Sete Grandes Sinais Proféticos da Segunda Vinda

Categoria (Segunda Vinda de Jesus, Sinais Proféticos) por Geração Maranata em 02-08-2010

Tag: ,



por Jack Kelley

Existem sete grandes sinais proféticos da Segunda Vinda e, atualmente, todos eles estão em alguma fase de cumprimento. Como no ano passado, eu vou listar os sete com suas principais referências Bíblicas e oferecerei comentários sobre eventos atuais.

 

1. Israel Estará em Sua Terra … Ezequiel 36:24, 37:21

"E vos tomarei dentre os gentios, e vos congregarei de todas as terras, e vos trarei para a vossa terra."

"Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu tomarei os filhos de Israel dentre os gentios, para onde eles foram, e os congregarei de todas as partes, e os levarei à sua terra."

Em 1948, quando Israel novamente tomou o seu lugar entre as nações do mundo, pela primeira vez em quase 2000 anos, estudantes da profecia reconheceram o cumprimento do primeiro sinal de que o fim dos tempos estava sobre nós. Isaías 11:11-12, Ezequiel 36:8-12 e Amós 9:14-15 também haviam predito isso claramente. Jesus disse que alguns da geração nascida quando isso acontecesse ainda estariam vivos quando voltasse (Mateus 24:34).

O cumprimento dessa profecia também causou outra reação. Satanás também lê as profecias, e começou a exercer uma influência ainda maior sobre os líderes mundiais em seu contínuo esforço para frustrar o plano de Deus. Como resultado, Israel lutou seis grandes guerras nos últimos 62 anos, cada uma delas uma tentativa de apagar a pátria dos Judeus da face da Terra. E é claro que esse esforço vai continuar com a maior batalha de todas se desenhando no horizonte, predita por Ezequiel nos capítulos 38-39. Os inimigos de Israel, tanto física como espiritualmente, não desistirão até que conseguiram (sua visão) ou sejam destruídos (a visão de Deus).

Neste ano passado (2008), vimos os esforços sem precedentes de amigos e inimigos para diminuir tanto a influência de Israel quanto o seu tamanho. Grande parte do ataque se concentrou sobre a capital, Jerusalém. A nova liderança dos E.U.A., tradicionalmente um dos aliados mais fiéis de Israel, tem feito muitos duvidarem de sua vontade de permanecer ao lado Israel, chamando Jerusalém Oriental de território ocupado e exigindo que casas judaicas não sejam mais construídas ali. No final do ano a União Européia apelou por uma declaração oficial dividindo Jerusalém para abrir caminho para que um futuro Estado palestino tenha parte da cidade como sua capital. E diz-se que vários países do Oriente Médio estão trabalhando com os Palestinos para introduzir uma resolução da ONU que declarará unilateralmente um Estado Palestino na terra de Israel, tendo Jerusalém Oriental como sua capital. (leia o Artigo Israel e a criação do Estado Palestino em 2011)

Mas tentem essas nações o quanto possam destruir Israel, Deus tem um resultado diferente em mente para Israel.

E há de ser que naquele dia o Senhor tornará a pôr a sua mão para adquirir outra vez o remanescente do seu povo, que for deixado, da Assíria, e do Egito, e de Patros, e da Etiópia, e de Elã, e de Sinar, e de Hamate, e das ilhas do mar. E levantará um estandarte entre as nações, e ajuntará os desterrados de Israel, e os dispersos de Judá congregará desde os quatro confins da terra. (Isaías 11:11-12).

"Mas vós, ó montes de Israel, produzireis os vossos ramos, e dareis o vosso fruto para o meu povo de Israel; porque estão prestes a vir. Porque eis que eu estou convosco, e eu me voltarei para vós, e sereis lavrados e semeados. E multiplicarei homens sobre vós, a toda a casa de Israel, a toda ela; e as cidades serão habitadas, e os lugares devastados serão edificados. E multiplicarei homens e animais sobre vós, e eles se multiplicarão, e frutificarão. E farei com que sejais habitados como dantes e vos tratarei melhor que nos vossos princípios; e sabereis que eu sou o Senhor. E farei andar sobre vós homens, o meu povo de Israel; eles te possuirão, e serás a sua herança, e nunca mais os desfilharás." (Ezequiel 36:8-12)

"E trarei do cativeiro meu povo Israel, e eles reedificarão as cidades assoladas, e nelas habitarão, e plantarão vinhas, e beberão o seu vinho, e farão pomares, e lhes comerão o fruto. E plantá-los-ei na sua terra, e não serão mais arrancados da sua terra que lhes dei," diz o Senhor teu Deus. (Amós 9:14-15)

E as nações que tentaram dividir Israel?

