O Terceiro Templo

Categoria (Terceiro Templo) por Geração Maranata em 30-09-2010

Tag:



Segundo a tradição judaica, o Terceiro Templo é o templo futuro ser construído no Monte do Templo durante o tempo do messias. Ele é basicamente uma descrição ideal do Templo no Livro de Ezequiel em reabilitação em primeiro lugar. Como o templo foi construído por imigrantes do Retorno a Sion (“Segundo Templo”) não foi construída daquela forma prescrita no livro, o resgate total permaneceu uma característica desejada, juntamente com o cumprimento de outras visões dos profetas.

A construção do Terceiro Templo é mencionado nos últimos capítulos do livro de Ezequiel, no Mishna, no Talmud, no Midrash, em livros da Halacha, Cabala e Hasidism. Em Amidah (de pé) conclui-se as orações com um pedido: ser construída uma casa – o Templo rapidamente em nossos dias, e deixar alguns de nós Sua Torah (originalmente – Pirkei Avot, capítulo E, mudanças como: “Deixe-nos o Senhor nosso Deus construir a sua cidade rapidamente em nossos dias, e deixar para alguns de nós Sua Torah”).

Bíblia (Tanach – VT)

O termo “Terceiro Templo” não aparece na Bíblia. No entanto, muitas profecias da Bíblia referem-se a redenção final, reunião dos exilados e “Nos últimos dias”(Aharit Yamim) como o templo está localizado no centro da cidade. Por exemplo, a profecia de Isaías:

E será nos últimos dias o Monte do Templo está no topo das montanhas e em todos os cumes e se dirigirão para ele as nações. Muitas nações foi, e disse ir para a montanha e Casa(Templo) do Deus de Jacó, pode ser visto também em: Vamos, pois de Sião sairá a Lei(Torá) e a palavra de Deus de Jerusalém.

Estas profecias, falam durante o período do exílio do Primeiro Templo, desde o período babilônico até o início do período do do Segundo Templo, e não se cumpriram durante o período do Segundo Templo. As palavras dos sábios(Hazal) é uma discussão sobre se uma segunda casa desde a sua criação não merecia a realização destas profecias, ou que não tinha o potencial para se cumprirem, na falta de suficiente cooperação da parte de Israel. No entanto, após a destruição deste templo, duas destas profecias interpretadas como orientação para o novo templo a ser construído.

Uma descrição detalhada de um futuro templo, grande, aparece no livro de Ezequiel. A descrição não é clara, devido ao uso de termos arquitectónicos, cujo significado é vago (por exemplo, “Atyakim”) e as partes são divididas em várias questões fundamentais do entendimento. Maimônides (Ramban) escreve que: “A contrução futura a ser construída, mesmo que ele diz (Ezequiel) – é expressamente explicado mas não é interpretado.

Há, tanto segundo a Halacha quanto a interpretação de grandes nomes entre os rabinos ao longo da história, desde Rabi Akiva, Ramban até os dias de hoje, uma série de motivos pelos quais não se deve re-construir o templo em Jerusalém.

As principais causas são a impossibilidade de definir quem pode ser Cohen (Sacerdote) não somente por genealogia, mas de fato. Outro problema é a falta de cinzas da Para Aduma (Vaca Vermelha). O localização exata do local de sacrifícios e a contaminação de morte sçao outras grandes barreiras que se juntam a problemas como a definição exata do Tzitzit Techelet, instrumentos purificados e etc.

Outras tentativas de reconstrução do Templo

Durante alguns períodos da história hoje a tentativa da reconstrução do templo que por fim terminaram em grande fracasso, a primeira foi no período de Bar Kova(Kosiva), o que terminou em uma grave opressão a rebelião judaica e a morte de milhares de judeus em todo Israel, como testemunha desta tentativa, podem ser vistas as moedas que foram impressas na época com a imagem do templo durante este período.

A segunda e terrível tentativa de reconstrução do templo foi no período de Juliano, o césar. Durante este período, Juliano “aceitou” o judaísmo como fé somente afim de combater o crescimento do cristianismo, para isso, deu ordens e recursos aos judeus para iniciarem a obra. Entre os milhares de Israel Juliano era chamado de “Filho de Davi”, mesmo sem ter nenhuma origem judaica.

