". E também como o foco muda do final da seqüência, "verão vir o Filho do homem", para o seu começo, "quando estas coisas começarem a acontecer". Se você já não soubesse disso dos ensinos de Paulo, não poderia reconhecer que Lucas está dando pistas de dois eventos separados, o Arrebatamento e a 2ª Vinda.

E disse-lhes uma parábola: "Olhai para a figueira, e para todas as árvores; Quando já têm rebentado, vós sabeis por vós mesmos, vendo-as, que perto está já o verão. Assim também vós, quando virdes acontecer estas coisas, sabei que o reino de Deus está perto."

"Em verdade vos digo que não passará esta geração até que tudo aconteça. Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não hão de passar."

"E olhai por vós, não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e venha sobre vós de improviso aquele dia. Porque virá como um laço sobre todos os que habitam na face de toda a terra. Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem." (Lucas 21:29-36)

Como no relato de Mateus, a parábola da figueira não tem a intensão indicar Israel, mas a velocidade com que esses eventos se desdobrarão uma vez que comecem. A figueira era a última árvore a produzir folhas na primavera, assim eles sabiam quando viam as folhas da figueira que o verão estava realmente próximo. Da mesma forma, o período de tempo entre o começo dos sinais dos Tempos do Fim e o retorno do Senhor será relativamente curto.

Eu acho que esse resumo é direcionado tanto à geração viva durante a Queda de Jerusalém quanto à que está aqui no Final do Tempos. Trinta e cinco anos depois que o Senhor disse estas palavras os Romanos começaram sua campanha de três anos para completar a expulsão da nação Judaica. Muitos dos que receberam o ensino desta profecia pelos mesmos homens que a receberam direto da boca do Senhor ainda estavam vivos quando isso aconteceu. No Final dos Tempos, muitos dos que estiverem vivos quando estes sinais começarem a aparecer ainda estarão vivos na sua conclusão.

A última seqüência é especialmente significativa. "Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem."

Observando o sinal dos exércitos Romanos cercando Jerusalém e orando por livramento, a primeira geração da igreja foi capaz de escapar da morte e destruição do julgamento de Jerusalém. Assim também, aguardando os sinais dos Tempos do Fim e orando por livramento, a última geração da igreja será capaz de escapar da morte e destruição do julgamento da Terra. O cumprimento parcial então confirmou o cumprimento final de tudo o que está para acontecer agora.

Fontes:

olharprofetico.com.br

gracethrufaith.com

 

A Fascinação do Cumprimento das Profecias Bíblicas

Filed Under (Artigos, Segunda Vinda de Jesus) by Geração Maranata on 14-10-2010

Tag:

por Geração Maranata

No livro de Daniel capítulo 8, pode-se ter uma noção do quanto a Palavra de Deus é confiável. Nesse capítulo podemos ver o cumprimento das profecias bíblicas, e esse cumprimento é simplesmente mais uma prova da existência de Deus e um desafio para se crer nEle. O próprio Deus desafia a humanidade quando diz:

"Quem há, corno eu, feito predições desde que estabeleci o mais antigo povo? Que o declare e o exponha perante mim! Que esse anuncie as coisas futuras, as coisas que hão de vir! Não vos assombreis, nem temais; acaso, desde aquele tempo não vo-Io fiz ouvir, não vo-Io anunciei? Vós sois as minhas testemunhas. Há outro Deus além de mim? Não, não há outra Rocha que eu conheça" (Is 44.7-8).

Está à procura de alguém em quem é possível confiar plenamente? Então você pode se dirigir a Jesus, pois Ele é real! Para fazer de Deus a nossa Rocha precisamos crer nEle, pois apenas saber de Sua existência não é o suficiente. Devemos crer e confiar! Deus sempre cumpre o que promete!

O Senhor diz que somente aquele que faz predições detalhadas é verdadeiramente Deus. E Sua pergunta: "Há outro Deus além de mim?" Ele próprio responde dizendo: "Não há outra Rocha que eu conheça ".

Existem dois grupos de pessoas:

1) Um dos grupos questiona, duvida e critica tentando honestamente chegar à verdade. Com essas pessoas pode-se dialogar, pois elas estão à procura de respostas às suas perguntas, e pela graça do Senhor elas chegam ao conhecimento de Jesus e crêem nEle para Salvação.

2) Mas existem pessoas que perguntam, questionam, criticam e duvidam por duvidar, na verdade não estão preocupadas em conhecer a Verdade. Com essas pessoas é difícil dialogar, pois não querem ajuda real e não se convencem da verdade, mesmo quando apresentada com toda a clareza.

 

Um panorama resumido do cumprimento da profecia bíblica

Daniel encontrava-se na cidadela de Susã e recebeu uma visão de animais, retratando o desenvolvimento da história mundial.

O carneiro

"Então, levantei os olhos e vi, e eis que, diante do rio, estava um carneiro, o qual tinha dois chifres, e os dois chifres eram altos, mas um, mais alto do que o outro; e o mais alto subiu por último. Vi que o carneiro dava marradas para o ocidente, e para o norte, e para o sul; e nenhum dos animais lhe podia resistir, nem havia quem pudesse livrar-se do seu poder; ele, porém, fazia segundo a sua vontade e, assim, se engrandecia" (vv.3-4).

Daniel não sabia o que significava tudo aquilo, mas recebeu a explicação junto com a visão:

"Havendo eu, Daniel, tido a visão, procurei entendê-la (ele abriu seu coração e procurou entender a verdade), e eis que se me apresentou diante uma como aparência de homem (a resposta divina às suas dúvidas já estava chegando). E ouvi uma voz de homem de entre as margens do Ulai, a qual gritou e disse: Gabriel, dá a entender a este a visão. …Aquele carneiro com dois chifres, que viste, são os reis da Média e da Pérsia" (vv. 15-16,20).

Em linguagem simbólica, temos aqui a figura de um carneiro com chifres desiguais, que a explicação divina diz ser o reino medo-persa. O que admira é sua descrição detalhada no versículo 3: "…um carneiro, o qual tinha dois chifres, e os dois chifres eram altos, mas um, mais alto do que o outro; e o mais alto subiu por último." O que fascina nessa descrição é o cumprimento histórico detalhado e exato dessa profecia. O chifre pequeno, que veio antes, é uma figura do império medo, e o segundo chifre, que veio depois, é uma ilustração da Pérsia. Essas imagens se juntam e formam um grande reino de abrangência mundial. Mesmo que a Pérsia tenha se tornado poderosa depois da Média (no ano 559 a.C), ela superou em muito os medos. A Pérsia expandiu seu reino com seu exército gigantesco de mais de dois milhões de soldados para o ocidente, para o norte e para o sul. O Senhor já havia profetizado essa expansão, e tudo cumpriu-se literalmente no decorrer da história.

 

O bode

"Estando eu observando, eis que um bode vinha do ocidente sobre toda a terra, mas sem tocar no chão; este bode tinnha um chifre notável entre os olhos; dirigiu-se ao carneiro que tinha os dois chifres, o qual eu tinha visto diante do rio; e correu contra ele com todo o seu furioso poder. Vi-o chegar perto do carneiro, e, enfurecido contra ele, o feriu e lhe quebrou os dois chifres, pois não havia força no carneiro para lhe resistir; e o bode o lançou por terra e o pisou aos pés, e não houve quem pudesse livrar o carneiro do poder dele" (vv.5-7).

A explicação dessa profecia é encontrada no versículo 21: “… bode peludo é o rei da Grécia…". É fantástico ver que o anjo, que transmitiu a Daniel o significado da visão, chama a terra simbolizada pelo bode de Grécia. O que é tão especial nesse fato? No do reino medo-persa ainda poderíamos encontrar uma explicação lógica, pois Daniel ainda vivenciou o início do estabelecimento desse reino. Mas o que chama a atenção nessa profecia sobre a Grécia é que ela foi feita aproximadamente 200 anos antes que esse país surgisse no cenário mundial. E a profecia cumpriu-se nos mínimos detalhes.

Na ocasião em que a profecia foi feita, ninguém nem sequer imaginava que a Grécia poderia entrar em cena. Com certeza muitos nem sequer sabiam onde se localizava esse país.

Voltando a atenção aos detalhes que foram preditos 200 anos antes:

a) "Este bode tinha um chifre notável entre os olhos" (v.5). Quem é esse chifre? "…é o rei da Grécia; o chifre grande entre os olhos é o primeiro rei" (v.21). Quem foi o primeiro grande rei da Grécia? Alexandre o Grande! Ele era pequeno de estatura (apenas 1,55m), mas era chamado de "o Grande" porque seu reino era enorme.

b) "Estando eu observando, eis que um bode vinha do ocidente sobre toda a terra (pela história sabemos que Alexandre veio do ocidente com um exército pequeno e muito rápido), mas sem tocar no chão (em poucos anos Alexandre conquistou a Ásia Menor, a Síria, o Egito, a Mesopotâmia e depois os países até a Índia. Isso nunca havia acontecido em toda a história); este bode tinha um chifre notável entre os olhos; dirigiu-se ao carneiro que tinha os dois chifres, o qual eu tinha visto diante do rio; e correu contra ele com todo o seu furioso poder" (correu contra os persas, pois estes haviam tomado dos gregos duas cidades próximas a Atenas nas batalhas de Maratona e Salamis). Vi-o chegar perto do carneiro, e, enfurecido contra ele, o feriu e lhe quebrou os dois chifres, pois não havia força no carneiro para lhe resistir; e o bode o lançou por terra e o pisou aos pés, e não houve quem pudesse livrar o carneiro do poder dele" (vv.5-7).

Foi assim que a Grécia, sob o comando de Alexandre o Grande, venceu o império Medo-Persa.

c) "O bode se engrandeceu sobremaneira; e, na sua força, quebrou-se-lhe o grande chifre (Alexandre o Grande), e em seu lugar saíram quatro chifres notáveis, para os quatro ventos do céu"(v.8). Isso também é confirmado pela história. Alexandre o Grande realmente morreu subitamente na Babilônia no auge de seu poder, tinha apenas 32 anos de idade. Muitos afirmam que ele morreu de malária e das conseqüências do alcoolismo, outros dizem que foi envenenado. De qualquer maneira, o grande imperador morreu e “em seu lugar saíram quatro chifres notáveis, para os quatro ventos do céu".

Encontramos a explicação no versículo 22: "o ter sido quebra¬do, levantando-se quatro em lugar dele, significa que quatro reinos se levantarão deste povo, mas não com força igual à que ele tinha." E de fato, lendo hoje os livros que contam a história daquela época, nos deparamos com Alexandre, o Grande, que não teve filhos e cujo reino foi repartido entre quatro de seus generais após sua morte, o que é simbolizado pelos quatro chifres da visão do Daniel.

1. Ptolomeu recebeu o Egito e partes da Ásia Menor.

2. Cassandro recebeu territórios na Macedônia e na Grécia.

3. Lisímaco recebeu a Trácia e partes ocidentais da Ásia Menor.

4. Seleuco recebeu a Síria, a Mesopotâmia e Israel.

Esse reino grego foi dividido em quatro partes e jamais voltou a ter o mesmo poder que tinha sob Alexandre.  E tudo isso foi profetizado 200 anos antes!

"Quem há, corno eu, feito predições desde que estabeleci o mais antigo povo? Que o declare e o exponha perante mim! Que esse anuncie as coisas futuras, as coisas que hão de vir! (Is 44.7).

Mas a história continua.

 

O chifre pequeno

"De um dos chifres saiu um chifre pequeno e se tornou muito forte para o sul, para o oriente e para a terra gloriosa. Cresceu até atingir o exército dos céus; a alguns do exército e das estrelas lançou por terra e os pisou. Sim, engrandeceu-se até ao príncipe do exército; dele tirou o sacrifício diário e o lugar do seu santuário foi deitado abaixo. O exército lhe foi entregue com o sacrifício diário, por causa das transgressões; e deitou por terra a verdade e o que fez prosperou." (vv.9-12)

Esse texto fala do tristemente famoso imperador Antíoco Epifânio. Ele merece uma longa descrição no texto bíblico, pois é uma ilustração profética do Anticristo que virá no fim dos tempos.

Devemos ter em mente que as afirmações referentes a Antíoco Epifânio foram feitas com aproximadamente 380 anos de antecedência. Ele chegou ao poder em 175 a.C. Tudo o que foi escrito a seu respeito é confirmado integralmente pela história. Ele é o "chifre pequeno" oriundo de um dos quatro reinos já mencionados, que surgiram da divisão do reino de Alexandre o Grande, da região de Seleuco, a quem pertencia a Síria, Mesopotâmia e Israel. Mais tarde ele subjugou o sul (Egito), o leste e a terra gloriosa (Israel) (v.9).

Ele praticou uma abominação nunca vista no lugar Santíssimo do templo judeu. Ele próprio se intitulava Antíoco Epifânio (“o iluminado"). Os judeus chamavam-no de Antíoco Epimano (“o louco") por seus atos desvairados, e ele morreu como demente.

Leiamos mais uma vez a descrição de seus atos na Bíblia Viva:

"Chegou a desafiar o Comandante do exército do Céu, interrompendo os sacrifícios que eram oferecidos diariamente a Deus e manchando a pureza do seu templo. Apesar desses pecados terríveis, Deus não deixou o exército do Céu castigar o chifre. O resultado disso foi que a verdade e a justiça desapareceram e a maldade se espalhou" (vv.11-12).

- Durante seu reinado os judeus estavam proibidos de obedecer à Lei;

- Eles não podiam guardar o sábado;

- Seus filhos não podiam ser circuncidados;

- Suas festas anuais foram proibidas;

- Os sacrifícios foram banidos, e em seu lugar foram levantados altares a deuses estranhos em Jerusalém e oferecidos sacrifícios impuros;

- Os judeus foram obrigados a comer carne de porco;

- E o auge aconteceu a 16 de dezembro de 167 a.C.. Ele mandou fazer uma estátua de abominação e erigiu no altar do holocausto um altar para Zeus Olimpo, mandando sacrificar sobre ele um porco.

Milhares e milhares de judeus morreram da forma mais cruel por terem resistido às leis de Antíoco Epifânio. Ele morreu demente no ano de163 a.C. na Pérsia.

Na declaração do Senhor – acerca da duração da abominação desoladora – vemos mais uma vez o quanto a Palavra de Deus é digna de confiança:

"Depois, ouvi um santo que falava; e disse outro santo àquele que falava: Até quando durará a visão do sacrifício diário e da transgressão assoladora, visão na qual é entregue o santuário e o exército, a fim de serem pisados? Ele me disse: Até duas mil e trezentas tardes e manhãs; e o santuário será purifica¬do" (vv. 13-14).

O anjo falou que duraria "até duas mil e trezentas tardes e manhãs". É provável que não signifique 2300 dias, pois a afirmação refere-se ao sacrifício diário. E em Israel se sacrificava duas vezes ao dia, no sacrifício matutino e no vespertino, e isso perfaz 1150 dias (2300 sacrifícios = 1150 dias).

Esse é o tempo exato da profanação do templo, de 16 de dezembro de 167 até o momento em que o templo foi renovado por Judas Macabeu no final de 164 a.C até o início de 163 a.C, quando ele restabeleceu os sacrifícios judaicos. Judá reconquistou sua liberdade religiosa. O tempo determinado cumpriu-se literalmente!

Esse é um resumido panorama do cumprimento das profecias bíblicas que encontramos no capítulo 8 de Daniel.

 

 

Livro: "As Profecias de Daniel" de Norbert Lieth

Onde encontrar: http://www.chamada.com.br/livraria/autores/?cod=NL

A voz do que clama!

Filed Under (Artigos) by Geração Maranata on 04-10-2010

Tag:

por Daniel Mastral

“Muitos, pois, de seus discípulos, ouvindo isso, disseram: Duro é este discurso; quem o pode ouvir? Sabendo, pois, Jesus em si mesmo que os seus discípulos murmuravam disto, disse-lhes: Isso escandaliza-vos?” João 6:60-61

As palavras de Jesus eram contundentes, pois continham a verdade. O conhecimento da verdade pode ser perturbador, pois abala nosso conceitos, nos faz rever concepções, nos força a uma mudança de rumo, de atitudes, de vida. Não é fácil andar na verdade. A verdade incomoda!

Jesus incomodava! Muitas vezes suas palavras promoviam revoltas nos judeus que pegavam pedras para lançar sobre Ele.

Quantas pedras não recebem os que divulgam a verdade?

Quantos verdadeiramente não tem se curvado a BAAL? Quantos não tem se curvado ao evangelho raso, contaminado com inveja, corrupção, orgulho, mentiras?

Jesus, certa vez, fez uma comparação entre um Fariseu e um Publicano, ou cobrador de impostos, cujo povo tinha ojeriza.

Já o Fariseu, era homem respeitado pelo povo, conhecia as leis, as escrituras sagradas, era um líder religioso majoritário de seu tempo, um representante da igreja. (Lucas 18:9-17).

O Fariseu mostra-se orgulhoso de sua vida. Jejua duas vezes na semana e dá o dízimo de tudo o que possui. Porém, o publicano, apenas reconhece que é pecador…

Quem é justificado, honrado é o que se humilhou, o publicano.