"Congregarei todas as nações, e as farei descer ao vale de Jeosafá; e ali com elas entrarei em juízo, por causa do meu povo, e da minha herança, Israel, a quem elas espalharam entre as nações e repartiram a minha terra." (Joel 3:2)

 

2. Jerusalém Estará em Mãos Judaicas … Lucas 21:24

E cairão ao fio da espada, e para todas as nações serão levados cativos; e Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos dos gentios se completem.

O Senhor profetizou que a reunificação de Jerusalém como uma cidade judaica seria um sinal de que a influência estrangeira (gentia) sobre a Sua terra, e mesmo do mundo, estaria prestes a terminar. O cumprimento dessa profecia começou em 1967, e os estudiosos o viram como um sinal importante de que o fim dos tempos havia começado. O esforço de quase todo o mundo para dividir a cidade novamente é, em essência, uma batalha de vontades. Quase todos os líderes de Israel permaneceram firmes na promessa de manter Jerusalém unida para sempre como capital de Israel, mas os chefes incrédulos do mundo estão da mesma forma firmemente determinados a dividi-la. Por trás de tudo isso, é claro, está uma batalha espiritual de enormes proporções. Conquanto não haja dúvida quanto ao resultado, a batalha será um feroz.

Eu chego mesmo a acreditar que Jerusalém não estará realmente livre de ser "pisada" pelos gentios até a volta do Senhor. A profecia de Daniel de que o Domínio Gentio não terminará até o Senhor estabelecer seu reino (Daniel 2:36-45), a profecia de Zacarias sobre a cidade sendo capturada e dividida pouco antes da volta do Senhor (Zacarias 14:2), e as observações de João em Ap. 11:1-2 sobre os gentios pisando o átrio exterior do templo durante a Grande Tribulação todas confirmam isto.

O cumprimento em curso dessas principais profecias acerca de Israel causou confusão nas mentes de alguns comentaristas. Isto se centraliza em torno de uma interpretação errada de Mat. 24:34, de que todas as profecias para o tempo do fim estariam cumpridas dentro de uma geração, nominalmente 40 anos, da reunião de Israel em 1948. Esse erro fez 1988 parecer o momento provável para o Fim. Mas quando 1988 chegou e se foi, os estudiosos se concentraram no aniversário de Jerusalém, 1967, e passaram a adicionar 40 anos a ela, avançando as suas previsões para 2007. A justificativa para isso é que a cronologia das profecias sobre a Primeira Vinda em Daniel 9:24-27 partiu da reconstrução da cidade, e não do retorno à Terra. Mas essa data também se provou errada.

O problema é que o Senhor não prometeu que todas as profecias para os Tempos do Fim estariam cumpridas dentro de uma geração de seu início, apenas que a geração a nascer na época do primeiro dos sinais ainda estaria viva para ver a sua conclusão. De acordo com o Salmo 90:10 a expectativa de vida média Bíblica é de 70 anos, assim a previsão do tempo aproximado do Fim requer a adição de 70 anos a 1948, e não 40.

À medida em que se aproximar, o momento aproximado da 2ª Vinda se tornará cada vez mais evidente. Os que estiverem por aqui quando um tratado for assinado permitindo aos Judeus construirem o seu Templo em Israel saberão que ela estará cerca de sete anos à frente (Daniel 9:27). Aqueles que testemunharem o Anticristo de pé no Templo a proclamar-se Deus saberão que restam apenas 1260 dias para o término da Grande Tribulação, e a 2ª Vinda acontecerá pouco depois (Mat. 24:15,21 e 2 Tes. 2:4). Mas, ainda assim, o Senhor indicou claramente que os vivos sobre a Terra no final da Grande Tribulação não saberão o dia e hora exatos da Sua vinda até que Ele efetivamente apareça (Mateus 24:42 e 44, 25:13).