O que parou a obra de Juliano foram dois fatos surpreendentes e de força superior. Primeiramente houve um grande terremoto em Jerusalém que destruiu o Templo que estava sendo construído e um grande incêndio na Cidade Santa. O segundo foi a morte inesperada de Juliano em uma batalha na região da Síria. Por fim, diante destes fatos, os judeus o “proclamaram” como impostor.

Houveram porém outras tentativas, tanto da construção do templo quanto da renovação de sacrifícios, porém sem sucesso. Nos dias de hoje em Israel há uma série de organizações que incentivam a volta aos sacrifícios a a construção do templo, porém não tem o apoio da grande maioria dos rabinos que acham desnecessário a reconstrução do templo até que o Mashiach venha ou retorne.

O Templo de Herodes

Segundo uma linha de interpretação, na realidade o Templo de Herodes teria sido o terceiro templo, pois apesar de ele ter sido considerado uma espécie de “REFORMA” do Segundo Templo que foi construído por Zerubabel e Esdras, pode-se compreender claramente que ele era muito maior do que o mesmo.

Segundo Flávio Josefo e outros historiadores contemporâneos dele, não havia construção em todo mundo maior do que o Templo de Jerusalém que deveria ser todo revestido de mármore e ouro. Sua suntuosidade era algo notável e invejável, e este talvez fosse o motivo da inveja romana.

Yeshua Hamashiach e o Terceito Templo

Não são poucos os textos na Brit Hahadash que relacionam a vida de que é conhecido como Jesus(Yeshua) e o templo.

Veja o que o livro de João, capítulo 2 fala sobre o assunto:

Então os judeus lhe perguntaram: “Que sinal miraculoso o senhor pode mostrar-nos como prova da sua autoridade para fazer tudo isso? “

Jesus lhes respondeu: “Destruam este templo, e eu o levantarei em três dias”.

Os judeus responderam: “Este templo levou quarenta e seis anos para ser edificado, e o senhor vai levantá-lo em três dias? “

Mas o templo do qual ele falava era o seu corpo.

Depois que ressuscitou dos mortos, os seus discípulos lembraram-se do que ele tinha dito. Então creram na Escritura e na palavra que Jesus dissera.

Segundo esta linha de pensamento, Yeshua seria a promessa de Deus de que sua presença estaria em cada um de seu povo através da fé, cumprindo assim as profecias que dizem:

Assim diz o Senhor dos Exércitos: Naquele dia pegarão dez homens, de todas as línguas das nações, pegarão, sim, na orla das vestes de um judeu, dizendo: Iremos convosco, porque temos ouvido que Deus está convosco. Zacarias 8:23

Eu mesmo ensinarei todos os seus moradores, e eles viverão em paz e segurança. Isaias 54:13

Mas este é o concerto que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o SENHOR: porei a minha lei no seu interior e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. Jeremias 31:33

Portanto quando Yeshua prega a presença do Ruach Hakodesh(Espírito Santo) que antes residia somente no Santo dos Santos no Templo, agora pela fé pode residir no coração de todos aqueles que creêm no Templo que não foi feito por mãos de homens. Segundo esta visão, o templo prescrito por Ezequiel na realidade é uma alusão a perfeição e pureza de coração que foram encontrados no Messias, ELE é o terceiro templo.

O Terceiro Templo Físico

Mesmo se crermos que há um terceiro e verdadeiro templo vivo, não feito por mãos de homens, podemos compreender que ainda haverá um terceiro templo, onde a presença de Adonai não se fará, e na realidade será apenas um instrumento para antecipar o retorno do Mashiach Yeshua. Este caso é descrito no livro de Daniel:

DANIEL 8:24: E se fortalecerá o seu poder, mas não pela sua própria força; e destruirá maravilhosamente, e prosperará, e fará o que lhe aprouver; e destruirá os poderosos e o povo santo.

DANIEL 8:10: E se engrandeceu até contra o exército do céu; e a alguns do exército, e das estrelas, lançou por terra, e os pisou.

Podemos ver acima o tamanho do poder deste falso governante que virá no fim dos tempos, mas somente realizar o terror no mundo contra todo tipo de nação não será suficiente, ele vai adiante. O texto a seguir mostra que este falso Mashiach(Governante do Mundo) se levantará até mesmo contr o verdadeiro Mashiach(Principe dos Principes), o qual é Yeshua. O Sacrifício contínuo foi retirado e lançado por terra pelas forças do verdadeiro inimigo de Israel(Satan) que futuramente vem a se manifestar no Mashiach esperado pelos judeus.