Jesus reserva um capítulo inteiro para exortar os Fariseus. Mateus cap. 23 é todo utilizado para este fim. Mais uma vez vemos que na exortação Jesus alerta que estes colocam fardos pesados sobre os homens, não vivem o que pregam, fecham as portas dos céus as vidas, são condutores cegos, hipócritas.

Embora dêem o dízimo, orem, jejuem, nada daquilo tem valor perante Deus.

Na narrativa Bíblica vemos apenas dois homens, desta classe, os Fariseus, os membros do Sinédrio, que foram tocados pelas palavras do Mestre: Nicodemos, que além de procurar a Jesus no meio da noite para buscar conhecimento, também é este que irá preparar o corpo de Cristo para o sepultamento, levando especiarias. Não se preocupou com o que iriam pensar dele, o que falariam dele? O amor que ele nutria por Jesus falou mais alto do que seu orgulho pessoal, que seu prestígio, seus valores. Pois ele conheceu a verdade! (João 19:38-40)

José de Arimatéia pediu permissão para sepultar Jesus. Ele era membro do Sinédrio, e Lucas o descreve como homem bom e justo (Lucas 23:50-52).

Com tal atitude o deixaria fadado a nunca mais utilizar aquele túmulo. Pois nele fora sepultado um homem condenado. Era assim que era preconizado nas leis judaicas.

Porque ele fez isso?

Porque conheceu a verdade, e esta verdade mudou seus conceitos, inverteu seus valores, mudou sua vida. Não se importava mais com o que pensariam dele, pois importava que ele conheceu a Jesus e conheceu a verdade. E esta verdade o libertou de seus velhos conceitos. Rompeu paradigmas!

Curioso, que era esperado pelo bom senso comum, que quem deveria ter tomados estas providencias deveriam ser seus discípulos.

Mas, quem o fez foram justo os Fariseus, os que ouviram a verdade e foram lapidados por ela.

Deus usa pessoas e circunstâncias que jamais nossa razão limitada poderia supor…faz do fraco, forte.

Paulo, era homem culto, formado em uma das melhores universidades de seu tempo. Tinha prestígio, poder, dinheiro, notoriedade. Conheceu a Jesus, conheceu a verdade e foi transformado por ela.

Nada mais o separaria do amor de Deus, nada! O viver passara a ser Cristo!

Nele, Paulo podia todas as coisas! Fez grandes coisas. Milagres, saqueou o inferno, trouxe luz onde haviam trevas. Pagou o preço. Foi perseguido, pelos judeus, por falsos irmãos…Mas não desistiu. Não importava mais o que pensariam dele, pois ele conheceu a verdade e agora nada mais importava, a não ser propagar a verdade! Foi transformado por ela!

Paulo nos ensina os caminhos desta verdade, cuja estrada é o amor. Amor que o Mestre já havia ensinado que era a marca do Cristão verdadeiro.

“Nisso reconhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros”

Pautado neste amor, Paulo nos dá um ensinamento extraordinário. Pois a velha lei, já não existe mais. A maldição foi levada no madeiro. Temos uma nova aliança através do sangue de Cristo. E, agora há dois mandamentos fundamentais: “Amar e Deus acima de todas as coisas e amar ao próximo como a si mesmo.”

Quem ama dá o melhor! O melhor do tempo, da provisão…

Os Incas davam a vida de seus filhos para serem sacrificados em vulcões.

Escolhiam crianças entre 6 e 8 anos de idade. Os sacerdotes percorriam as vilas, e escolhiam as vítimas. As mães não podiam dar sinal de tristeza, pois tiveram seus filhos escolhidos pelos “deuses”.

Passavam então a ter uma dieta especial de carne e milho durante 6 meses, a fim de fortalece-las para a jornada a pé, por mais 6 meses e fim de percorrer 1.600 quilômetros até a base de um vulcão onde eram celebradas as cerimonias de sacrifício aos “deuses”.

Era preconizado que as crianças fossem acompanhadas de suas mães, a fim de que o laço materno as mantivessem vivas durante todo o percurso que era cheio de perigos: cobras, escorpiões, mosquito da palha – temido naquele tempo, pois sua picada causaria infecções graves.

Davam o melhor que tinham…davam a vida de seus próprios filhos!

Creio que todo pai, ou mão daria a vida pelos seus filhos. Mas não daria seu filho a morte. Os Incas faziam tal ato.

O que temos dado para Jesus? O melhor? Ou a sobra o resto?

Paulo nos ensina algo…

Quando forem recolher ofertas para os santos, dêem cada um segundo a sua prosperidade…(I Cor. 16:1-2)

Não há aqui taxas, valores preestabelecidos. Mas a mola que move os corações é o amor. Davi vai levantar fundos para a construção da casa do Senhor. Apenas diz uma frase: “Quem está disposto a consagrar-se hoje diante do Senhor?”. E sobejou!

Não houve discursos prolongados, não houve promessas estapafúrdias, não houve ameaças de maldições, apenas um pedido de consagração, movido pelo amor. Não se deixem enganar!

Moisés, da mesma forma. Não vemos discursos eloqüentes, efusivos, teatrais. Apenas o pedido de oferta especial para a construção do Tabernáculo. Sobejou!

Qual a chancela de Deus? Onde Deus está? Onde Ele realmente é adorado?

Nos cultos de milagres? Mas Simão mágico também fazia milagres…enganava muita gente. Do maior ao menor, do culto ao iletrado, do rico ao pobre. Foi batizado. Falsos profetas fazem sinais e prodígios para enganar…se possível até os eleitos!

Jim Jones não enganou a muitos? Mais de mil vidas se suicidaram por acreditarem em uma mentira. Acautelai-vos dos falsos profetas…que se dizem irmãos mas são roubadores, maldizentes…

Jesus fazia milagres, mas sua marca era o amor. Nisso reconhecerão que são meus discípulos, no amor!

Se após uma campanha de “milagres” você ouvir: “Não saia sem comprar a toalha santa, o óleo de Israel, o sal sagrado, a pedra que matou Golias, a água ungida do Jordão, a vassoura consagrada para varre o diabo de sua vida, etc.”

Jesus não está ali…Jesus expulsou os mercadores do Templo.

Se alguém for muito bom para pedir ofertas, tiver um discurso bem elaborado, articulado, prometer coisas em troca de valores já direcionados…fuja! Você está diante de um profissional da fé. Alguém treinado para te extorquir, te roubar, te enganar. O que move seu coração é o amor. Não ameaças, promessas vazias, unção disso ou daquilo.

Quem conhece a verdade ama a verdade abomina a mentira. Ama o que Deus ama e detesta o que Deus condena.

Seja sábio! Conheça a verdade, e ela guiará seus passos. Mudará sua vida, seus conceitos, seus valores. Não importará mais nada a não ser a verdade! Você será perseguido, banido, apedrejado, mas a verdade estará com você. Jesus estará com você.

Os escândalos virão…Jesus profetizou. Não olhe para eles. Pois ai daqueles pelos quais os escândalos vierem.

Olhe para Jesus e faça parte do remanescente fiel que não se curva aos homens, a mentira, a soberba.

Tenho vivido isso na pele a cada dia. E posso dizer que vale a pena seguir esta trilha estreita. Não há atalhos para Deus. Há um só caminho, o caminho da verdade que te conduzirá a vida em abundância.

Peço que continuem sempre orando por nossas vidas. Que o Pai renove nossas forças a cada dia, nos guarde em Seus estatutos.

Que não falte o pão sobre nossa mesa, nem humildade no coração. Que jamais venhamos a cair no laço de mentira da soberba.

Que jamais nos tornemos medíocres profissionais da fé. Que o Pai nos capacite a suportar os cravos, as perseguições, as injúrias, as difamações, os perigos, os açoites, as privações.

Que a Graça do Deus Pai continue a nos fortalecer a cada manhã, nos capacitando a realizar a Obra que nos foi confiada e que, a cada dia mais e mais vidas sejam levadas aos pés da Cruz através deste trabalho.

Que Deus, Todo Poderoso levante mais intercessores, mais amigos, mais aliados, mais mantenedores a fim de nos trazer a força do Alto, o renovo, o entusiasmo a cada dia.

Obrigado a todos que de alguma forma tem colaborado conosco e para o Reino de Deus a fim de propagar as boas novas. Nos ajudem, divulgando nosso site, o trabalho, os Seminários, os livros. Nos cubram com suas preces, sempre! Este é o combustível que nos move.

Conheça a verdade e ela te libertará!

 

Fonte: www.guia.com.br

Daniel Mastral é missionário, conferencista e escritor, tendo 15 livros publicados.

www.danielmastral.com.br

 

Irrepreensíveis Diante do Trono de Deus

Filed Under (Artigos) by Geração Maranata on 30-09-2010

Tag: ,

por David Wilkerson

“Estes são os que dentre os homens foram comprados (redimidos) como primícias para Deus e para o Cordeiro. E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis diante do trono de Deus” (Apocalipse 14:4-5).

A minha mulher e eu estávamos jantando com uma família amiga, uma senhora que conhecemos há muito tempo. De repente, no meio da refeição, a nossa amiga começou a verbalizar o tipo de raciocínio que tenho ouvido de cristãos por todo o país. Ela nos disse:

“Como sabem, o meu marido é protético ocular; ele faz e ajusta próteses para os olhos. Nós dois trabalhamos pesado a vida toda, e conseguimos economizar um pouco. Também fizemos um pequeno fundo para aposentadoria. Mas agora, bem quando estamos começando a pensar em nos aposentar, estamos vendo coisas que nos amedrontam. Os países em todo o mundo estão caindo em recessão econômica. O nosso país não consegue deixar de ser afetado por tudo isso. E há todo tipo de atos terroristas acontecendo; o meu esposo e eu não estamos mais agüentando ouvir essas notícias; toda vez que a gente pega um jornal, mais alguma coisa terrível está acontecendo em algum lugar. Sei que os cristãos não devem temer, mas é difícil não ter medo quando se vê tanta coisa ruim acontecendo. É uma luta cada vez que lembro da hipoteca e do pagamento do carro. Afinal, quem sabe se alguém vai comprar olhos de vidro quando a economia afundar? Tenho de combater estes medos diariamente. Me sinto mal até por sentir isso, pois sei que deveria estar confiando no Senhor. Mas francamente, a coisa está ficando tão terrível que está ficando difícil desviar a atenção disso”.

Acho que a nossa amiga estava expressando aquilo que multidões de outros sinceros cristãos têm vivenciado: a luta para não deixar o medo entrar em seus corações. Como ela, a maioria dos cristãos que escreve ao nosso ministério sente que a nossa nação está se desintegrando, e que algo sinistro está se formando no horizonte. Agora, quando ouvem as terríveis notícias do que está acontecendo no país e no globo, lutam para pelo menos poderem descansar na promessa do poder de Deus em guardá-los.

Muitos cristãos nos escrevem dizendo que não conseguem evitar sentirem-se sufocados por um temor muito humano. Acham que não estão preparados diante de uma circunstância de perigo que um colapso econômico produziria. Outros dizem que estão se preparando para sobrevivência física, pois estão convencidos de que um holocausto financeiro também levará ao caos social.

O fato é que não importa o quão corretos possamos ser, o quanto nossa fé possa ser forte – todas estas temíveis incertezas que chegam não deixam de afetar nossas emoções humanas. É tudo muito assustador. E a pior parte é que as coisas vão se tornar ainda mais terríveis nos dias à frente.

Mas para o cristão vitorioso, cujos pecados estejam cobertos pelo sangue de Jesus, há novidades muito boas. E creio que se mantivermos nossos olhos focalizando estas boas novas, meditando nelas dia e noite, má notícia alguma conseguirá nos perturbar. Cá está a boa notícia que Deus quer que saibamos: todos nós estaremos diante do trono do juízo.

Bem, se parece estranho a você eu chamar essa afirmação de “boa notícia”, eu compreendo. Mas a verdade é: se você é cristão, este tipo de notícia não deveria soar estranho a você de modo algum. Eu explico.

 

O Povo de Deus Tem um Bom Motivo Para Enxergar Além dos Tempos Difíceis

“Aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo” (Hebreus 9:27). Como as escrituras testificam, as nossas vidas sobre a terra são como a erva – um dia estamos aqui, crescendo e florescendo, e no dia seguinte estamos murchando segundo a estação do ano. Somos como o vapor da respiração que vemos nos dias frios: aqui um momento, e ausente no momento seguinte. E estou convencido de que um só instante na eternidade, e veremos o quanto os nossos medos e provações do momento foram não importantes e fugazes. Também veremos o quão perto o Senhor esteve conosco o tempo todo, cuidando de nós com Seu poder salvador e cuidados.

Nesse ponto, imagino que você esteja pensando, “Como achar que isso é notícia boa? Estou tentando livrar meu coração de todos os temores quanto à uma recessão econômica que está chegando, e de toda a violência que poderá se seguir. Mesmo assim você está me lembrando que vou morrer, ter de ficar diante do trono do juízo, e dar contas da minha vida. Você acha que isso me conforta? O dia de ficar diante do trono de Cristo será uma situação de terror. Teremos de dar conta de cada pensamento e de cada ato”.

Sei que muitos sinceros cristãos têm o mesmo sentimento quanto ao juízo. Eles tremem por dentro toda vez que se lembram desse dia que virá: “Como vou conseguir dar conta de todos os milhões de pensamentos pecaminosos e distanciados de Cristo que já tive? Como vou responder pelas milhares e milhares de palavras vãs que já disse? Como vou enfrentar todos os meus atos errados, os meus pecados por omissão, meu desapego, meus queixumes, a minha apatia, os meus pecados contra a luz, os pecados da minha mocidade? Como vou conseguir olhar para Jesus nos olhos naquele dia? E como não tremer de medo quando essa hora chegar?”.

Trago boas novas – novas gloriosas – que ajudarão a combater todas as notícias ruins que você tem ouvido. E creio que essas informações deixarão o seu coração e o seu espírito com paz, e mesmo jubilosos, em relação a tudo que virá sobre a terra. Eis as boas novas:

Se você se arrependeu de cada um de seus pecados, e está confiando em Jesus – crendo em Seu sangue purificador, submetendo-se diariamente ao senhorio dEle – então você ficará diante do Seu trono irrepreensível e sem medo. Na verdade, você será considerado diante de todos que estiverem presentes – de todo ser humano, de todos os anjos, de todos os demônios do inferno – como sendo a preciosa noiva de Cristo.

Espero poder lhe provar que você não terá de enfrentar nem um pecado sequer contra si, nem ser exposto por qualquer falha, mas que será capaz de se apresentar lá sem mácula.

Nenhum de seus pecados será mencionado. Antes, só as suas boas obras – incluindo a sua fé em Jesus Cristo – serão expressas às multidões reunidas.

 

No Dia do Juízo, Todas as Suas Obras Más Já Terão Sido Julgadas e Abolidas

Não quero entrar numa discussão sobre como exatamente será o julgamento – se haverá um ou dois julgamentos, ou outros assuntos deste tipo que os estudiosos bíblicos continuam a debater. (Alguns dizem que haverá um julgamento, enquanto outros sustentam que haverá dois; um para os crentes e outro separado para os demais. O grupo dos Puritanos e outros teólogos ao longo da História têm ensinado que haverá um julgamento geral, e que o tribunal de Cristo e o “julgamento do grande trono branco” são uma coisa só e única).

É suficiente dizer que todos nós precisamos dar conta de nossos atos, sejam eles bons ou maus. As escrituras nos dizem, “Deus há de trazer a juízo todas as obras, até as que estão escondidas, quer sejam boas, quer sejam más” (Eclesiastes 12:14). Pode-se dizer, “Mas você acabou de dizer que os pecados dos santos não serão mencionados. Como pode ser isso, se a Bíblia diz que toda obra, boa ou má, será levada a julgamento? Como se pode ficar sem medo diante de Deus se as nossas más obras serão trazidas à luz?”.

Temos de ter em mente, haverá dois grupos no julgamento: ovelhas e bodes. Estes dois grupos vão ficar diante do Senhor separadamente naquele dia, um grupo à direita e um à esquerda: santos e pecadores, filhos e escravos, os fiéis e os infiéis, os sábios e os estultos, os crentes e os incrédulos. E as más obras às quais são feitas referências, que serão expostas naquele dia, são apenas as dos ímpios.

As escrituras dizem que todos os maus atos deles serão trazidos à luz e expostos. Todo pensamento iníquo, todo desejo secreto, toda lascívia, toda imaginação vil, toda negação de Cristo, toda palavra de maldição – todos serão proclamados e julgados. Após tais atos ocultos terem sido tornados públicos, os que os cometeram seguirão à condenação eterna.

Por outro lado, nenhum mau ato dos justos será mencionado naquele dia. Pelo contrário, todas as coisas boas em relação às suas vidas serão trazidas à luz: todo pensamento santo, todo ato de caridade, toda obra sacrificial. O nosso Senhor tornará conhecido aos presentes todo clamor do coração, todo pedaço de pão dado aos famintos, toda roupa dada aos que passavam frio ou estavam nus. Ele exporá tudo que for bom. E esse será um momento glorioso.

O fato é que, ao estar diante de nosso Senhor no julgamento, estaremos completamente nEle. Isso quer dizer que tudo que já fizemos na vida, incluindo qualquer pecado que alguma vez tenhamos cometido, já estará coberto por Seu sangue e nunca será mencionado outra vez. Em resumo, não há condenação ao justo – nenhuma. Jesus nos diz, “Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas, passou da morte para a vida” (João 5:24). A palavra em grego para condenação aqui é “juízo”. Jesus está dizendo basicamente, “Se você crer em Mim, não irá a julgamento. Pelo contrário, passará da morte para a vida”.