 

3. Uma Coalizão Muçulmana Armada e Liderada pela Rússia Atacará a Terra Santa … Ez. 38:2-6

"Filho do homem, dirige o teu rosto contra Gogue, terra de Magogue, príncipe e chefe de Meseque, e Tubal, e profetiza contra ele. E dize: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu sou contra ti, ó Gogue, príncipe e chefe de Meseque e de Tubal; e te farei voltar, e porei anzóis nos teus queixos, e te levarei a ti, com todo o teu exército, cavalos e cavaleiros, todos vestidos com primor, grande multidão, com escudo e rodela, manejando todos a espada; persas, etíopes, e os de Pute com eles, todos com escudo e capacete; Gômer e todas as suas tropas; a casa de Togarma, do extremo norte, e todas as suas tropas, muitos povos contigo."

Mais de 130 referências históricas deixam claro que Magog significa a Rússia moderna, e os outros nomeados aqui formam uma coalizão com base na sua religião comum, o Islã. (Hoje a Rússia é 30% muçulmana e está crescendo.) Entre eles estão Irã, vários países do Norte Africano, países da Europa Oriental ao longo do Danúbio e as nações turcas da Ásia Menor. Uma rápida olhada em um mapa do mundo revelará que essas zonas são o lar de alguns dos grupos islâmicos mais radicais. (Para uma explicação detalhada das nações modernas a que se referem esses nomes bíblicos, leia "Um Olhar Aprofundado nos Equivalentes Modernos aos Nomes Bíblicos em Ezequiel 38")

Os russos já são um grande fornecedor de armas para a coligação muçulmana, assim como Ezequiel profetizou, e será levado a se juntar a esta batalha pelo próprio Deus. A política mal disfarçada da Rússia de se tornar a maior força fora do Oriente Médio está sendo jogada bem nas mãos do Senhor. Irã e Rússia estão bem na execução de um acordo de US$ 50 bilhões para fornecer poder nuclear ao Irã. Os 10 reatores solicitados no negócio são supostamente para geração de energia elétrica, mas a maioria dos líderes ocidentais suspeita que eles podem ser usados para construir bombas também. Alguns especialistas afirmam que o Irã se tornará uma potência nuclear no próximo ano, mas outros acham que uma bomba está ainda um ano ou dois adiante. Israel novamente prometeu impedir que isso aconteça, mas não se surpreenda se os E.U. continuarem a se afastar de sua promessa no mesmo sentido, embora no final do ano a linguagem de Washington pareça estar novamente ficando mais forte. Li recentemente que o Pres. Obama e o PM Netanyahu concordaram em adiar conversas sobre uma ação militar até a primavera de 2010 para dar uma chance à próxima rodada de sanções. Netanyahu havia anunciado um prazo até dezembro de 2009 para evidências do progresso diplomático.

A Rússia também formou alianças comerciais e militares com a Turquia e a Síria, e tornou-se o 2° maior parceiro comercial da Turquia, depois da Alemanha. Eles venderam a Damasco um sistema de defesa aérea de primeira linha, juntamente com seus mísseis de última geração e mísseis anti-tanque e estão construindo um grande porto militar no norte da Síria, em preparação para mover componentes de sua frota do Mar Negro para lá. No Líbano, a Inteligência Militar russa acaba de praticamente tomar a cidade de Sidon, espionando Israel para que o Irã e a Síria. O Irã também recebeu a entrega de um sistema russo de defesa aérea, para proteger o seu reator Bushier, primeiro da série que a Rússia se comprometeu a construir.