DANIEL 8:11: E se engrandeceu até contra o príncipe do exército; e por ele foi tirado o sacrifício contínuo, e o lugar do seu santuário foi lançado por terra.

DANIEL 8:25: E pelo seu entendimento também fará prosperar o engano na sua mão; e no seu coração se engrandecerá, e destruirá a muitos que vivem em segurança; e se levantará contra o Príncipe dos príncipes, mas sem mão será quebrado.

A seguir, podemos ver na profecia de Daniel que na realidade o levantar deste falso governante é na realidade o se levantar com o verdadeiro Príncipe e o Verdadeiro Deus:

DANIEL 7:25: E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues na sua mão, por um tempo, e tempos, e a metade de um tempo. Mas o juízo será estabelecido, e eles tirarão o seu domínio, para o destruir e para o desfazer até ao fim.

DANIEL 11:35: E alguns dos entendidos cairão, para serem provados, purificados, e embranquecidos, até ao fim do tempo, porque será ainda para o tempo determinado.

DANIEL 12:10: Muitos serão purificados, e embranquecidos, e provados; mas os ímpios procederão impiamente, e nenhum dos ímpios entenderá, mas os sábios entenderão.

Em Daniel 12 fica claro de que os novos sacrifícios impostos não são mais agradáveis ao Senhor, pois se tornarão abominação:

Muitos serão purificados, e embranquecidos, e provados; mas os ímpios procederão impiamente, e nenhum dos ímpios entenderá, mas os sábios entenderão.

11 E, desde o tempo em que o contínuo sacrifício for tirado e posta a abominação desoladora, haverá mil duzentos e noventa dias.

Porém o próprio profeta profetiza a salvação daqueles que são verdadeiramente justos perante o Senhor:

1 E, naquele tempo, se levantará Miguel, o grande ministro, que se levanta pelos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas, naquele tempo, livrar-se-á o teu povo, todo aquele que se achar escrito no livro.

2 E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna e outros para vergonha e desprezo eterno.

3 Os sábios, pois, resplandecerão como o resplendor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça refulgirão como as estrelas, sempre e eternamente.

4 E tu, Daniel, fecha estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará.

A sabedoria que vêm do alto pelo Ruach Hakodesh nos convoca a deixarmos de lado o sonho da construção feita por mãos de homens para assumirmos o sacrifício real e singular feito pelos pecados de toda a humanidade, o Terceiro Templo não é aquele que estará em Jerusalém, mas sim aquele que está nos corações de cada um de nós, Yeshua Hamashiach.

Um bom motivo para a construção do Terceiro Templo

Bem, se todos estes textos nos mostram que após a construção do Terceiro Templo muitas questões proféticas se cumpriram, fica claro também que o mesmo será precedido pela vinda do que é o esperado Messias por parte dos judeus tradicionais e ortodoxos, mas que por parte dos judeus messiânicos e evangélicos, nada mais será que o anti-cristo, ou seja, o falso messias que virá debaixo o espírito satânico.

Se assim for, creio que para ambos os lados, ou seja, aqueles que já receberam o seu messias como Yeshua ou aqueles que esperam por um outro, a reconstrução do templo é desejada, pois ela levará a uma resposta definitiva de quem é o verdadeiro messias de Israel, se os que virá para os judeus que ainda esperam é o messias, então após 7 anos nada acontecerá e o milênio terá prosseguimento, mas se o Mashiach é Yeshua, após este período haverá a queda do reino do Falso Messias, o mesmo será aprisionado para sempre e então será estabelecido o Reino Milenar de Yeshua, portanto, convoco a todos a se juntar as orações de todos os judeus em todo Mundo, “que o Templo Seja Construído em Jerusalém o quanto antes, Amém”.

Fonte: www.cafetorah.com

**Geração Maranata** Se for copiar cite a Fonte!

Popularity: 7% [?]

Leia também:

Post a comment

Início | Download | Links | Contato
Misso Portas Abertas JMM ANEM
Destino Final Heart Cry Jocum Missao Total Missao Total Projeto Paraguai