Realmente, as escrituras nos dizem de capa à capa que uma vez o Senhor tendo perdoado os nossos pecados, Ele os apaga da memória:

“Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro” (Isaías 43:25).

“Desfaço as tuas transgressões como a névoa e os teus pecados, como a nuvem; torna-te para mim, porque eu te remi” (Isaías 44:22).

“Pois perdoarei as suas iniqüidades e dos seus pecados jamais me lembrarei” (Jeremias 31:34).

“Pois, para com as suas iniqüidades, usarei de misericórdia e dos seus pecados jamais me lembrarei” (Hebreus 8:12).

“Esta é a aliança que farei com eles, depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei no seu coração as minhas leis e sobre a sua mente as inscreverei, acrescenta: Também de nenhum modo me lembrarei dos seus pecados e das suas iniqüidades, para sempre” (Hebreus 10:16-17).

“Tornará a ter compaixão de nós; pisará aos pés as nossas iniqüidades e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar” (Miquéias 7:19).

Cá estão abundantes boas novas para todo cristão que alguma vez tenha se esforçado ou batalhado para mortificar os feitos da carne em sua própria força. Isso inclui você? Quantas vezes você já tentou agüentar o tranco e mostrou vontade de progredir em direção à vitória na vida cristã? Quantas promessas já fez a Deus apenas para quebrá-las? Quantas vezes tentou agradá-Lo lutando contra suas paixões e hábitos, só para falhar outra vez?

Cá estão as suas boas novas, registradas no livro de Miquéias: “Eu, o Senhor, dominarei todas as tuas transgressões!”. A palavra de Deus nos dá imagem após imagem nestas passagens de como Ele remove os nossos pecados da memória: Ele os risca. Ele não se lembra mais deles. Ele os enterra no fundo do mar. Ele os aniquila, querendo dizer que os caça e captura. Isaías até diz que Deus pega as nossas transgressões e as joga para trás: “Lançaste para trás de ti todos os meus pecados” (Isaías 38:17). Isso quer dizer que Deus nunca mais irá olhar para os nossos pecados, ou tomar conhecimento deles de novo.

Agora vou lhe perguntar: se Deus esquece os nossos pecados, por que eu e você não fazemos isso? Por que sempre permitimos que o Diabo fique cavoucando a podridão e a lama do nosso passado, e as lancem em nossa cara, quando todos os nossos pecados já estão cobertos pelo sangue de Cristo? O poder purificador e perdoador do sangue de Jesus abrange absolutamente tudo. Ele cobre as nossas vidas inteiras.

 

Todos os Livros Serão Abertos e Examinados Naquele Dia

João registra em relação ao julgamento: “Vi um grande trono branco e aquele que nele se assenta, de cuja presença fugiram a terra e o céu, e não se achou lugar para eles. Vi também os mortos, os grandes e os pequenos, postos em pé diante do trono. Então, se abriram livros. Ainda outro livro, o livro da vida, foi aberto. E os mortos foram julgados, segundo as suas obras” (Apocalipse 20:11,12).

Note que João diz que há vários livros, e há também um livro no julgamento. O que são os primeiros livros? São registros da vida de cada pecador que está diante do Juiz. Veja, todo incrédulo tem um livro de obras e atos que está sendo escrito no céu. Cada página do seu livro é um registro de como ele vive. Você consegue imaginar como será, para o transgressor, quando ele se colocar em pé diante do Senhor naquele dia? Todo pensamento, cada palavra ou ato de sua vida será mostrado abertamente, e exposto por sua iniqüidade.

Mas para os justos, haverá apenas o livro da vida. E quando esse livro for aberto, não ouviremos uma palavra, um prestar de contas, o registro sequer de um único pecado ou falha de qualquer pessoa do povo de Deus. Por que? Porque todos os seus pecados estão cobertos pelo sangue de Jesus. A única coisa que aparecerá naquele livro serão os nossos nomes. Na verdade, conterá os nossos novos nomes, celestiais, e o próprio Deus vai nos revelar quais são os nossos novos nomes.

Como os nossos nomes são registrados no livro da vida? Eles são registrados no momento em que cremos, de todo nosso coração, que Jesus Cristo derramou o Seu sangue por nós. Acontece quando declaramos a vitória da Sua cruz e nos decidimos a buscá-Lo de todo coração, mente, alma e força, nos submetendo ao Seu senhorio em todas as coisas.

Além disso, Deus oferece um maravilhoso presente a todos que foram culpados de terríveis pecados “escarlata”: cujos atos foram sangrados com o fedor do inferno… que abusaram seus corpos com álcool, drogas, perversões, fornicações… que ficam vermelhos de vergonha quando se lembram do passado…que engolem em seco quando pensam em quão perto chegaram de cair de cabeça no inferno. A promessa de Deus a eles é a de que podem ficar seguros – com grande júbilo, no dia do juízo, sem um traço de medo. Ele garante: “Ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a lã” (Isaías 1:18). Havendo se arrependido e abandonado seus pecados, confiando em Sua graça perdoadora, eles foram reconciliados com Ele pela fé.

Não importa como é o seu passado, Deus não lhe vê mais como você era. Você deixou de ser um viciado aos Seus olhos. Você não é mais alcoólatra, adúltero, prostituta, sonegador de impostos, um bandido do crime organizado. Pelo contrário, você foi transformado em Sua preciosa, amada e imaculada noiva. E Ele está aguardando sua presença na jubilosa ceia das bodas, onde será juntado ao noivo.

Me diga, será que um noivo antecedendo ao dia do casamento de repente iria acusar sua noiva de iníqua no julgamento? Nenhum noivo faria isso. Pode-se perguntar, “Mas Jesus não vai julgar toda iniqüidade? Ele não vai julgar o pecado?”. Sim, Ele vai. Mas o Cristo que você vai encontrar naquele dia é o mesmo Cristo que o chamou, o salvou, o perdoou, o comprou com Seu próprio sangue, o purificou, marcou sua testa como propriedade dEle, e intercedeu por você todos estes anos.

Ao se colocar diante de Jesus, você O verá como seu marido, seu redentor, seu amigo, seu advogado, como ainda seu intercessor. E, naquele momento, você estará completamente nEle. Você aparecerá sem culpa, sem mácula ou ruga, santo e inculpável. “E a vós outros, que estáveis mortos pelas vossas transgressões e pela incircuncisão da vossa carne, vos deu vida juntamente com ele, perdoando todos os nossos delitos” (Colossenses 2:13). “Àquele que é poderoso para vos guardar de tropeços e para vos apresentar com exultação, imaculados diante da sua glória” (Judas 24).

Somos o corpo de Cristo: osso do Seu osso, carne da Sua carne. Você acha que Ele vai mutilar o Seu próprio corpo na frente das hostes de demônios e dos ímpios reunidos diante do trono de Deus? Não, jamais. Ele vai amar e cuidar de nós que compreendemos o Seu corpo. Ele não vai de repente decepar um membro naquele dia. Além disso, Jesus é a pedra angular e o alicerce de toda a igreja. Você acha que Ele vai remover a Si próprio deste edifício, e derrubar toda essa construção após ter lhe colocado nela tão estrategicamente?

É impossível.

Finalmente, quero lhe oferecer a palavra de Deus para dissipar completamente qualquer medo remanescente quanto a estar diante do tribunal de Cristo, para que daqui para frente você possa antegozar aquele dia com grande júbilo e ação de graças.

 

A Bíblia nos dá Três Razões Irrefutáveis Pelas Quais Não Temos Motivos Para Temer, Mas Todos os Motivos Para nos Alegrar No Vindouro Dia do Juízo

1. Medo não é compatível com todas os maravilhosos relacionamentos que o Senhor proclamou em Seu amor por nós. Deus definiu quem Ele é para nós, e esta definição não é compatível com medo. Por todas as escrituras Ele descreve todas as facetas do Seu relacionamento conosco: Ele é o nosso pai, nosso irmão, nosso amigo, nosso noivo, o nosso cabeça, o nosso esposo, nosso advogado, o nosso redentor, o nosso provedor, o nosso refúgio, o nosso pastor e muito mais.

Ele estabeleceu todos estes gloriosos relacionamentos conosco através da cruz. E agora Ele nos encoraja a saber, “Isto é quem Eu sou para vocês”. Você acha que Ele vai de repente apagar todos estes relacionamentos com o Seu povo no dia do juízo? Nunca. Como um pai pode rejeitar a sua prole na hora de acertar as contas deste filho? Mesmo na hora em que o livro da vida estiver sendo aberto, Ele será ainda o seu pai, o seu advogado, o seu intercessor. Nada pode tirar esse relacionamento de você.

2. O medo não pode estar presente no dia da sua restituição e coroação. “(O Senhor) não nos trata segundo os nossos pecados, nem nos retribui consoante as nossas iniqüidades… Quanto dista o Oriente do Ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões” (Salmo 103:10,12). A nossa mente não consegue começar a avaliar quanto dista o oriente do ocidente. E esse é o ponto de Deus nesse versículo: Ele removeu os nossos pecados além da nossa capacidade de alguma vez chamá-los de volta.

Você pode estar se perguntando porque estou chamando o dia do juízo de Deus de nosso dia de coroação. É porque Isaías diz o seguinte sobre esse dia: “Como o noivo se alegra da noiva, assim de ti se alegrará o teu Deus” (Isaías 62:5). Ao ficar diante do seu Senhor então, você reconhecerá os Seus olhos de amor por você. Então, diante de toda a multidão de transgressores, Ele o receberá para abraçá-lo, Sua noiva. Eu lhe pergunto: como ter medo quando o seu Senhor estiver fitando-o com amor e alegria? Você será a menina dos olhos dEle.

3. O Senhor, Ele próprio, não fará menos do que aquilo que requer de nós aqui na terra. Deus não requer nada de nós em Seus mandamentos que não esteja, Ele mesmo querendo fazer. E uma destas coisas que Ele requer é esconder, cobrir e perdoar os pecados de nossos irmãos e irmãs. “Se teu irmão pecar [contra ti], vai arguí-lo entre ti e ele só. Se ele te ouvir, ganhaste a teu irmão” (Mateus 18:15).

Creio que se houver um tribunal separado para os cristãos, como alguns ensinam, essa é a área da vida no qual terá lugar. Deus é ofendido quando expomos as fraquezas e enfermidades de outros santos, especialmente diante dos olhos dos ímpios. E acredito que esse julgamento deve ser um encontro privado, um a um, íntimo. Jesus irá nos dizer amorosamente:

“Não posso permitir que você traga essa bagagem consigo. Quero mostrar o que você deixou de ganhar na terra, e como algumas de tuas obras foram feitas na carne sem o Meu Espírito. Sim, você é Minha preciosa noiva, e não existe senão glória lhe aguardando à frente. Você está sob a cobertura do Meu sangue, sem uma mácula ou ruga sequer. Mas todas as tuas obras feitas na carne devem ser queimadas”.

Isso será feito apenas para glorificar a Sua misericórdia. Iremos ver todos atos passados de nossa carne queimando como testemunho de Sua graça. Que momento glorioso de júbilo na misericórdia mostrada a nós.

A Sua palavra já nos diz, “A discrição do homem o torna longânimo, e sua glória é perdoar as injúrias” (Provérbios 19:11). “A glória de Deus é ocultar certas coisas” (25:2). E, privativamente em algum momento daquele dia, Jesus vai nos mostrar como Ele cobriu e perdoou nossos pecados, quando menos merecíamos. Ele vai nos revelar como unicamente a Sua misericórdia e Sua graça permitiram que passássemos da morte para a vida. “Não se terá lembrança de nenhuma das ofensas que cometeu” (Ezequiel 18:22). Os nossos pecados estão para sempre apagados pelo Seu sangue, para nunca serem mencionados de novo. E assim deveria ser a nossa atitude em relação aos nossos irmãos e irmãs que nos ofenderam.

 

Eu Lhe Trouxe Essa Mensagem Para Ancorar a Sua Alma E Prepará-lo Para Qualquer Calamidade Nos Dias Negros Que Chegam

Martinho Lutero, no ápice de todas as suas provações testificou: “Senhor, agora que tudo me perdoastes, faça comigo como quiseres”. Lutero estava convencido de que um Deus que podia apagar todos os seus pecados e salvar sua alma, poderia certamente cuidar do seu corpo físico e de suas necessidades materiais. Basicamente, Lutero estava dizendo:

“Por que eu deveria temer o que o homem possa me fazer? Sirvo um Deus que pode remover toda a minha iniqüidade e trazer paz à minha alma. Não importa se ao meu redor tudo está em frangalhos. Se o meu Deus é capaz de me salvar e guardar a minha alma para a eternidade, por que não seria capaz de cuidar do meu corpo físico enquanto estou na terra? Oh, Senhor, agora que estou perdoado, e apto para estar diante de Ti no dia do juízo com exultação, faça comigo como quiseres”.

Prezado irmão, exulte.

Essa vida de agora não é a realidade definitiva.

A nossa realidade é a vida eterna na presença de nosso bendito Senhor.

Então guarde a fé.

As coisas estão afundando – mas nós estamos indo para o alto!

Maranata!

 

www.tscpulpitseries.org

 

Está na Hora da Colheita!

Filed Under (Artigos) by Geração Maranata on 27-09-2010

Tag:

Por David Wilkerson

"Vendo ele as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam aflitas e exaustas como ovelhas que não têm pastor. E, então, se dirigiu a seus discípulos: A seara, na verdade, é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, pois, ao senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara" (Mateus 9:36-38).

Jesus declara, "Os campos estão maduros, e a colheita é abundante. Está na hora de começar a colheita". Naquele momento, a grande e última colheita espiritual começou. Começou como colheita dentre os judeus e gentios da geração de Jesus. E essa mesma colheita vai durar até a volta de Cristo.

Quando leio essa passagem me pergunto: o quê Jesus viu naquele tempo que O levou a dizer, "A colheita está pronta, está na hora de colher"? Será que Ele viu um despertamento espiritual em Israel? Estaria havendo um avivamento nas sinagogas? Os sacerdotes estavam se voltando a Deus? Os escribas e fariseus estariam se vendo convencidos de culpa diante de Deus? Que prova havia de que a colheita estava madura?

Os evangelhos não revelam muitas evidências de algum mover espiritual em direção a Deus. Se é que revelam algo, mostram o oposto. Jesus era zombado nas sinagogas; os líderes espirituais do país O rejeitavam, questionando Sua integridade e divindade; uma multidão religiosa tentou lançá-Lo sobre um penhasco. E o próprio Cristo repreendeu as cidades de Israel por não se arrependerem diante de Sua mensagem: "Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida, Tiro, Sidom! Ai de ti, Cafarnaum!".

Já as multidões, estavam confusas em caótico desespero. As escrituras nos dizem, "Quando as viu… estavam aflitas e abatidas, como ovelhas sem pastor". Era uma sociedade cheia de medo, opressão, depressão; as pessoas corriam de um lado para o outro como um rebanho disperso, procurando ajuda em qualquer lugar onde pudessem ir. Ainda assim foi nesse tempo de grande aflição que Cristo declarou, "Os campos estão maduros, e a colheita é farta".

Você acha que as palavras de Jesus quanto a uma ceifa madura se aplicam hoje? Onde vemos evidências de os campos estarem brancos e prontos para serem colhidos? As nações estão se arrependendo? Está havendo um grande mover em nossa sociedade? E a igreja organizada está despertando? Os líderes religiosos estão famintos por avivamento, buscando novamente Cristo? Há um grito por santidade nessa geração?

Com poucas exceções, não vejo nada disso acontecendo. Contudo, não foi nenhuma dessas coisas que tocou Jesus em Seu tempo. Antes, Ele foi tocado pela triste situação que via por todo lado. Para todo lado que olhava, as pessoas estavam batidas pela agonia.

Em verdade, ao olhar sobre Jerusalém, Ele chora. Suas lágrimas foram pela dureza e pela cegueira espiritual que viu lá. Lá estava um povo a caminho do juízo, sem paz, só com temor e depressão. E Ele profetizou em cima desta cena, "A sua casa será assolada".

Jesus na verdade nos dá um quadro de como seriam os últimos dias. Ora, esse período começa na Sua ascensão, e acaba somente quando Ele volta. Estamos muito perto disso agora. E Jesus o descreve aos discípulos quando Lhe perguntam quais sinais deveriam buscar. Eles queriam saber a situação das coisas ao se aproximarem aqueles que seriam definitivamente os últimos dias.

Cristo respondeu falando de fomes, terremotos, tribulações, nações divididas. Falsos profetas e falsos cristos enganariam a muitos e levariam multidões a se apostatarem. Os crentes seriam odiados apenas por mencionarem o nome de Cristo. E o amor de muitos esfriaria, com alguns se desviando devido ao ousado crescimento do pecado e da corrupção.

"Haverá…angústia entre as nações em perplexidade por causa do bramido do mar e das ondas; haverá homens que desmaiarão de terror e pela expectativa das cousas que sobreviverão ao mundo; pois os poderes dos céus serão abalados" (Lucas 21:25-26). Resumindo, Jesus está descrevendo aqui o período mais cheio de ansiedade, depressão e pressões de todos os tempos.