O principal obstáculo para o início do cumprimento dessa profecia é a referência à sua ocorrência no momento em que Israel é "um povo pacífico e tranqüilo" (Ezequiel 38:11). Isto certamente não é o caso hoje, mas no Salmo 83 há um profecia ainda a ser cumprida que parece envolver todos na vizinhança de Israel em mais uma tentativa frustrada de eliminar o povo judeu do mapa. O salmista suplica ao Senhor para intervir e derrotar os invasores de Israel. Se isso acontecer, ajudará a explicar porque nenhum deles está relacionado na lista de antagonistas de Ezequiel, e como Israel poderia estar vivendo em um estado de segurança como exige Ezequiel 38:11. Dois dos vizinhos de Israel, o Hamas e o Hizbollah estão fazendo preparativos frenéticos para a guerra e está registrado que eles afirmam esperar uma em breve. Não surpreendentemente, esses preparativos estão sendo comprados e pagos pelo Irã.

Mas dois outros pré-requisitos para a batalha de Ezequiel estão claramente se cumprindo. A guerra de Gaza tornou mais tensas as relações de Israel com a Turquia ao ponto de ruptura e, como eu mostrei, a Turquia estará do lado muçulmano na batalha de Ezequiel. O apoio público para a adesão da Turquia à União Européia também está em declínio, outro sinal de que as atitudes em relação ao Ocidente estão mudando. O Primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan acredita que o destino da Turquia é reconstruir o Império Otomano no novo centro de poder do Oriente Médio. Ele está se aliando com o Irã e a Síria para conseguir isso. Não demorará muito até que a Turquia se estabeleça solidamente no campo da coalizão muçulmana. A recente descoberta de gás natural em alto-mar por Israel, dita ser de proporções "históricas", poderia criar a riqueza necessária para fazer de Israel um alvo atraente, cumprindo a profecia de Ezequiel 38:13 que a Rússia estaria procurando por pilhagem. Até agora Israel realmente não tinha nenhuma riqueza a se mencionar, mas a descoberta de gás natural vale bilhões, enas últimas semanas foi encontrado petróleo perto de Tel Aviv também. Não há ainda informações específicas sobre quão grande possa ser a descoberta, mas pode ser significativa e já está animando as pessoas.

Eu acredito que a remoção dos E.U. como poderoso aliado de Israel, também é necessária para preparar o caminho para a batalha de Ezequiel, porque eu não acho que a coalizão muçulmana atacará até ter a certeza que os E.U. não vão retaliar. Qualquer um dos vários cenários atualmente em atividade poderia alcançar isso, especialmente porque nossa política nacional em relação a Israel já está mudando. Uma recessão aprofundada poderia virar a nação para dentro de novo e nos fazer perder o interesse em defender Israel. Uma queda adicional do dólar nos mercados mundiais poderia mesmo tornar-nos financeiramente incapazes de fazê-lo. Os fundos teriam de ser emprestados e nossa capacidade de pagar a dívida atual já está sendo questionada. A ameaça ou ocorrência real de um grande ataque terrorista poderia levar-nos a ficar inativos. E, finalmente, o arrebatamento da Igreja poderia privar os E.U. da liderança e do material humano para responder. Qualquer um destes poderia significar problemas graves para os E.U. e todos eles têm uma probabilidade maior do que a média de vir a ocorrer nos próximos anos. Em resumo, é muito mais fácil ver os E.U. abandonarem o seu compromisso com Israel do que era até pouco tempo atrás.

Quando for a hora certa, tendo recentemente levado a Sua igreja para o Céu, o Senhor vai usar essa batalha para orquestrar Sua reconciliação com Israel e em seu calcanhar o Anticristo surgirá com um plano de paz que inclua um Templo Judaico. Assim uma vez que essa batalha tenha lugar, a profecia dos tempos do fim continuará a avançar rapidamente.

O Antigo Império Romano Voltará a Surgir Como Uma Força Política … Apo. 17:9-10

"Aqui o sentido, que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada. E são também sete reis; cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo." (Isto é um pouco obscuro se você não conhece a sua história. Quando João escrevia isto, por volta de 95AD, haviam existido cinco grandes potências mundiais, Egito, Assíria, Babilônia, Pérsia e Grécia. Todas foram conquistadas e absorvidas. O poder atual era Roma, que nunca foi realmente conquistado e voltará a surgir no fim dos tempos, de acordo com Daniel 9:26.)