Então, estarão Suas profecias acontecendo agora mesmo, diante de nossos olhos? Pense nisso: esta geração está cheia de ansiedade e preocupações. Multidões se atemorizam observando desastres incríveis ocorrendo: furacões, terremotos, tsunamis, desmoronamentos. Nações inteiras tremem de medo diante da ameaça do terrorismo. E a síncope cardíaca é o assassino número um no mundo atualmente. Falsas religiões, falsos profetas, falsos cristos estão desviando a muitos. Milhões de pessoas estão se voltando para o Islamismo, e nação após nação sendo infiltrada pelos muçulmanos. Alguém teria de estar em total negativismo se não visse que tudo que pode ser abalado nesse momento, está sendo abalado.

Em meio à essa reviravolta e agitação, ouço as palavras de Jesus: "Os campos estão brancos. A colheita é abundante". Estou convencido de que Ele está dizendo à igreja: "As pessoas estão prontas para ouvir. Essa é a hora de crer para a colheita. Chegou o momento de você começar a colher".

Cristo é o Senhor da colheita. E se Ele declara que a ceifa está preparada, temos de acreditar. Não importa o quão corrupta esta geração se torne. Não importa o quão poderoso Satanás pareça ter se tornado. O nosso Senhor está nos dizendo: "Pare de se concentrar nas dificuldades ao redor. Pelo contrário, levante os olhos. Chegou a hora de você ver que a colheita é chegada".

Jesus Compreendeu o Coração do Homem, Sabendo que Nos Esquecemos de Deus em Tempos de Prosperidade

Cristo sabia que em tempos de pressão e calamidades, as pessoas são forçadas a enfrentar a eternidade. Sofrimento, medo e períodos difíceis amadurecem o povo para ouvir e receber o evangelho. Veja o contexto de Suas palavras: "Vendo ele as multidões…porque estavam aflitas …E então, se dirigiu a seus discípulos: A seara, na verdade, é grande" (Mateus 9:36-37).

Essa verdade tem sido demonstrada ao longo de toda a história do povo de Deus. Moisés repreendeu sua geração dizendo, "Deus guiou vocês. Aumentou os seus números. E grandemente os abençoou, lhes dando campos verdejantes, mel, manteiga, leite, ovelhas, óleo, frutas. Mas vocês se enriqueceram e se rebelaram. Vocês subestimaram a Rocha da sua salvação, e A desprezaram".

"Mas, engordando-se o meu amado, deu coices; engordou-se…abandonou a Deus, que o fez, desprezou a Rocha da sua salvação" (Deuteronômio 32:15).

As escrituras nos dizem que Israel foi rebaixado após isso. Contudo, na tribulação, eles invocaram o Senhor, e Ele os livrou: "Então, na sua angústia, clamaram ao Senhor, e ele os livrou das suas tribulações" (Salmo 107:6).

Veja também o testemunho de Davi: "Laços de morte me cercaram, torrentes de impiedade me impuseram terror. Cadeias infernais me cingiram, e tramas de morte me surpreenderam. Na minha angústia, invoquei o Senhor, gritei por socorro ao meu Deus. Ele do seu templo ouviu a minha voz, e o meu clamor lhe penetrou os ouvidos" (Salmo 18:4-6).

Problemas, angústias e perplexidade sempre geraram gritos de socorro. Esse tem sido o padrão ao longo dos séculos. Você se lembra o que aconteceu após a queda das torres gêmeas em Nova York: as igrejas ficaram abarrotadas. Reuniões de oração foram promovidas no Estádio Yankee. Líderes do Congresso se reuniram nos degraus do Capitólio em Washington, orando e cantando, "Deus Salve a América". Por uma temporada, Deus foi o assunto do país. O medo e a pressão fizeram as pessoas pensar em encontrar a verdade. E isso resume a lei da colheita:

 

QUANTO MAIS NEGROS OS DIAS, MAIS BRANCA É A COLHEITA.

Na Indonésia e no Sri Lanka, muçulmanos radicais tinham se recusado a permitir que qualquer estranho entrasse no território. Mas após a tragédia do tsunami, muitos abriram as portas para obreiros cristãos de apoio. Por que? Porque Deus viu campos que estavam brancos e prontos para a ceifa.

O fato é: país algum está fechado para Cristo. E povo algum é inalcançável. Poder religioso algum sobre a terra pode parar a colheita. É por isso que Jesus diz para não temermos, mesmo que os montes caiam no mar.

Pense nos cataclismos ocorridos na história mundial recente. Os comunistas na Rússia acharam que tinham livrado seu país de Deus. Mas Jesus teria lhes dito, "Vocês apenas conseguiram ajudar a colheita". Cristo está vivíssimo e operante hoje na Rússia.

A China também tentou proibir Deus, apenas para amadurecer uma colheita de milhões de crentes. Recentemente, a Ucrânia saiu de mãos corruptas, e está sendo dirigida por um homem que fala de Cristo. O jornal New York Times agora chama a Bielorússia de o país mais dominado por comunistas de toda a terra, contudo os cristãos de lá estão orando para que essa nação seja a próxima. Deus viu todos estes campos como brancos para a ceifa!

Esse Mesmo Princípio Foi Verdadeiro ao Longo de Toda História de Israel

Quando Moisés disse ao faraó, "Deixe ir o meu povo", foi porque Deus havia anunciado tempo de colheita. Tinha chegado a hora de Israel se libertar do cativeiro. Mas o faraó respondeu, "Quem é o Senhor para que lhe ouça eu a voz e deixe ir a Israel? Não conheço o Senhor, nem tampouco deixarei ir a Israel" (Êxodo 5:2).O faraó representa o sistema demoníaco de Satanás, incluindo as falsas religiões e a opressão que prende o povo em cativeiro.

Antes que Israel pudesse ser liberto, os poderes das trevas teriam de ser abalados. Então Deus atacou o Egito com nove calamidades naturais. Mas essas nove tragédias apenas endureceram o coração do faraó. Finalmente, veio uma calamidade tão devastadora, que todos no Egito – desde o governo até os cidadãos comuns – souberam que não se tratava apenas de a natureza fora de controle. Era Deus falando. O Senhor havia enviado um anjo da morte. E uma noite, o filho mais velho de toda família egípcia morreu. O filho do faraó foi incluído entre eles.

Bem no dia seguinte, Israel desfilou saindo do Egito. Cá estava a ceifa vinda imediatamente antes do juízo. Séculos depois, quando Jesus anunciou a colheita madura em Jerusalém, Ele sabia que o juízo estava preste a vir. Alguns anos após, o general Tito e seu exército invadiriam a cidade, e 1.200.000 pessoas seriam mortas. Muitos seriam presos à cruzes, e a própria cidade seria queimada. É por isso que Jesus advertiu Sua geração: "Vocês dizem que faltam quatro meses para a ceifa. Mas lhes digo, a colheita tem de começar agora. Vocês precisam estar na vontade de Deus, pois a maior calamidade está às portas. Eu os estou comissionando para terminarem a Minha obra. O tempo de começar a colheita é hoje".

Como Jesus descreveu a calamidade que viria? "Porque nesse tempo haverá grande tribulação, como desde o princípio do mundo até agora não tem havido, nem haverá jamais" (Mateus 24:21). Porém, antes dessa calamidade chegar, haveria a hora da colheita.

O Conceito de "Colheita" Foi Básico Para o Movimento de Crescimento da Igreja dos Anos 80

Há mais de duas décadas, os especialistas em crescimento da igreja começaram a se concentrar em novos métodos para produzir a colheita. Declararam, "A igreja deixou de ser relevante para a sociedade moderna. Está muito tradicional, inatingível, e precisa ser atualizada. Temos de nos tornar mais contemporâneos. Não podemos mais nos dar ao luxo de pensar pequeno".

Então os anos 80 foram proclamados como sendo "A Década da Colheita". E a partir daí nasceu o movimento "sensibilidade com aqueles que procuram", das mega-igrejas. Quase da noite para o dia, igrejas enormes começaram a brotar por todo o país. Muitas destas igrejas de repente tinham membros aos milhares ou dezenas de milhares. Algumas construíram dependências lembrando shopping centers, incluindo restaurantes e outras conveniências.

O que era chamado de "pensar pequeno" foi substituído pelo raciocínio corporativo. Os princípios morais das pessoas não deveriam mais ser desafiados. Pelo contrário, a igreja deveria se tornar "centrada nas necessidades", ministrando às necessidades das pessoas segundo estas indicavam em pesquisas.

Os cultos de adoração incorporaram as tecnologias mais recentes, "modernizando" a música e oferecendo produções teatrais. Os pastores ilustravam os sermões com clips dos filmes mais recentes, alguns destes filmes com restrições a menores de 17 anos segundo a lei americana. Parecia que a grande colheita estava a caminho.

Mas a "Década da Colheita" provou estar sendo construída sobre o alicerce errado. Um pastor chamado William Chadwick dirigia uma igreja que teve sucesso com esses princípios. Mas com o tempo, começou a sentir-se culpado por estar tão concentrado em números. Ele escreveu um livro chamado "Stealing Sheep" (roubando ovelhas), no qual cita estatísticas alarmantes.

O aspecto mais notável foi que, em dez anos, não houve crescimento apreciável entre as igrejas evangélicas. Pelo contrário, as mega-igrejas foram constituídas, em sua maioria de transferências de igrejas menores. As pessoas iam a busca da nova adoração estimulante e moderna, e da programação alimentar para os bebês. Muitos destes que "mudaram" eram pentecostais.

Pior, o movimento das mega-igrejas teve um efeito terrível sobre as igrejas menores. Estas não tinham os recursos para competir com igrejas gigantescas, que ofereciam todos os tipos de avanços e rebuscamento com sua programação centrada nas necessidades. Lentamente, o número das igrejas menores foi diminuindo, e muitas acabaram fechando as portas.

Um recente estudo feito pelo respeitado Grupo de Pesquisas Barna mostra que a igreja não só está estagnada, como está piorando. Um fato alarmante é que o número de jovens que freqüenta a igreja agora é menor do que antes. Simplificando, o movimento de crescimento da igreja acabou indo para trás em vez de para frente.

Finalmente, há uma estatística que me assusta mais do que qualquer outra. Ou seja, só um número diminuto de cristãos alguma vez ganhou uma alma para Cristo. Isso atualiza as palavras de Jesus de que "os trabalhadores são poucos".

Em toda cidade por onde viajo atualmente, os pastores me perguntam como construir uma igreja forte, que cresça. Olho essas cidades, e vejo vizinhanças pobres, assustadas com as pessoas oprimidas pelo pecado. Sei que Deus promete nos capacitar como ministros, se simplesmente entrarmos nesses campos de colheita que estão por perto, para colher almas. Pode-se construir uma grande igreja com estes pobres e fracos que estão sendo libertos do cativeiro de Satanás.

Alguns anos atrás, encontrei a colheita madura no gueto. Aconteceu quando fui às redondezas onde viviam os líderes das gangues, os viciados, as viúvas pobres, os alcoólatras e as prostitutas. Agora, alguns dos mais fortes ganhadores de almas que conheço são antigos membros de gangues como Nicky Cruz (http://www.nickycruz.org). Por todo o mundo, eles estão ganhando multidões para Cristo.

Imagine a Cena No Último Dia que Jesus Passou na Terra

Suponhamos que um pouco antes da ascensão de Jesus – ao antever a igreja e a colheita antes de Sua volta – Ele previsse uma queda. Sua alma então sofre, pois vê a apostasia crescente. Em vez da ceifa dos campos brancos, o Seu povo gasta o tempo e a energia procurando o sucesso do mundo e coisas materiais.

Então Jesus diz ao Pai, "Eles não vão fazer a colheita. Os campos brancos permanecem adormecidos. Enviarei um exército de anjos para fazer a ceifa". O Pai concorda, e subitamente milhares de seres celestiais aparecem na terra, irradiando um brilho sobrenatural. A cena seria tremenda: entes de um outro mundo vestidos de glória, pregando nas igrejas e em público. São vistos sendo entrevistados pelos repórteres dos jornais, do rádio e da TV. Falam da cruz, da ressurreição, da ascensão, do amor de Cristo, e do juízo final que virá. E falam com tanta eloqüência e convicção que todos ficam encantados. Eles são como muitos Jonas buscando e prevenindo o mundo.

Agora suponha que em pouco tempo, estes mesmos anjos radiantes fiquem cativados pelo mundo que os rodeia. Fiquem ligados em alimentos finos, bens materiais, riqueza e segurança. E logo comecem a aspirar e a se esforçar por sucesso, fama e fortuna. Em pouco tempo, ficam com inveja um do outro, mostrando raiva, orgulho, cobiça. Em outras palavras, ficam iguaizinhos à igreja de hoje!

Pergunto, que influência eles teriam no mundo? Como poderiam produzir uma colheita, estando tão presos ao mundanismo? O testemunho deles seria tornado nulo. E seriam esvaziados de todo poder espiritual, e vagariam desencorajados, com medo e dúvidas.

Diga, por que alguém haveria de querer o meu evangelho me vendo nesse estado, estressado e sem alegria? Por que iriam crer na mensagem de que "Jesus é suficiente, o meu tudo, o meu sustentador", se sempre estou temeroso, preocupado, sem paz?

Ninguém iria ouvir uma palavra minha. Antes, se perguntariam, "Que diferença produz o teu Cristo? Ele não parece ser um bom médico, se você está sempre desse jeito".

Amado, o nosso semblante conta. Ouça o que Cristo diz de Sua noiva, em Cantares: "Pomba minha…mostra-me o teu rosto, faze-me ouvir a tua voz, porque a tua voz é doce, e o teu rosto, amável" (Cantares 2:14). Cristo está nos dizendo basicamente, "Quero ver o teu sorriso". Essa é a descrição da tua fisionomia?

Não é Necessário Fazer Suposições Quanto ao Porque de Não Vivenciarmos Uma Grande Colheita de Almas

Jesus pôs a coisa de maneira simples: "A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos". Mas, por que há tão poucos trabalhadores? As igrejas agora estão empanturradas de crentes que dizem ser Cristo a razão de suas vidas. Milhões de dólares são gastos na construção de centros de adoração por todo lado.

A verdade é, se não somos capazes de colher almas – se as nossas vidas não refletem o poder transformador do evangelho que pregamos – então já anulamos a nós mesmos como trabalhadores. O nosso caminhar com Cristo deveria oferecer prova ao mundo de que as promessas de Deus são verdadeiras. Como obreiros, somos os instrumentos de ceifa nas mãos do Senhor. Nos dias de Cristo, esse instrumento era uma foice – uma lâmina comprida, curva, e com um cabo longo. Era forjada pelo ferreiro, que a punha no fogo, e a seguir sobre a bigorna onde a golpeava e moldava sua forma. Então todo o processo era repetido várias vezes, até que a lâmina cortante estivesse afiada e dura.

O paralelo é claro. Deus está forjando trabalhadores. Ele não está simplesmente golpeando o pecado. E esse processo de forja explica porque os trabalhadores são poucos. A maioria dos freqüentadores de igreja são como os milhares que foram voluntários a ir com Gideão no Velho Testamento. Deus viu o medo em muitos deles, sabendo que não suportariam o fogo, os golpes, a dureza. E dentre os milhares que seguiram Gideão, só trezentos foram escolhidos.

O mesmo acontece hoje. Os que são verdadeiramente chamados à colheita são chamados a suportar o refinamento, os fogos usados para dar a forma, e o martelar contínuo. Mas não muitos o conseguem.

 

Os Discípulos Foram Capacitados Por Deus em Sua Missão

Onde os discípulos começaram o ministério? Segundo essa passagem, Jesus os enviou aos oprimidos, aos pobres, aos dobrados sob o pecado e o cativeiro, sob hábitos que controlavam suas vidas.

Penso no ministério Desafio Jovem para recuperação das drogas e do álcool, com seus 500 centros pelo mundo. E penso nos números de outros ceifeiros que foram para outros países, e têm visto milagres de salvação ao ministrar junto aos mais necessitados, aos mais pobres, às pessoas mais presas ao diabo.

Eles estão começando a ceifar exatamente onde Jesus iniciou Sua colheita: entre as ovelhas perdidas, entre os cativos, os de coração partido, os prisioneiros, os leprosos, os cegos, os pobres, os que choram, os de coração pesado, os oprimidos, os transtornados.

Veja as palavras de Paulo: "Irmãos, reparai, pois, na vossa vocação; visto que não foram chamados muitos sábios segundo a carne, nem muitos poderosos, nem muitos de nobre nascimento; pelo contrário, Deus escolheu as cousas loucas do mundo para envergonhar os sábios e escolheu as cousas fracas do mundo para envergonhar os fortes; e Deus escolheu as cousas humildes do mundo, e as desprezadas, e aquelas que não são…a fim de que ninguém se vanglorie na presença de Deus" (I Coríntios 1:26-29).

Prezado irmão, Jesus sabia o quê iríamos enfrentar nesses últimos dias: uma geração impregnada de pecado mais do que qualquer outra…estresse e solidão como nunca antes vividos pelo homem…tragédias financeiras, divórcio desenfreado, homossexualismo militante, imoralidade que provocaria rubor até no pior dos pecadores há só trinta anos atrás.

É por isso que Cristo busca trabalhadores que tenham se submetido aos fogos e tenham sido forjados. Ele quer um povo que se levante diante do mundo e proclame: "Deus está comigo! Satanás não pode me deter. Dê só uma olhada para a minha vida; passei por um fogo após outro, moído inúmeras vezes. Mas em tudo isso fui mais do que vencedor através de Cristo, que vive em mim. O que tenho pregado funcionou para mim. Sou uma prova viva de que Jesus é totalmente suficiente!".

www.tscpulpitseries.org

 

O Oculto Exército de Deus Para os Últimos Dias

Filed Under (Artigos) by Geração Maranata on 26-09-2010

Tag:

por David Wilkerson

Há Algo Muito Poderoso e Fantástico Acontecendo no Mundo Atualmente! Deus está trabalhando e fazendo algo secreto e silencioso – e é tão sobrenatural, que esta acima da compreensão humana. No entanto o que Ele está fazendo agora irá afetar todo o mundo nestes últimos dias.

Deus está preparando um pequeno, mas poderoso exército de cristãos! Este exército será o mais dedicado exército da face da terra. E o Senhor virá para comandá-lo, realizar proezas e fazer tremer o inferno. Ele vai encerrar as eras com um remanescente puro, consagrado e destemido!

Toda a minha vida ouvi histórias sobre nossos piedosos antepassados que odiavam o pecado. Eram homens e mulheres que passavam horas, até mesmo dias, em jejum e oração. Conheciam a voz de Deus. Oravam sem cessar. E tinham o poder e habilidade de com sucesso posicionar-se contra a imoralidade em seus dias.

Estes antepassados se foram há muito tempo. Mas Deus neste exato momento está no processo de levantar um outro exército só que desta vez Seus guerreiros não serão constituídos apenas de idosos e grisalhos pais e mães de Sião. Este novo exército será composto de crentes tanto jovens como velhos – cristãos comuns que se agarraram com Deus! Toda uma nova esfera de ministério está prestes a se levantar!

O sistema da igreja denominacional aparenta estar nos estertores da morte. Quase não tem influência no mundo secular, nem poder eficaz em Cristo. Ministros em crescente número estão caindo de todos os lados – adultério, cobiça, orgulho e perversões de todos os tipos. Pastores de igrejas evangélicas estão introduzindo entretenimento e teatralidade. Um pastor gabou-se assim, "Queremos dar a Broadway para nosso povo". Sei de congregações evangélicas nas quais pelo menos 50 por cento dos casais são divorciados. Em algumas áreas, este número chega a 80 por cento, de acordo com membros da igreja que me escrevem.

Adúlteros, fornicadores, pessoas envolvidas em ocultismo e bruxaria – tudo está se esgueirando para dentro da igreja de Jesus Cristo. Algumas pessoas me acusam de ser "duro" com os pastores. Não é assim – pois tenho contato com muitos pastores consagrados que como eu sofrem com a apostasia no ministério de hoje em dia. Existe um santo remanescente de piedosos pastores na terra, e agradeço a Deus por cada um deles. No entanto persiste o fato de que mais e mais ministros estão descendo a trilha da condescendência e corrupção. E agora o mundo está debochando da casa de Deus! O diabo está se vangloriando – declarando vitória através do aborto legal, da desenfreada homossexualidade, das drogas, do álcool, do satanismo e da invasão islâmica. No entanto a Bíblia diz que não devemos nos afligir! Deus tem um plano, e Seu plano está sendo manifesto. Isso esta desenvolvido em termos claros nas escrituras. Na realidade todos os demónios no inferno estão a par disto!

Grande Parte do Plano de Deus Pode Ser Encontrada nos Primeiros Quatro Capítulos de Primeiro Samuel

O profeta Samuel é um tipo do santo remanescente de Deus. O Senhor o escolheu em meio a pior época, e o escondeu em treinamento até que fosse tempo de revelar uma coisa nova Sua. Deus disse a Samuel,

"Então disse o Senhor a Samuel: Eis que vou fazer uma coisa em Israel, a qual fará tinir ambos os ouvidos a todo o que a ouvir" (1 Samuel 3:11).

Essa coisa nova iria assombrar e surpreender todos que dela ouvissem. Mas o que era isto? Era o julgamento de Deus sobre o velho, corrupto e apóstata sistema religioso – e o treinamento, o levantamento e a unção de um novo remanescente santo!

Agora saiba: o que Deus fez nos dias de Samuel, Ele faz em todas as gerações. Toda a vez que a igreja organizada pratica apostasia, fica condescendente e se torna fria, Deus desiste dela e levanta uma outra. Verdadeiramente, em toda geração houve um remanescente – um povo de oração, segundo o Seu próprio coração.

Eli e seus dois filhos, Hofni and Finéias, representam a igreja agonizante e corrupta que se esqueceu dos caminhos do Senhor. A Bíblia nos diz, "Ora, os filhos de Eli eram homens ímpios; não conheciam ao Senhor" (1 Samuel 2:12).

Estes jovens debochavam das coisas sagradas de Deus. Cometiam adultério bem às portas do Tabernáculo de Deus! Quando mulheres iam ate lá para servir ao Senhor, os filhos de Eli as pegavam e seduziam. Eram homens que não tinham temor a Deus – simplesmente cumpriam a rotina dos sacrifícios.

Pior de tudo, o pai deles fechava os olhos para seus pecados! Eli agora chegara à idade de mais de noventa anos e tinha ficado gordo, bem de vida e de dura cerviz. Havia se viciado com os cortes escolhidos de "filé mignon" que os filhos traziam das oferendas do Templo. Eli sabia que essa carne era abominável – mas nada fazia para impedir seus filhos de roubá-la. Fechava os olhos para suas indulgências adúlteras.

Este é um retrato do modo corrupto para o qual a igreja organizada hoje esta voltada. Denominações inteiras agora estão fazendo pressão para ordenarem homossexuais – trazendo abominação para dentro da casa de Deus!

Eli e seus filhos também representam o sacerdócio morto, frio e formal que se acostumou ao pecado. Da mesma forma que Eli, muitos pastores hoje se acovardam quando se trata de dar nome ao pecado. Eles simplesmente cumprem as formalidades do ministério, tendo forma de piedade mas sem poder. É porque se acomodaram em seus cargos! Perderam o toque de Deus e não mais ouvem Sua voz, porque fecham os olhos para o mal!

Deus disse: "Porque já lhe disse (a Eli) que julgarei a sua casa para sempre, pela iniquidade que ele bem conhecia, porque seus filhos se fizeram execráveis, e ele os não repreendeu" (I Samuel 3:13).

Porque Eli se recusou a julgar e a corrigir o mal, Deus retirou sua autoridade espiritual. E é isto exatamente o que está acontecendo hoje na igreja de Jesus Cristo!

Há algum tempo atrás eu conversava com vários pastores pentecostais que visitavam nossa igreja. Quando lhes disse de minha preocupação sobre toda a corrupção que furtivamente se infiltra para dentro da igreja, e da falta de repreensão piedosa, o líder do grupo simplesmente deixou pender a cabeça. Um outro pastor confessou: "Irmão Dave, tenho medo de que se eu falar, metade da igreja vá embora". Todos os homens naquele círculo agiam leve com o seu povo – com medo de ofendê-los!

Posso honestamente dizer que não conheço dez ministros de cabelos brancos com coragem de clamar contra o pecado. A maioria dos velhos guerreiros do Senhor ou estão espiritualmente mortos ou estão morrendo – estacionados à frente da TV, sendo sugados de todo poder porque suas mentes foram afrontadas pelo espírito deste mundo. São Elis esgotados – embalando a si mesmos no esquecimento, engordando e prósperos – com medo de lidar com o pecado.

Deus Estava Farto da Geração de Eli!

O Senhor enviou um profeta, de nome não mencionado, para avisar Eli: "Eis que vêm dias em que cortarei o teu braço e o braço da casa de teu pai, para que não haja mais ancião algum em tua casa" (I Samuel 2:31). Em outras palavras Deus estava dizendo,"Estou abandonando esta casa – estou retirando a Minha presença. Eu te tornarei incapaz, e julgarei teus maus pastores. Vou entregar este velho sistema para o inimigo!". "E tu verás um inimigo em minha casa…."(v. 32).

Agora mesmo, muitos dos fundos programados do Conselho Nacional das Igrejas são usados para sustentar guerrilhas ao redor do mundo. E ficamos imaginando por que a igreja nos Estados Unidos não tem nenhuma influência nem poder espiritual! Muitas igrejas denominacionais foram transformadas em mausoléus, em necrotérios. Não têm vida, não têm força porque Deus saiu delas! A igreja de Eli e a igreja de Siló — é um exemplo disto. Com severidade o Senhor julgou e abandonou essa igreja, e tudo caiu em um dia: "E Israel foi derrotado, fugindo cada um para a sua tenda; e houve mui grande matança, pois caíram de Israel trinta mil homens de infantaria. Também foi tomada a arca de Deus, e os dois filhos de Eli, Hofni e Finéias, foram mortos" (4:10-11).

Deus disse, "Basta!". E no espaço de um dia a arca do Senhor foi capturada, simbolizando a remoção de Sua presença. A glória havia partido e Ichabod havia nascido e Deus moveu-se rapidamente em julgamento contra o ministério! Quando ouviu as noticias sobre a arca ter sido capturada, "Eli caiu da cadeira para trás, junto à porta, e quebrou-se-lhe o pescoço, e morreu, porquanto era homem velho e pesado " (4:18).

Este é um retrato vivo do que está acontecendo com muitas das religiões organizadas em nosso país hoje em dia. O sistema está sob julgamento – seus ministros estão caindo à direita e à esquerda; seus lideres estão espiritualmente mortos. A glória do Senhor partiu — e a igreja foi entregue ao inimigo!

É como aconteceu nos dias de Jeremias. O povo naqueles dias dizia, "Estamos seguros, não estamos em perigo. Não vamos perder nossa salvação". Mas Deus falou através de Jeremias:

"Furtareis vós, e matareis, e cometereis adultério, e jurareis falsamente,…e andareis após outros deuses que não conhecestes, e então vireis, e vos apresentareis diante de mim nesta casa, que se chama pelo meu nome, e direis: Somos livres, para praticardes ainda todas essas abominações? …Mas ide agora ao meu lugar, que estava em Siló, onde, ao princípio, fiz habitar o meu nome, e vede o que lhe fiz, por causa da maldade do meu povo Israel" (Jeremias 7:9-12).

Em todas as gerações Deus avisa as igrejas frias e corruptas: "Voltem para Siló – voltem para a igreja de Eli. Vejam o que Eu fiz a Hofni e Finéias! Vejam o que aconteceu quando retirei Minha presença. Minha glória partirá de todo lugar em que houver pecado no arraial!". Entretanto, enquanto a igreja de Eli estava sob julgamento, o Senhor estava ocupado levantando um remanescente! Samuel representa este remanescente santo – um corpo de crentes preparados que é levantado das ruínas da igreja velha e decadente.

Eu lhe mostro o que entra no treinamento e na preparação deste remanescente dos últimos dias:

 

1. O Remanescente Sempre Nasce da Oração e da Intercessão

Ana deu à luz o seu filho Samuel através de lágrimas amargas e muita oração: "Ana…com amargura de alma, orou ao Senhor, e chorou abundantemente" (I Sam. 1:10).

Tente imaginar a cena: Ana todos os dias no templo, de joelhos perante o altar, oprimida e machucada por não ter filhos. Enquanto chora, sua adversária " Penina, a outra esposa de seu marido " faz pouco caso dela. "E sua rival muito a provocava para irritá-la …"(1:6).

Tem três coisas importantes que quero enfatizar nesta passagem: em primeiro lugar, o remanescente que Samuel representa é nascido em sofrimento e intercessão. Em segundo lugar, os que oram e sofrem de acordo com o coração de Deus serão provocados por adversários. E em terceiro lugar, o remanescente de Deus será sempre mal compreendido! Veja o que aconteceu com Ana enquanto orava:

"Continuando ela a orar perante p Senhor, Eli observou a sua boca [a observava]…Porquanto Ana falava no seu coração; só se moviam os seus lábios…pelo que Eli a teve por embriagada…E Eli lhe disse: Até quando estarás tu embriagada? Aparta de ti o teu vinho (1:12-14)."

Eli estava tão fora de contato com Deus " tão morto no espírito " que pensou que Ana estava bêbada! Ele lhe disse, "Mulher, até quando virá aqui desta forma? Abandone a garrafa!".

Isto para mim é surpreendente! Eli não corrigia os próprios filhos por suas bebedeiras e adultérios e no entanto tomou uma grande mulher de Deus por bêbada! Nada mudou nos dias de hoje. Cristãos dedicados entregam-se à oração, andam santamente e separados para Jesus e no entanto muitas vezes pastores tornam-se seus adversários, ridicularizando-os e os perseguindo!

Quando no altar, Ana estava cheia de sofrimento, com o peso de querer dar à luz um filho. Tudo que podia fazer era mover os lábios por causa do gemer no Espírito. Ela orou assim, "Se deveras atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas lhe deres um filho varão, ao Senhor o darei por todos os dias da sua vida" (1:11).

Se você vai amar a Deus de todo coração, alma, entendimento e força, então do mesmo modo que Ana, sentirá a dor e o sofrimento de Deus por Sua igreja. No entanto Deus ouviu Ana! Este é o significado do nome de Samuel: "Deus ouviu minhas orações!". E assim também hoje, Deus está ouvindo as orações dos que estão sedentos pelo nascimento de uma santa e nova ação do Espírito.

Estes crentes desejam ver Deus mover-se de uma forma especial e o Senhor vai ouvir o seu clamor! De dentro do útero espiritual de um desconhecido mas pequeno exército de intercessores, um corpo de crentes está sendo gerado na turma de Samuel – que se entregou totalmente a Deus!

Aqui estão duas marcas que distinguem o santo remanescente de Deus:

1. Eles oram como Ana. O peso que sentem é grande, e seus corações são incomodados por causa do mal na casa de Deus.

2. E, como Ana, entregam-se à oração todos os dias de suas vidas. Não ficam para cima e para baixo, nem são frios e quentes. Não são totalmente entregues a Deus! Vão até Ele e derramam suas almas: "Confiai nele, ó povo, em todo o tempo; derramai perante ele o vosso coração …" (Salmo 62:8). "Dentro de mim derramo a minha alma ao lembrar-me.." (Salmo 42:4)".

Samuel tornou-se um grande homem de oração tanto que Israel nunca lhe pediu aconselhamento. Ao invés disto, lhe pediram que orasse por eles! As Escrituras dizem que quando um povo queria um rei, "…o Senhor enviou naquele dia trovões e chuva; pelo que todo o povo temeu sobremaneira ao Senhor e a Samuel. Disse todo o povo a Samuel: Roga pelos teus servos ao Senhor teu Deus, para que não morramos" (1 Samuel 12:18-19).

Vez após outra lemos sobre o povo instando com Samuel, "Ore por nós". Era porque eles haviam aprendido a confiar em suas orações. E nestes últimos dias, haverá um remanescente de oração, os quais também serão procurados por pessoas para orarem. As pessoas se apressarão por encontrá-las, gritando, "Conheço alguém que toca a Deus!".

Aconselhamento por si só não será suficiente para a necessidade. Ao invés disto, será o poder de pessoas de oração que conheçam a mente de Cristo.

Querido santo, Deus quer fazer de você esta pessoa! Ele deseja que você seja capaz de tocá-Lo e de ouvi-Lo. Ele deseja lhe dar um ministério para pessoas que irão até você com suas cargas e tribulações. E ao orar por eles, Sua Palavra virá!

 

2. O Remanescente É Treinado Para Conhecer a Voz do Senhor !

"E a palavra de Senhor era muito rara naqueles dias; as visões não eram frequentes" (3:1). No entanto em meio a esta fome pela Palavra, o Senhor aparece a Samuel: "O Senhor, pois, tornou a chamar a Samuel …Ora, Samuel ainda não conhecia ao Senhor, e a palavra de Senhor ainda não lhe tinha sido revelada" (3:8,7).

Naquela época Samuel tinha apenas doze anos de idade. E embora fosse uma criança devota, ainda não conhecia a voz do Senhor. De modo que Deus veio até ao leito de Samuel e de modo claro chamou por ele. A principio Samuel pensou que fora Eli quem falara. Não sabia que estava sendo treinado para discernir vozes para ouvir diretamente de Deus!

Favor notar aqui: Deus não estava falando com Eli! Na realidade, parece que até este momento apenas um profeta ouvia de Deus o homem não identificado que avisou Eli que Deus estava para puni-lo. Entretanto, mesmo esta era voz de homem, a única voz que Eli conseguia ouvir porque havia se tornado surdo para com a voz de Deus!

E assim é nos dias de hoje! Um ministério como o de Eli, morto espiritualmente e cheio de concessões, que perdeu todo discernimento, toda autoridade, todo toque de Deus. O que a igreja necessita hoje é de homens e mulheres que se levantem em autoridade espiritual porque a palavra que pregam é sustentada por uma vida integra! Tantos pregadores hoje não podem se levantar diante do povo e dizer, "Assim diz o Senhor!" por não estarem em sintonia com a voz de Deus!