Daniel 2:36-45 descreve o Domínio Gentílico do tempo de Daniel para a frente (Egito e Assíria já haviam caído) na forma de uma estátua gigante representando os quatro reinos restantes. Babilônia era a cabeça de ouro. A Pérsia era o peito e os braços de prata. A Grécia era o ventre e as coxas de bronze, seguida pelas duas aparições de Roma, duas pernas de ferro (Roma Bíblica) e dois pés de ferro misturado com argila (o Império Romano revivido). Leia cuidadosamente e você encontrará algumas coisas interessantes na descrição dos dois pés sobre os quais a estátua se apoia. Em primeiro lugar, o ferro e a argila não se misturam. Podemos imaginar um barro pegajoso que serve como uma cola unindo pedaços de ferro, mas a linguagem descreve um barro que é feito de pó e já cozido … duro e frágil como cacos de cerâmica. Você não pode fazer peças aleatórias de ferro e cerâmica aderirem entre si.

As duas pernas de ferro da estátua descrevem as duas divisões do Império Romano dos tempos bíblicos, ocidental e oriental. Hoje, o território da Divisão Ocidental é ocupada pela Europa, enquanto que o território oriental engloba os países islâmicos do Oriente Médio. Eles são os dois pés de ferro misturado com argila. Ambas as divisões estão consistentemente se tornando mais e mais poderosas. Alguns especialistas insistem que as derrotas combinadas de que falam o Salmo 83 e Ezequiel 38-39 tornarão a Perna Oriental (islâmica) incapaz de se tornar parte do Império Mundial do Fim dos Tempos. Mas estimativas aproximadas indicam que apenas 15% do mundo islâmico será representado pelas forças aliadas contra Israel, e lembre-se que apenas os seus soldados morrem em batalha, não a sua população total. E, além disso, Daniel tinha ambos os pés da estátua em vista no capítulo 2, então ambas as divisões do Império Romano têm de estar presentes no Fim dos Tempos. O próximo passo será uma aliança difícil entre essas duas divisões. O uso por Daniel do ferro e do barro em sua composição fala da dificuldade que as culturas ocidental e oriental terão em manterem-se unidas. Mas o fato de que Daniel só identificou quatro impérios significa que o último só pode ser alguma forma da Roma antiga. (Acho interessante que, com as incursões que o Islã já fez na Europa Ocidental, alguns analistas já começaram a chamá-la "Eurábia".)

 

5. O Mundo Abraçará Uma Única Religião … Apo. 13:8

E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.

Não se engane sobre isso. O Islã é a principal força religiosa no mundo de hoje e seu objetivo é nada menos que a dominação do mundo, por qualquer meio necessário. É a religião que mais rápido cresce no mundo e só perde para o cristianismo em número de adeptos. Já quase um em cada quatro habitantes do mundo é muçulmano, e como a maioria dos cristãos e judeus eles não sabem exatamente no que acreditam ou porquê. Eu não sou profeta, mas, ao olhar para o futuro, é muito mais fácil para mim ver o Islã montando sua atual onda de impulso para preencher o vazio deixado pela saída da Igreja do que imaginar alguma mistura aguada de Cristianismo apóstata e Misticismo da Nova Era.

Muito tem sido escrito recentemente sobre al Mahdi, uma figura das profecias muçulmanas que são notavelmente semelhantes às profecias cristãs do Anticristo. Ambas mostram um líder que entra em cena durante um tempo de grande agitação na Terra. Ambas descrevem-no como homem de paz, que terá um um reino com a duração de sete anos de reinado, chefia uma religião única mundial e um governo mundial, e reivindica origem sobrenatural. Ambas as profecias culminam em uma batalha entre o bem e o mal que traz o julgamento final da terra. É como se elas estivessem apontando para a mesma pessoa. A diferença é que no Islã ele é um cara bom, enquanto que a Bíblia o chama de mal.

Pegue esse carismático líder político e religioso, com seu poder sobrenatural, adicione a amplamente apoiada, mas errada crença de que Deus e Alá são a mesma coisa, e que o Islã é uma religião de paz, e depois subtraia o espírito de discernimento, que desaparecerá com a Igreja, e você poderá ver como ele poderia ser o ramo em que um mundo à beira do desastre se agarra para a sobrevivência.