Ouvir de Deus requer mais do que apenas hora silenciosa. Requer mais do que simplesmente dizer, "Fala, Senhor, pois teu servo ouve!". Não, não existe uma fórmula para se ouvir Deus não existem dez passos a serem seguidos. Veja, antes que possa ouvir Deus, Ele precisa estar falando com você!

Eli poderia ter ficado meses sozinho, fechado com Deus, clamando, "Senhor, fale comigo!". Mas ele não tinha nenhuma chance de ouvir a voz de Deus porque Deus não estava falando com ele. Deus queria falar com Samuel. Ele fala apenas com aqueles que prepararam seus corações para ouvir!

Esqueça a possibilidade de algum pastor iníquo algum dia conseguir ouvir a voz de Deus. Esqueça a possibilidade de alguma igreja ter a possibilidade de vir a conhecer a voz de Deus – se continuar no divórcio promíscuo, fornicando e se entregando à exagerada paixão por esportes, divertimentos, e prazeres. A única coisa que Deus falará a elas serão sentenças de uma única palavra: "Arrependa-se! Volte! Chore!".

Samuel não tinha profundo conhecimento teológico de Deus quando o Senhor falou com ele pela primeira vez. Mas tinha um coração terno, puro, e consagrado que estava aberto ao Senhor. Por isto, o que você acha que foi a primeira coisa que Deus ensinou a Samuel depois de falar com ele? "Não suportarei o pecado em Minha casa! Não fecharei os olhos ao pecado não julgado em Meus servos".

Em essência, o Senhor disse a Samuel, "Vou julgar Eli pois ele sabia que seus filhos eram maus, e nada fez para impedi-los! Deveriam ter sido despojados de suas vestes e deveriam ter-lhes dito: "Vocês não podem chegar perto do lugar santo!"." Agora Samuel, quero lhe mostrar Minha inimizade pelo pecado em Minha casa. Quero mostrar o que será preciso para ouvir a Minha voz e para andar Comigo!".

Samuel deve ter estremecido ao ouvir as próximas palavras do Senhor para ele: "Eis que vou fazer uma coisa em Israel, a qual fará tinir ambos os ouvidos a todo o que a ouvir" (3:11).

Samuel compreendeu que Deus ia se retirar de Eli, a quem ele tanto admirava. E como o menino deve ter se entristecido quando Deus lhe disse, "Vou destruir estes ministros maus e desprezíveis. E vou levantar um povo que anseie por Mim!". O remanescente santo nestes últimos dias sabe que agora mesmo Deus está julgando Sua igreja. E sabem qual é o plano de Deus. Sabem que Ele ira derrubar e destruir os ministérios profanos!

Não é de se admirar a Bíblia dizer que Samuel falou palavras tão confiantes, ele tinha ouvido a voz de Deus! Tinha gastado muito tempo orando, procurando o Senhor, fechado com Ele e Deus todas as vezes lhe falou claramente.

Agora mesmo existe um povo santo que foi treinado para conhecer a voz de Deus. Estes santos de oração derramam seus corações para Ele, e por sua vez Ele derrama o Seu para eles!

 

3. O Remanescente Será Treinado em Livramento Real Através do Conhecimento dos Caminhos de Deus!

Tenho prevenido em muitas mensagens anteriores : os Estados Unidos caminham para o caos e para o colapso. Louis Farrakhan cuja fala destila ódio, tornou-se a figura mais popular na comunidade negra com exceção de Jesse Jackson. (Farrakhan agora é até mesmo mais conhecido entre os negros do que Martin Luther King!) E muitos locutores brancos de programas de rádio, alguns deles aqui em Nova York, estão instigando o ódio contra os negros.

Você pode ter lido ou ouvido pregar minha mensagem sobre futuras guerras de raças. Até o presente momento pode parecer que isto não irá acontecer. Mas muito brevemente, quando chegar o caos económico, estejam atentos! Haverá "exércitos de raças", brancos contra negros, negros contra judeus, coreanos contra negros.

Estamos frente a um tempo de julgamento tão tremendo, que a palavra livramento tomará um significado totalmente diferente! No passado, os cristãos pensavam em livramento principalmente como cura física, visão restaurada, membros aleijados curados. Mas em breve haverá tamanha ira derramada dos céus sobre nós, que o maior livramento será do medo e do terror!

Livramento nesta hora irá significar ter "uma palavra segura do céu". Jesus disse que o coração dos homens lhes falharia devido ao medo quando vissem as coisas terríveis que aconteceriam na terra. E na realidade as pessoas clamarão por saber o que Deus irá fazer em seguida. Elas se voltarão em todas as direções, desejando ouvir a voz de alguém que seja calmo, que esteja em paz, que não esteja enlouquecendo. Gritarão, "Diga, este é o julgamento de Deus? Quando é que tudo isto vai terminar?".

E quem você acha que terá as respostas? Será você, o cristão comum que tem estado fechado com Deus! Você estará cheio de calma e de paz enquanto tudo estiver desmoronando, porque Deus está consigo, e você estará ouvindo dos céus. Ele os avisou a todos de que isto iria acontecer e prometeu proteger você!

Tenho uma visão em minha mente que creio ser do Senhor. É de centenas de carros fugindo de Nova York… de campings de Nova Jersey e da Pensilvânia… de pessoas dormindo em seus carros por semanas a fio, apenas para fugir de todo o caos. O mesmo irá também acontecer em outras cidades. Será muito além de qualquer coisa que possamos imaginar. Mas Deus terá Seu santo remanescente pronto, um grupo de pessoas decididas, seguras, inabaláveis! Como Samuel, suas palavras não cairão ao chão!

Samuel tinha as respostas para Israel; ele lhes ofereceu livramento real. Mais de cinquenta mil pessoas tinham morrido porque haviam olhado para dentro da arca. Por todo o lugar onde a arca era carregada, pessoas morriam como moscas. Toda a terra estava em caos – ninguém sabia o que fazer!

O povo dizia, "Este julgamento tem que ser de Deus! Quem irá perante Ele por nós?". Então mandaram chamar Samuel. E ele lhes disse, "Quero que se reúnam comigo em Mispa. Lá eu lhes mostrarei a saída". Samuel tinha a palavra certa para a hora da crise:

"Samuel, pois, falou a toda a casa de Israel, dizendo: Se de todo o vosso coração voltais para o Senhor, lançai do meio de vós os deuses estranhos e as astarotes, preparai o vosso coração para com o Senhor, e servi a ele só; e ele vos livrará da mão dos filisteus" (1 Samuel 7:3-4).

A resposta não seria encontrada orando-se por alguém ou por todos – e não importava o tipo de pecado destas pessoas; não havia promessa de livramento para quem o desejasse. Não – exclamou Samuel, "Acerte o seu coração! Julgue o seu pecado! Prepare seu coração diante do Senhor!". Primeiramente, o pecado deve ser reprovado, julgado, abandonado.

"Então os filhos de Israel, pois, lançaram do meio deles os baalins e as astarotes, e serviram só ao Senhor. Disse mais Samuel: Congregai a todo o Israel em Mispa, e orarei por vós ao Senhor" (versículo 5). Então o povo jejuou e se humilhou perante o Senhor: "Congregaram-se, pois, em Mispa … e ali disseram: Pecámos contra o Senhor. E Samuel julgava os filhos de Israel em Mispa" (verso 6). Ele os julgou – expôs o pecado no acampamento! Um reavivamento de arrependimento genuíno seguiu-se à poderosa repreensão de Samuel.

Deus está nos dizendo que a Sua Turma de Samuel trará grandes livramentos através do poder de intercessão:

"Clamou Samuel ao Senhor por Israel, e o Senhor lhe respondeu. Enquanto Samuel oferecia o holocausto, os filisteus chegaram à peleja contra Israel; mas trovejou o Senhor aquele dia com grande estampido sobre os filisteus e os aterrou de tal modo, que foram derrotados diante dos filhos de Israel" (7: 9-10).

Houve trovão do céu seguido de um grande morticínio – e o povo de Deus ganhou a vitória! Tudo aconteceu porque um homem conhecia a resposta. Samuel sabia o que fazer – porque tinha ouvido de Deus!

Acredito que nestes últimos dias, Deus vai usar o Seu santo remanescente para mover multidões, reavivar pastores e despertar igrejas. Este exército fará os corações das pessoas retornarem para Deus levando-as ao arrependimento – através do poder da oração e da piedosa repreensão do pecado.

Os seus vizinhos e colegas de trabalho todos irão querer respostas. Já o conhecem por sua paz e calma – e um dia virão correndo até você, clamando, "Qual é a palavra do Senhor? O que Deus está dizendo?".

Quando falo de um santo remanescente em treinamento, não me refiro a um exército de pastores, evangelistas e missionários. Estou falando de santos comuns – que amam a Jesus, os quais serão eles mesmos sinais e maravilhas para o mundo, cheios de paz e calma. Deus não deseja um exército profissional treinado por métodos humanos. Ele deseja homens e mulheres treinados em oração pelo Espírito Santo! Ele procura crentes que estejam trancados com Ele, preparando seus corações perante Ele, aprendendo a ouvir Sua voz.

Isto descreve você?

Sua vida é agora um testemunho para um mundo amedrontado e abalado?

Apelo a você – fique sozinho com Deus, e deixe-O começar a falar consigo. Peça que Ele revele o pecado em sua vida. Abandone tudo aquilo de que o Espírito Santo lhe convencer. E torne-se disponível a Ele entregando-se à oração.

Então você será um soldado preparado em Seu grande exercito remanescente dos últimos dias. Aleluia!

Maranata!

tscpulpitseries.org

 

Preparando-se Para a Volta de Cristo

Filed Under (Artigos) by Geração Maranata on 25-09-2010

Tag:

por David Wilkerson

Uma querida senhora cristã escreveu ao nosso ministério dizendo: “No domingo passado o nosso pastor pediu testemunhos do que Deus havia feito durante a semana. O seu próprio filho de cinco anos se levantou e disse: ‘Tive um sonho ontem à noite. Jesus me disse que em breve voltará”’. O Espírito Santo usou aquela criança para lembrar o povo de Deus quanto a uma verdade gloriosa.

É triste, mas a geração atual sabe menos sobre a volta de Cristo que qualquer outra geração passada. A vinda de Jesus raramente é pregada nas igrejas de todos os lugares. Em verdade, multidões de pessoas que chamam a si próprias de cristãs não querem ouvir deste assunto. Por que?

A vida está boa para a maioria das pessoas, incluindo os cristãos, e o interesse está em saber como fazer para que as coisas boas continuem assim. Como a mulher de Ló, muitos estão possuídos por suas posses. Ficaram viciados nas coisas deste mundo – e em suas cabeças a vinda de Jesus seria um tipo de ruptura.

Já ouvi freqüentadores de igreja zombando da possibilidade da volta de Jesus “a qualquer momento”. Escarnecem da idéia de Ele poder vir em breve. Na verdade há uma doutrina que declara que o nosso Senhor não voltará nos próximos milhares de anos. A idéia é a de que à igreja será concedido todo este tempo para evangelizar o mundo e estabelecer uma nova ordem, antes que Cristo volte para reinar como rei.

O apóstolo Pedro se direciona a estas coisas dizendo, “Nos últimos dias, virão escarnecedores com os seus escárnios, andando segundo as próprias paixões e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque, desde que os pais dormiram, todas as cousas permanecem como desde o princípio da criação” (2 Pedro 3:3-4).

Pedro traz uma palavra aguda a todos os que deliberadamente se mostram ignorantes: “Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; também a terra e as obras que nela existem serão atingidas” (3:10).

Além disso, Pedro nos diz que há um motivo pelo qual Jesus ainda não retornou. Ele registra, “Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo… não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento” (3:9). O nosso Senhor tem abundância de paciência com os ímpios.

Pessoalmente, me surpreendo com a paciência que Deus tem conosco nessa geração. A decadência moral desenfreada se torna dolorosa até mesmo para os observadores seculares. Mesmo tentando deixar a consciência limpa, a mente fica saturada com notícias das coisas ruins acontecendo todo dia. Algumas são tão vis quanto incompreensíveis: assassinatos nas escolas, estupros, abuso infantil, homossexualismo militante, atrocidades que não se consegue comentar.

Muitas vezes os nossos corações clamam, “Senhor, quando se fará justiça? Quando irás levar os malfeitores à condenação?”. Nos perguntamos porque Deus espera tanto tempo para tratar com a impiedade indescritível tão desenfreada de hoje. E visualizamos a cena quando os malfeitores finalmente se ajoelharão diante do Senhor, confrontando-se com a Sua santidade.

Mas Pedro diz que Jesus não está se concentrando em julgar nesse momento nem mesmo maior dos pecadores. Antes, o nosso Senhor está preocupado com a misericórdia. Ele é longânimo com o pior dos malfeitores. E está aguardando para mostrar misericórdia a todo pecador que não expressa arrependimento, desejando-o e buscando-o.

“Visto que todas essas cousas hão de ser assim desfeitas, deveis ser tais como os que vivem em santo procedimento e piedade, esperando e apressando a vinda do Dia de Deus, por causa do qual os céus, incendiados, serão desfeitos, e os elementos abrasados se derreterão. Nós, porém, segundo a sua promessa, esperamos novos céus e nova terra, nos quais habita justiça. Por essa razão, pois, amados, esperando estas cousas, empenhai-vos por serdes achados por ele em paz, sem mácula e irrepreensíveis” (3:11-14).

Podemos passar os nossos dias preocupados com os sinais dos tempos, no Oriente Médio ou em algum outro lugar. Mas Deus diz, “Olhe para dentro do teu próprio coração. Assegure-se de estar sendo diligente em guardar a Minha palavra”. Paulo acrescenta, “Cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus” (Romanos 14:12). Ele então adverte a não julgarmos o próximo, e a termos cuidado para não nos tornarmos pedra de tropeço a um irmão, levando-o a cair.

Podemos ter certeza de que Deus julgará os ímpios. Não há o que discutir quanto ao acerto de contas. Quando chegar essa hora, todos os zombadores, os que odeiam Deus, os ímpios – serão chamados a prestar contas. Os livros serão abertos, e todo ato vil será manifesto, revelando tudo que tais malfeitores cometeram contra a autoridade de Deus. Os seus atos serão julgados com severidade, e tais corruptos serão lançados da presença de Deus eternamente.

Jesus assegurou aos discípulos, “Não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que a ele clamam dia e noite, embora pareça demorado em defendê-los?” (Lucas 18:7). Ele estava dizendo, “Sim, Deus um dia vai tratar com os que zombaram, perseguiram, aprisionaram e mataram os Seu povo. O choro da igreja perseguida foi ouvido. E Ele os vingará rapidamente”. Mas, então Jesus diz exatamente no verso seguinte, “Contudo, quando vier o Filho do homem, achará, porventura, fé na terra?” (18:8).

A pergunta de Cristo ao fim dessa passagem revela a maior preocupação dEle. Está dizendo, “Quando Eu retornar, estarei buscando um povo que acreditou em Minha promessa de voltar para eles. A pergunta é, será que tais pessoas estarão prontas e esperando por Mim? Estarão livres deste mundo, desejando ardentemente que Eu os leve ao lar como Minha noiva? Estarão imaculados, ou manchados pelo espírito do século? Será que chegarei para achá-los gritando, ‘Venha, Senhor Jesus?’”.

“Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão o Pai” (Mateus 24:36)

Jesus continua essa afirmação com uma palavra qualificativa: “Pois…” (24:37). Ele prossegue para descrever como será a conduta prevalente da humanidade quando do Seu retorno. Ele não nos deu a data da Sua vinda, mas efetivamente nos diz como será a sociedade de então.

Ele a seguir traz algo das escrituras: “Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, senão quando veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem” (24:38-39). Jesus também menciona o tempo de Ló: “O mesmo aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; mas, no dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu do céu fogo e enxofre e destruiu todos. Assim será no dia em que o Filho do homem se manifestar” (Lucas 17:28-30).

Note que Jesus não menciona sequer um pecado nestas descrições. Todos sabemos que não é pecado comer ou beber as bebidas apropriadas, noivar ou se casar. Nem é pecado comprar, vender, plantar ou construir. Não há nada errado com nenhuma destas coisas. Na verdade, o Senhor instrui que nos ocupemos enquanto O aguardamos. Então Jesus não está condenando estas coisas; pelo contrário, está nos mostrando os acontecimentos de todo dia, como a dizer, “É assim que a vida será quando Eu voltar. Será como qualquer outro dia, quando ninguém espera que algo vá acontecer”.

Certamente sabemos que tanto a sociedade de Noé quanto a de Ló foram destruídas pelo julgamento de Deus. Então, o que Jesus está dizendo em relação a estas cenas comuns? Em termos simples, Ele descreve as pessoas que haviam resolvido rejeitar os avisos de Deus quanto a um julgamento. Lembre-se, Noé profetizou, pregou à sua sociedade por 120 anos, prevenindo que uma total destruição estava chegando. Mas, como as escrituras dizem, “Quando os crimes não são castigados logo, o coração do homem se enche de planos para fazer o mal” (Eclesiastes 8:11).

É exatamente isso que está acontecendo em nossa sociedade atualmente. Tem ocorrido um frenesi de compras e vendas, de comida e bebida, de plantar e construir. As multidões estão obcecadas com ganho pessoal, e rejeitam qualquer mensagem que possa prejudicar tais buscas. Mesmo vozes seculares que previnem quanto a um desastre financeiro vindouro são ignoradas na maioria.

Uma piedosa senhora cristã me escreveu contando de uma conversa que teve com idosa senhora judia. Essa sobrevivente do Holocausto lhe disse, “O que está acontecendo nos Estados Unidos agora me lembra o que aconteceu na Alemanha durante a subida de Hitler ao poder. Todos os avisos e advertências foram ignorados. As observações anti-semitas de Hitler foram subestimadas. Eu era apenas uma criança, mas ainda me lembro das festas gigantescas que entravam noite a fora mesmo após Hitler ter começado a prender os judeus, e a mandá-los para as câmaras de gás. Me lembro de os judeus mais velhos dizendo, ‘Isso não pode acontecer aqui, não numa sociedade educada e civilizada como a Alemanha’. Eles então dançavam a noite toda, os homens em seus smokings, e as mulheres em seus caros vestidos de coquetel. Apenas algumas semanas após, estas mesmas pessoas estavam sendo jogadas nos vagões como gado, indo para os campos de concentração. Elas achavam que os bons tempos e a prosperidade iriam durar para sempre. Mas logo sentiram o choque, dizendo, ‘Há poucas semanas a gente estava dançando e bebendo. O que aconteceu? Como uma coisa assim foi acontecer conosco tão de repente?”.

O grito de alerta outra vez é enviado à igreja do Senhor: “Jesus está voltando! O Noivo está a caminho. Adorne-se, e se prepare para sair a encontrá-Lo. Olhe para o alto, pois a redenção está próxima!”. Mas mesmo assim, Jesus previne que as pessoas irão ignorar o chamado. Será como nos dias de Noé e de Ló, com as pessoas cuidando de seus negócios, sem pensar em Sua vinda, ignorando os sinais proféticos. E esse é o próprio sinal de Sua vinda: veremos uma apatia premeditada.

 

Jesus Falou de um Grande e Súbito Desaparecimento de Pessoas da Terra

“Naquela noite, dois estarão numa cama; um será tomado, e deixado o outro; duas mulheres estarão juntas moendo; uma será tomada, e deixada a outra. Dois estarão no campo; um será tomado, e o outro, deixado” (Lucas 17:34-36). Os discípulos de Jesus perguntaram, “Para onde estas pessoas serão levadas?”. Ele respondeu, “Onde estiver o corpo, aí se ajuntarão também as águias” (17:37). Ele estava dizendo, “Eu sou o cabeça do corpo. E a cabeça irá ser unida ao corpo”.

Alguns estudiosos dizem que as pessoas que forem levadas para cima são pecadores sendo carregados para julgamento. Mas as escrituras sugerem diferente. Isaías fala de águias em referência à igreja: “Mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam” (Isaías 40:31). Também, Deus disse a Israel, “Tendes visto o que fiz aos egípcios, como vos levei sobre asas de águia e vos cheguei a mim” (Êxodo 19:4).

Em Mateus, Jesus fala dos eleitos sendo levados por Deus: “E ele enviará os seus anjos, com grande clangor de trombeta, os quais reunirão os seus escolhidos, dos quatro ventos, de uma a outra extremidade dos céus” (Mateus 24:31). Paulo deixa isso claro, declarando: “Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor. Consolai-vos, pois, uns aos outros com estas palavras” (I Tess. 4:16-18).

Tão dramático quanto este grande evento possa ser, o que Jesus quis mostrar é que isso acontecerá num dia comum. Será como nos passados dias de julgamento, nas sociedades de Noé e de Ló – homens e mulheres estarão em seu trabalho, tendo sua vida habitual. Então tudo acontecerá subitamente, em um simples instante. Paulo diz: “Transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar d’olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados” (I Coríntios 15:51-52).

Será um dia como qualquer outro. A humanidade toda estará desatenta, mas então, em um só instante, Cristo irá reunir a Sua noiva.

 

Você Está Esperando e Desejando Ardentemente a Volta Dele?

Eu nunca faria algo que levasse um crente a duvidar quanto a estar preparado. A maioria das pessoas lendo essa mensagem pode provavelmente dizer, “Sim, estou preparado. Me arrependi, confessei os meus pecados, e estou perdoado. Coloquei a minha confiança na justiça e retidão de Jesus. E se Ele voltar nesse momento, sei que não haverá condenação para mim. Sei em quem tenho crido. Estou certo que sou dEle”. Eu diria o mesmo quanto a mim.

Ainda assim relendo as advertências de Cristo encontrei algo que não consigo tirar da mente. Jesus ordena, “Portanto, vigiai” (Mateus 24:42); e então diz, “Mas considerai isto” (24:43). Em outras palavras, “Se você estiver preparado – se estiver vigilante, como Eu quero que fiques – então há algo que você precisa saber”.

Jesus então descreve um homem que achou estar preparado mas não estava. A casa desse homem foi “arrombada” (24:43). A seguir, Jesus descreve uma pessoa que estava verdadeiramente preparada (24:45-47). Finalmente, dá um terrível recado sobre os maus servos que serão lançados a um inferno de hipócritas (24:48-51).

O servo que está verdadeiramente preparado é assemelhado ao chefe de família que providencia sustento e alimento para os seus. “Quem é, pois, o servo fiel e sensato, a quem seu senhor encarrega dos de sua casa para lhes dar alimento no tempo devido?” (24:45). Jesus nos diz que a recompensa de tal servo é ser feito encarregado de administrar os bens do seu Senhor (v.24:47). Evidentemente, o “dar alimento no tempo devido” por parte do servo é de grande importância.

Quem são os encarregados sobre os conservos de sua casa, aos quais Jesus se refere aqui? Isso fala de pais. Também inclui pastores, que se encarregam da “família de Deus” (Efésios 2:19). Então, como um pai oferece “alimento no tempo devido”? Em termos bíblicos, alimento representa a Palavra de Deus. O significado em grego aqui também sugere “nutriente, nutrição”, da raiz gramática querendo dizer “criação, educação”. A seguir, a frase “no tempo devido” quer dizer “na hora certa”. Cristo está dizendo, “Benditos os pais que nutrem seus filhos com a Palavra de Deus. Os criam com a admoestação bíblica enquanto há tempo, antes que seja tarde demais”.

Igrejas americanas enviam missionários a todo o mundo para alcançar os não salvos. Enquanto isso, estão perdendo uma geração inteira de jovens, e Deus irá nos ter como responsáveis. Quando Jesus diz, “Dê-lhes alimento”, está dizendo, “Prenda-se à Palavra”. Em outros termos, “Não faça concessões nem contemporize com Meus mandamentos santos. Não deixe que o teu jovem lhe intimide para torcer a verdade. Prometo honrar aquele que honrar a Minha Palavra”.

Que Deus possa dizer de todo pai cristão de hoje o que disse de Abraão: “Porque eu o tenho conhecido, que ele há de ordenar a seus filhos e a sua casa depois dele, para que guardem o caminho do Senhor” (Gênesis 18:19). Tais pais serão feitos encarregados, administradores e governadores dos bens do seu Senhor.

As palavras de Jesus aqui também se aplicam aos ministros da família da fé. Como os pais, os pastores na casa de Deus têm de nutrir seu rebanho com alimento – carne e não só leite. Eles devem educar a sua congregação de fiéis no temor e na admoestação de Deus, chamando-os à plena maturidade em Cristo. Jesus fala o seguinte quanto aos que fazem isso fielmente: “Bendito o pastor que, quando Eu voltar, for achado nutrindo a Minha casa. Ele os alimenta com a doutrina pura da Minha Palavra. Digo a estes pastores: quando voltar, Eu lhes tornarei governantes sobre Meus bens. E tais bens incluem tudo que o Pai Me deu”.

Quando Jesus vier, Ele reunirá junto a Si todo piedoso pastor cuja única programação tenha sido cuidar das almas confiadas aos seus cuidados. Estes pastores não lideraram suas ovelhas para enriquecer. Eles não construíram seus próprios sonhos às custas dos pobres, das viúvas, dos órfãos. Não, tais pastores se levantaram no púlpito em temor e tremor, sabendo que tinham de responder diante de um Deus santo. A cada um destes pastores, Cristo confiará todos os Seus bens, e os tornará governantes sobre tudo que Ele tem.

 

Aqui Está Um Aviso Que Todos Devemos Guardar

Quando Jesus usa a frase, “Mas considerai isto”, está nos dizendo, “Não ouse ignorar essa palavra”. A seguir Ele oferece a seguinte declaração: “Mas, se aquele servo, sendo mau, disser consigo mesmo: Meu senhor demora-se, e passar a espancar os seus companheiros e a comer e beber com ébrios…” (Mateus 24:48-49).

Lucas 12 identifica esse servo como sendo o mesmo que, certa vez, fielmente serviu “o sustento a seu tempo”. Tal servo começou certo. Ele estava destinado a ser recompensado como guardador dos bens do Senhor; mas agora mudou dramaticamente. É achado espancando os que o cercam, e se embebedando com os ébrios.

O que aconteceu? Algo ocupou espaço no coração deste servo – uma transformação talvez não visível, mas que afetou sua atitude. Que transformação foi essa? Jesus nos diz: “Aquele servo, sendo mau…” disse “…consigo mesmo: Meu senhor demora-se” (24:48).

A palavra em grego nessa passagem para “espancar” sugere golpear repetidamente. Em outras palavras, esse servo agora caiu na hipocrisia. Eu o vejo como uma pessoa que provoca a esposa, xinga à vontade, ouve piadas sujas, mexericos. Como ele chegou a este ponto? Ele se convenceu de que o seu senhor não voltará a qualquer momento. Quando diz consigo mesmo “Meu senhor”, está falando de um senhor inteiramente diferente – não do seu reto senhor. Ele concebeu um Jesus criado por si próprio, um Cristo de um outro evangelho.

Tal servo não prega a sua nova atitude; pelo contrário, a mudança teve lugar em seu pensamento; ele não tem de irradiar a convicção de que o senhor está demorando. Ele simplesmente vive tal idéia. E isso faz toda a diferença.

Pense um pouco: você já se perguntou por que tantas igrejas atualmente estão tão cheias de pessoas despreparadas, complacentes, entregues aos prazeres? Já se perguntou por que tantos casais cristãos se divorciam à menor provocação? Não é porque seus pastores estejam lhes ensinando assim; não, é porque muitos pastores não acreditam que Cristo retorne em sua geração. Em algumas igrejas, se você se levantar e pregar Mateus 24;44 – algo como “Prepare-se, pois Jesus pode voltar a qualquer momento” – o pastor se sentirá ofendido. Os demais simplesmente sentirão o mesmo.

Como foi que o mau servo foi “beber com ébrios”? Jesus aqui não está simplesmente falando do álcool. A Bíblia menciona várias maneiras de se ficar ébrio: com fúria, com amargura, com sede de sangue. O principal álcool de nossa sociedade – o sedativo do qual a maioria das pessoas bebe hoje em dia – é a prosperidade. E os cristãos se entregam livremente a essa bebida.

Jesus está nos prevenindo, “O quê acontece uma vez a prosperidade tendo lhe agarrado com suas garras? O teu coração se torna amarrado aos bens materiais. De repente, você perde a consciência da Minha volta. A tua vida fica sem controle, pois você deixa de ter um norte moral – e começa a golpear, a fazer tudo que pode para obter o que deseja. Você fica embriagado, embrutecido pela prosperidade”.

Note o julgamento que Jesus descreve para tais hipócritas: “Virá o senhor daquele servo em dia em que não o espera e em hora que não sabe e castiga-lo-á, lançando-lhe a sorte com os hipócritas; ali haverá choro e ranger de dentes” (24:50-51).

Vou lhe perguntar mais uma vez: você está pronto? Começou a amar a idéia do aparecimento de Cristo? Paulo diz: “Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda” (2 Timóteo 4:8 – itálicos meus). Tiago igualmente insiste: “Sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração, pois a vinda do Senhor está próxima” (Tiago 5:8). “(Cristo) aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o aguardam para a salvação” (Hebreus 9:28).

Finalmente, Paulo escreve, “Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens, educando-nos para que, renegadas a impiedade e as paixões mundanas, vivamos, no presente século, sensata, justa e piedosamente, aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus, o qual a si mesmo se deu por nós, a fim de remir-nos de toda iniqüidade e purificar, para si mesmo, um povo exclusivamente seu, zeloso de boas obras. Dize estas cousas; exorta e repreende também com toda a autoridade” (Tito: 2:11-15).

Oro para me tornar o tipo de pastor que Paulo descreve. Sim, estou esperando pela volta do meu Mestre. E, como o apóstolo, posso dizer com confiança, “Tenho uma coroa esperando por mim, pois eu amo a Sua vinda. Estou pronto. Vem, Senhor Jesus”.

www.tscpulpitseries.org

 

Os Nephilins – Três Teorias

Filed Under (Artigos) by Geração Maranata on 05-09-2010

Tag: ,

This entry is part 1 of 5 in the series Zeitgeist

por Geração Maranata

"Quando os homens começaram a se multiplicar na terra e lhes nasceram filhas, os seres divinos viram quão belas eram as filhas dos homens e tomaram esposas dentre aquelas que os agradavam. Foi então, e também depois, que os Nephilim apareceram sobre a terra – quando os seres divinos coabitaram com as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos. Eles foram os heróis de antigamente, os homens de renome." (Gêneses 6.2-4 – de uma tradução Judaica da Torah)

 

O assunto Nephilim é tema em vários livros de ficção ou não-ficção e é garantido o sucesso literário se, junto ao tema, for insinuado pirâmides, OVNIs, fim do mundo, etc.

Mas quem realmente eram os Nephilim, e por que todos são fascinados por eles?

Nephilim do hebraico נפיל n ̂ephiyl ou נפל n ̂ephil ou (plural) נפלים e procedente da raiz נפל naphal, que significa "cair, deitar, ser lançado ao chão, falhar".  Então Nephilim significa "caídos", por vezes é traduzida como "gigante" porque a palavra Grega para Nephilim é "gigantes". Quem eles eram depende em grande parte de como se interpreta a passagem acima.

Existem três teorias a respeito:

1) A frase "filhos de Deus" se refere a realeza, explicando que os reis eram freqüentemente considerados como deuses por seus súditos. De acordo com esta visão, esses reis saíram por seus reinos catando todas as mulheres belas e as colocavam em haréns para o seu próprio prazer pessoal.  De acordo com esta abordagem os “filhos de Deus” eram os nobres, aristocratas e reis.

Estes nobres eram déspotas ambiciosos que cobiçavam poder e riquezas, e desejaram tornar-se “homens de renome” ou seja, célebres. Seu pecado não foi o casamento misto entre dois grupos , ou entre dois mundos (anjos e homens), ou entre duas comunidades religiosas (descendentes de Sete e de Caim), ou de duas classes sociais (plebe e realeza) – mas esse pecado foi a poligamia.  Era o mesmo tipo de pecado que Lameque, o descendente de Caim, praticava, o pecado da poligamia, particularmente expresso na forma de um harém, instituição característica das cortes dos déspotas do Antigo Oriente Médio. Neste tipo de transgressão, os “filhos de Deus” com freqüência violavam a responsabilidade sagrada de suas funções como guardiães das ordenanças gerais de Deus para a conduta humana.

Isso não oferece explicação para o tipo de semente que tal comportamento poderia ter produzido, preferindo, ao contrário, desconectar o nascimento de gigantes da prática de coletar haréns de belas mulheres. Uma pequena minoria de estudiosos Judeus defendeu esse ponto de vista em algum tempo, mas a maioria o rejeitou.

 

2) Os "filhos de Deus" se referem à linhagem de Sete, o terceiro filho de Adão e Eva que permaneceu fiel a Deus, enquanto "filhas dos homens" se referem à mulheres descendentes do primeiro filho, Caim, a linhagem rebelde. Esta interpretação apareceu por volta de 400 AD e foi o primeiro desafio à visão de "anjos" que a maioria tanto de Judeus quanto de Cristãos defendiam antes daquele tempo. Atualmente alguns estudiosos proeminentes ainda ensinam esta visão.

Não há consenso claro sobre como surgiu essa visão, mas o Século V parece ser o ponto de acordo quanto ao tempo. Alguns dizem que foi porque a Igreja estava se afastando da crença no sobrenatural em 400 AD, enquanto outros dizem que a adoração dos anjos estava se tornando mais popular naquele tempo. Ambos os pontos de vista concluem que a visão de "anjos" se tornara um embaraço na Igreja, então uma interpretação alternativa foi procurada:  os “Nefilins” são os homens ímpios e violentos que foram gerados pela união entre os Cainitas com os Piedosos Setitas.

Agostinho de Hipona (354-430 DC) teria decidido essa questão e encerrado a discussão dos anjos caídos entendendo que Gênesis 6 tratava-se da união da linhagem "piedosa" de Sete com a vil linhagem de Caim, dada a força da igreja em suprimir o que lhe interessava na época, a teoria da linhagem piedosa de Sete acabou prevalecendo.

O principal suporte para esta interpretação é o contexto dos capítulos 4 e 5. O capítulo quatro descreve a ímpia geração de Caim, enquanto que o capítulo cinco nos mostra a piedosa linhagem de Sete. Em Israel, a separação era uma parte essencial da responsabilidade religiosa daqueles que verdadeiramente adoravam a Deus. O que teve lugar no capítulo seis foi uma transgressão dessa separação que ameaçou a descendência piedosa através da qual nasceria o Messias. Essa transgressão foi a causa do dilúvio que viria a seguir. Ele destruiu o mundo impiedoso e preservou o justo Noé e sua família, através dos quais a promessa de Gênesis 3:15 seria cumprida.