 

6. O Mundo Aceitará um Governo Único … Apo. 13:3

… e toda a terra se maravilhou após a besta.

A última eleição presidencial dos E.U. mostrou quão rapidamente um povo temeroso e desiludido se coloca atrás de alguém que promete mudar as coisas. Quando você olhar para a forma do mundo não é preciso muito para imaginar as circunstâncias chegando a um ponto onde o mundo inteiro vai concordar em seguir um líder que promete trazer ordem ao caos. Quer seja o aquecimento global (agora chamado de Mudanças Climáticas), ou o declínio do dólar americano, a solução única que todos estão falando é alguma forma de governo mundial. Com as coisas que já ameaçam a estabilidade do mundo ficando piores a cada dia, quanto mais frenéticas as pessoas ficarão depois que milhões de seus vizinhos desaparecerem de repente, sem aviso ou explicação, e houver uma mudança nuclear que traga a destruição da Europa através do Oriente Médio e à Rússia? Tudo o que será necessário é um líder que possa convencer as pessoas de que pode consertar as coisas para levar ao cumprimento desta profecia. Leia o artigo "Seria possível um Governo Mundial?"

 

7. Babilônia Voltará a Emergir Como uma Cidade de Destaque nos Negócios do Mundo … Apo. 18:2-3

E clamou fortemente com grande voz, dizendo: "Caiu, caiu a grande Babilônia, e se tornou morada de demônios, e coito de todo espírito imundo, e coito de toda ave imunda e odiável. Porque todas as nações beberam do vinho da ira da sua prostituição, e os reis da terra se prostituíram com ela; e os mercadores da terra se enriqueceram com a abundância de suas delícias."

Você pode não saber, mas Babilônia está sendo preparada para aceitar seu destino como uma cidade de poder no Fim dos Tempos. Ela é apenas uma cidade cerimonial agora, mas 20 anos atrás ninguém sequer sabia que ela existia. Um dos choques da 1ª Guerra do Golfo, foi a descoberta de Babilônia, ali às margens do Eufrates novamente. Agora há um esforço em curso para completar o que Saddam Hussein começou e fazer Babilônia voltar à proeminência no mundo. Os E.U. concordaram em subscrever um estudo de viabilidade, e o governo do Iraque decidiu que tornar Babilônia um destino turístico internacional está no melhor interesse do país.

Você pode pensar que ser um pouco mais que uma atração turística está muito longe de ser um centro de poder mundial, mas não muito tempo atrás, alguns dos novos líderes políticos do Iraque estavam pedindo que a capital de sua nação fosse levada para Babilônia, também. A lógica por trás disso é que Bagdá foi a capital de Saddam, e o Iraque precisa de uma nova capital, mais coerente com a sua herança. Babilônia cumpre o papel, e tornar-se a capital do Iraque seria um grande passo para a realização de sua transformação em um centro de poder.

Por causa da atual falta de importância de Babilônia no mundo, alguns estudantes de profecia procuram um cumprimento alegórico para a sua destruição em Apocalipse 18, e, claro, muitos vêem o E.U.A. ou alguma de suas cidades como um candidato lógico. Mas lembre-se, embora, em Apocalipse 17:9 João descreva "Mistério Babilônia" como assentada sobre sete colinas (que significa Roma), uma profecia de Zacarias 5:5-11 a mostra sendo movida "para as planícies de Sinar", uma referência à antiga Mesopotâmia chamada Iraque hoje. Nós não podemos mudar de interpretações literais da Bíblia para interpretações alegóricas sem uma direção clara, e no que se refere a Babilônia não existe nenhuma direção. De fato, o oposto é verdadeiro.

Obs: Muitos não vêem a Babilônia surgindo literalmente, mas alegoricamente, representando um sistema de governo ou um sistema financeiro.