Embora esta interpretação tenha as características recomendáveis à explicação da passagem sem criar qualquer problema teológico, o que ela oferece em termos de ortodoxia (posição doutrinária), o faz às custas de uma prática exegética (interpretação, explicação) aceitável.

Primeiro e mais importante, esta interpretação não fornece definições que surjam da passagem ou mesmo que se adaptem bem ao texto. Em lugar algum os descendentes de Sete são chamados de “filhos de Deus”.

O contraste entre a piedosa linhagem de Sete e a ímpia linhagem de Caim pode estar sendo superenfatizado. Não temos como afirmar com absoluta certeza que toda a linhagem de Sete foi piedosa. Enquanto todos os descendentes da linhagem de Caim parecem ser todos ímpios, apenas alguns Setitas são chamados de piedosos. O que Moisés indica no capítulo cinco é que Deus preservou um remanescente justo através do qual Suas promessas a Adão e Eva seriam cumpridas. Têm-se a distinta impressão de que poucos foram piedosos nestes dias (6:5-7, 12). Parece que apenas Noé e sua família poderiam ser chamados justos na época do dilúvio.

Outro problema é que “as filhas dos homens” dificilmente poderiam ser restritas apenas às filhas dos Cainitas. No verso um Moisés escreveu “Como se foram multiplicando os homens na terra, e lhes nasceram filhas” (Gn. 6:1).   É difícil concluir que estes “homens” não sejam os homens em geral ou a raça humana. Segue-se que a referência às suas “filhas” seria igualmente geral. Concluir que as “filhas dos homens” no verso dois é algo diferente, um grupo mais restrito, é ignorar o contexto da passagem.  Por estas e outras razões,  conclui-se que esta opinião não pode ser aceitável,  exegeticamente falando.

Então há o fato de que a frase exata traduzida como "filhos de Deus" somente aparece 5 vezes no Antigo Testamento: Gêneses 6.2 e 6.4, a passagem inicial  e  Jó 1.6, 2.1 e 38.7. Todas as referências de Jó claramente descrevem anjos. (Uma variação da frase em Daniel 3.25 também descreve uma criatura parecida com anjo, que alguns identificam como o Senhor Jesus em uma aparição do Antigo Testamento.)

Alguns têm dúvida também porque seriam chamados em filhos de Deus em Gênesis 6, uma vez que eram anjos decaídos, isso explica-se pelo simples fato de o termo ser usado para as criaturas que foram criados diretamente por Deus, e não deixaram de ser criados por Deus depois de decaídos, igualmente o Adão decaído não deixou de ser filho de Deus e Lucas, 3:38 confirma esse entendimento. Leia:23: E o mesmo Jesus começava a ser de quase trinta anos, sendo (como se cuidava) filho de José, e José de Heli, …  37 E Lameque de Metusalém, e Metusalém de Enoque, e Enoque de Jarete, e Jarete de Maleleel, e Maleleel de Cainã,  38 E Cainã de Enos, e Enos de Sete, e Sete de Adão, e Adão (filho) de Deus."

O único homem do antigo testamento chamado de 'filho de Deus' foi Adão (Lucas, 3:38), porque fora criado à imagem e semelhança de Deus, enquanto os descendentes de Adão foram todos criados à semelhança do próprio Adão decaído e não de Deus: "E Adão viveu cento e trinta anos, e gerou um filho à sua semelhança, conforme a sua imagem, e pôs-lhe o nome de Sete." (Gen 5:3).

Como eram chamados os homens que temiam ao Senhor?

"Louvai ao SENHOR. Louvai o nome do SENHOR; louvai-o, servos do SENHOR. Salmos 135:1"

"Toda a ferramenta preparada contra ti não prosperará, e toda a língua que se levantar contra ti em juízo tu a condenarás; esta é a herança dos servos do SENHOR, e a sua justiça que de mim procede, diz o SENHOR. Isaias 54:17"

Podemos concluir que todas as criaturas criadas diretamente por Deus são considerados seus filhos e os homens considerados servos de Deus no Antigo Testamento, enquanto no Novo Testamento são considerados filhos de Deus aqueles que são nascidos de novo em Cristo Jesus.

Nota:  Todas as passagens o termo "filhos de Deus" está em um contexto de anjos e não de humanos. No hebraico antigo quando se  pronunciava o termo "Bene Elohim" (בן bem  – אלהים ’elohiym) certamente não seria entendido outra coisa senão 'anjos' ou "feitos por Deus", seria a melhor leitura. E "filhas dos homens" em hebraico בת bath  – אדם ’adam aw-dawm’ traduzido como "filha do homem Adão" e ainda a palavra adam significa "vermelho" uma alusão ao barro do qual o homem Adão foi criado, então uma tradução melhor e compreensível seria –  "feitas (as filhas) pelo homem"

 

3) E isso traz à terceira interpretação, ao qual o relato Bíblico deve ser tomado literalmente e não alegoricamente. A frase "filhos de Deus" se refere a anjos, ainda que desobedientes, chamados de seres divinos (na traduçao Hebraica acima) que tomaram a forma humana e entraram em união sexual com mulheres humanas. Seus descendentes foram os Nephilim, ou caídos, seres enormes e poderosos que devem na verdade ter dominado o mundo antediluviano.

Os estudiosos que rejeitam esta opinião prontamente reconhecem o fato de que o termo preciso é claramente definido na Escritura. A razão para rejeitar a interpretação dos anjos caídos é que tal opinião é tida como uma afronta à razão e às Escrituras.   Alegam que a principal passagem problemática é aquela encontrada no Evangelho de Mateus, onde Jesus disse: Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus. Porque, na ressurreição, nem casam, nem se dão em casamento; são, porém, como os anjos no céu.” (Mt. 22:29-30).

A alegação é que Jesus disse que os anjos não têm sexo, mas, isto é mesmo verdade? Jesus comparou os homens no céu aos anjos no céu. Não é dito nem que homens nem que os anjos sejam sem sexo no céu, mas que no céu não haverá casamento.

Quando encontramos anjos descritos no livro de Gênesis, fica claro que eles podem assumir a forma humana. O escritor de Hebreus menciona que os anjos podem ser hospedados sem o conhecimento do homem (Hb. 13:2). Certamente os anjos devem ser bem convincentes como homens. Os homens homossexuais de Sodoma eram muito capazes para julgar a sexualidade. Eles foram atraídos pela “masculinidade” dos anjos que vieram destruir a cidade (Gn. 19:1 e especialmente o verso 5).

No Novo Testamento, duas passagens parecem se referir a este incidente em Gênesis 6, e dão base à opinião dos anjos:

Ora, se Deus não poupou a anjos quando pecaram, antes, precipitando-os no inferno os entregou a abismos de trevas, reservando-os para o juízo.” (II Pe. 2:4)

E a anjos, os que não guardaram o seu estado original, mas abandonaram o seu próprio domicílio, ele tem guardado sob trevas, em algemas eternas, para o juízo do Grande Dia.” (Jd. 6)

Os Nefilins são claramente mencionados como resultado dessa união entre os anjos caídos e as mulheres. Enquanto estudos da palavra produzem numerosas sugestões para o significado deste termo, a sua definição bíblica vem de apenas um outro único momento nas Escrituras, Números 13:33:

Também vimos ali gigantes (Nefilins) (os filhos de Anaque são descendentes de gigantes), e éramos, aos nossos próprios olhos, como gafanhotos e assim também o éramos aos seus olhos.”

Então os Nefilins seriam uma raça de super-humanos que são o produto desta invasão angelical da terra.

Esta opinião não apenas se adapta ao uso bíblico da expressão “filhos de Deus”, como também é a mais adequada ao contexto da passagem. Os efeitos da queda foram vistos na ímpia descendência de Caim (capítulo 4). Ainda que Caim e seus descendentes estivessem “no bolso de Satanás”, Satanás conhecia as palavras de Deus em Gn. 3:15, de que através da descendência da mulher Deus iria trazer o Messias que o destruiria. Não sabemos se toda a linhagem de Sete foi temente a Deus. De fato, até podemos supor o contrário. Somente Noé e sua família pareciam justos à época do dilúvio.

 

Tradição Judaica

De acordo com a tradição judaica, além de serem muito grandes e fortes, os Nephilim tinha enorme capacidade psíquica. Eles realizavam experiências fora do corpo, levitação, controle da mente, viajem no tempo, leitura da mente e visão remota. Eles tinham o poder de pronunciar e remover maldições e doenças e tinham formas de conhecer e predizer o futuro. Tendo se alinhado com Satanás, a fonte de seus poderes, eles controlaram e escravizaram a humanidade e perverteram a criação de Deus quase além da possibilidade de redenção.

Eles também eram extremamente inteligentes. Sabiam tudo sobre ciência, arquitetura e engenharia. Alguns acreditam que eles combinaram esses atributos com seus poderes de levitação para construir a Grande Pirâmide e outros grandes monumentos em todo o mundo ante-diluviano. Eles sacrificavam seres humanos por todo o planeta em templos e pirâmides que construíram na América Central e do Sul, no Oriente Longinqüo, nas Ilhas Britânicas, no Egito e em outros lugares. Eles bebiam sangue e assassinavam bebês, e quase que certamente estavam mexendo com o código genético humano e animal para perverter a criação e tornar a nossa redenção impossível. Eles eram os heróis de antigamente, os poderosos homens de renome, memorializados em todas as mitologias e a principal razão porque Deus teve que destruir o mundo e todos os seus habitantes no Dilúvio.

O fato de que a Bíblia descreve Noé como sendo perfeito em suas gerações e de que sua família foi a única a ser salva indica que a linhagem de sangue de Noé não havia sido contaminada geneticamente e era possivelmente a única descendência humana pura restante da qual um Redentor poderia vir (Gên 6.9). Se é assim, isso explica porque toda a população do mundo teve que ser destruída, senão a linhagem de Noé eventualmente seria contaminada também. (*)

(*) Nota: os relatos acima citados provavelmente foram inspirados no livro apócrifo de Enoque.

 

E Também Depois

No tempo de Abraão havia uma grande população de Nephilim no mundo novamente, a maioria localizada no Oriente Médio desde a ponta sul do Mar Morto até a Síria ao norte. Como os Nephilins originais pereceram todos no grande Dilúvio, Satanás aparentemente começou um novo programa de procriação ajustado específicamente para impedir os Israelitas de ocupar a Terra Prometida.

Veja estas referências.

Em Gêneses 14.5-6 uma coalizão de 5 reis da região da margem sul do Mar Morto derrotou três grupos de guerreiros conhecidos como os refains, os zuzins, também conhecidos como zanzumins, e os emins. Os refains eram descendentes de Rapha, que significa 'gigante' em Hebraico. O nomem zuzim significa criaturas errantes e emim significa os terríveis.

Em Deuteronômio 1.26-28 e 2.10-11 encontramos referências aos anaquins (gigantes de pescoço longo) e emins novamente, ambos identificados com descendentes de Rapha, o gigante.

Em Deuteronômio 3.11 é feita referência a Ogue, o Rei de Basã, um descendente de Rapha cuja cama media 4 metros de comprimento e 2,5 metros de largura.

Em Números 13.33 o relato dos espias incluía a visão de Nephilim, dizendo que os descendentes de Anaque vêm dos Nephilim. O medo dos Nephilim foi o que fez 10 dos 12 espias darem um relatório negativo, persuadindo os Israelitas a não entrarem na Terra Prometida. Tudo isso aconteceu no tempo de Moisés.

Em Josué 14.15 no fim da conquista da terra, Calebe recebe Hebrom, antes conhecida como Quiriate-Arba porque foi fundada por Arba, chamado de o maior dos anaquins.

E, é claro, em 1 Samuel 17 e 2 Samuel 21.15-22 há a derrota de Golias e seus quatro irmãos, todos descendentes de Rapha, no tempo do Rei Davi.

 

Uma História Paralela

Em nossa atenção à conquista por Israel da Terra Prometida, é fácil ignorar o fato de que Deus também deu aos descendentes de Esaú e Ló (Moabe e Amom) conceções de terras. As deles ficavam no lado oriental Vale do Rio Jordão, na atual Jordânia. Assim como com Israel, seu alvo era livrar as terras que lhes foram dadas dos Nephilim que habitavam lá. Em adição, Ele fez os Caftorins (Filisteus) eliminar o ramo chamado de Avins (corruptores) em Gaza (Deut. 2.2-23).

Dessa forma o Senhor julgou os Nephilim uma segunda vez, capacitando sobrenaturalmente Seu povo para derrotar as mais fortes e temíveis forças de Satanás, e admoestando-os a matar todo homem, mulher e criança, de forma a não deixar vivos remanescentes dessas abominações para repovoar o mundo uma terceira vez. Levou até o tempo do Rei Davi para tudo isso ser alcançado.

Por milhares de anos os Nephilim sobreviveram somente na mitologia, às vezes conhecidos como semi-deuses ou Titãs. Hércules é um exemplo de ser mitológico cujo pai era um deus e cuja mãe era humana. A propósito, a palavra titã vem de Shaitan, um derivado Babilônico da palavra Hebraica Satan.

 

O Fim dos Tempos

"E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem" (Mateus 24.37).

Como eram os dias de Noé? De acordo com 2 Pedro 2.4 esses foram os dias em que os anjos caíram e foram julgados. Judas 6 também descreve anjos que saíram de sua habitação natural (o céu) e foram acorrentados em trevas. Esses versos se referem aos anjos que foram os pais dos Nephilim.

Parece que isso acontecerá novamente, logo antes da 2ª Vinda, como Jesus disse.  É aí que os cultos de OVNIs e outros lançam suas conjecturas. Eles falam de avistamentos de OVNIs (há um a cada 10 minutos em alguma parte do mundo) como sinais apontando para o retorno dos Nephilim. Uma pessoa de cada 5 declara ter visto um OVNI e uma em cada 100 declara ter tido algum tipo de encontro alienígena, de observação a inspeção e a abdução. O denominador comum em abduções confirmadas parece ser um incomum interesse no sistema reprodutivo humano. Estarão os assim chamados extraterrestres usando humanos para criar uma raça híbrida, meio humana e meio "alien"? Resultará isso em um retorno dos Nephilim, uma raça super poderosa de seres criados para ajudar as forças de Satanás a tomar o Planeta Terra novamente?

 

Ferro e Barro

"A Bíblia não prediz isso claramente, apesar de alguns lerem isso em passagens do Apocalipse onde João parece estar descrevendo seres de outro mundo. Mas há uma pequena pista na tradução Versão King James do Livro de Daniel. Ela está no capítulo 2, a descrição de Daniel da estátua polimetálica que o Rei Nabucodonozor havia visto em um sonho. Daniel interpretou a estátua do sonho como uma representação de reinos mundiais futuros entre então (600 AC) e o Milênio. A cabeça de ouro era Babilônia, então no poder. O peito e os braços de prata simbolizavam o reino que se seguiria a Babilônia (Pérsia), o abdomem e as coxas de bronze eram o reino seguinte (Grécia) e as pernas de ferro um depois desse (Roma). Na base, estavam pés de ferro misturado com barro, o que muitos vêem como o Império Romano revivido no final dos tempos.

E é aqui que fica interessante. A tradução de King James do verso 43 diz, "E onde viste ferro misturado com barro de lodo, eles se misturarão com a semente dos homens: mas não se prenderão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro" (Daniel 2.43).

Quem são eles, os que se misturam com a semente dos homens? Parece que eles não são humanos ou a passagem não faria sentido. Estarão não-humanos criando uma raça híbrida para algum propósito ainda desconhecido? Estarão eles habitando silenciosamente entre nós agora mesmo, como alguns defendem? Será o Anticristo o exemplo definitivo dos Nephilim, ou terá ele forças Nephilim ao seu comando durante a Grande Tribulação? Somente o tempo dirá."  (conjecturas do escritor Jack Kelley)

 

Mas uma coisa nós podemos saber com certeza agora mesmo. Havia um 5º reino no sonho de Nabucodonozor Ele era simbolizado por uma pedra cortada não por mãos humanas e caiu sobre a estátua e a reduziu a um pó tão fino que o vento eliminou todo e qualquer traço dele (Dan 2.34-35 e 44-45).

Este é o Reino do nosso Senhor Jesus, e quando vier Ele destruirá todo o remanescente dos reinos anteriores da humanidade. Seu Reino jamais será derrotado nem dado a outro, pois Ele reinará para sempre e sempre, e nós estaremos lá com Ele.

Maranata!

 

Leia Também: Como nos Dias de Noé

Para saber mais: http://www.caiofabio.net/2009/conteudo.asp?codigo=06003

 

Fontes pesquisadas:

www.olharprofetico.com.br

www.wikipedia.org

Dicionário Bíblico Strong

www.bible.org/series/genesis- paraíso – patriarcas

www.estudosgospel.com.br/…/anjos-caidos-gigantes-e-os-filhos-de-deus.html

 

Início | Download | Links | Contato
Misso Portas Abertas JMM ANEM
Destino Final Heart Cry Jocum Missao Total Missao Total Projeto Paraguai