 

Dores de Parto

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. Mas todas estas coisas são o princípio de dores". (Mateus 24:6-8)

Então lhes disse: "Levantar-se-á nação contra nação, e reino contra reino; e haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu." (Lucas 21:10-11)

"E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto as virtudes do céu serão abaladas. E então verão vir o Filho do homem numa nuvem, com poder e grande glória. Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima." (Lucas 21:25-28)

GUERRAS E RUMORES DE GUERRAS … De acordo com relatórios de inteligência que incluem todas as nossas guerras atuais, bem como os conflitos em que um cessar-fogo existe, mas ainda estão por serem resolvidos, 47 guerras estão atualmente sendo travadas em todo o mundo. Mas alguns relatórios dizem que podem haver até 200 disputas adicionais ameaçando virar conflito armado.

AUMENTO DAS CATÁSTROFES NATURAIS … furacões mais freqüentes e mais graves, terremotos mais frequentes e intensos continuam a pontuar as notícias. Segundo a USGS, houve 73 terremotos "significativos" ao redor do mundo em 2009. Isso se compara com 58 em 2008 e 55 em 2007. (Fonte: http://earthquake.usgs.gov/earthquakes/eqinthenews/)

SINAIS NO SOL, NA LUA E NAS ESTRELAS … A Reversão Magnética Polar, prevista pelo modelo de computador para 2012 (1), está ganhando mais atenção desde que a sua probabilidade foi anunciada pela primeira vez. Conquanto os efeitos de uma Reversão Magnética Polar nunca tenham sido observados pela humanidade, ela aparentemente aconteceu em um passado distante. O que é exclusivo desta vez é que o Sol deverá sofrer uma inversão polar ao mesmo tempo. O que isto significa é que, enquanto o Sol estará enfrentando suas mais intensas tempestades radioativas, o campo magnético da Terra (que nos protege dessas tempestades solares) estará no seu ponto mais fraco e pode até não existir em algumas partes do mundo. Ninguém sabe a extensão dos danos que isso pode causar, mas com base na opinião de especialistas eu especulo que o efeito combinado das 2 reversões polares poderia cumprir o juízo do 6° Selo de Apocalipse 6 e, se o tempo previsto de 2012 estiver correto, isto se encaixa nas fases iniciais da 70ª Semana de Daniel que, acredito eu, irá começar em algum momento de 2011.

 

(1) Nota: Reversão do Polo Magnético e alterações climáticas

De acordo com cientistas da computação, geofísicos e astrofísicos, a Terra e o Sol passarão por um processo de reversão do polo magnético (previsão para 2012).  Uma reversão polar pode enfraquecer o magnetismo da Terra tornando-o irregular porém não chegará a ser anulado. O Modelo Hyderabad (por computador), revela que a reversão polar da Terra e do Sol poderá causar problemas como erros na migração dos pássaros por causa da perda da sensibilidade de direção (leia o artigo "Peixes, aves e outros animais aparecem mortos em vários países"), possibilidade de debilitar o sistema imunológico dos humanos e dos animais, aumento de atividade vulcânica e tectônica, enfraquecimento da magnetosfera, aumento da radiação solar provocando câncer, atração magnética de grandes asteróides e alteração do campo gravitacional da Terra.

Leia a matéria completa: http://www.indiadaily.com/editorial/1753.asp

 

PESTILÊNCIA … Não só novas doenças como HIV e da SARS, mas também o retorno das antigas, como a tuberculose. A grande novidade deste ano foi a gripe suína que até agora não se materializou na pandemia que os especialistas previam.

O AMOR DE MUITOS ESFRIARÁ … 3.500 pessoas morrem todos os dias em defesa da fé cristã. Crime descontrolado, crianças sendo abusadas e assassinadas por seus pais, crianças matando crianças. Julgamentos de assassinatos como entretenimento público em breve a serem seguidos por execuções televisionadas. Limpeza étnica, estupro e gravidez forçada, pedofilia, tiroteios, a incidência de desrespeito é suficiente para deixá-lo doente.

ESTE EVANGELHO SERÁ PREGADO EM TODAS AS NAÇÕES … Olhando para o estado do mundo, é difícil ficar animado. Mas à medida que as notícias mundiais ficam cada vez piores, mais pessoas estão se voltando para o Senhor por consolar. Segundo alguns relatos cerca de 175.000 novos crentes nascem de novo a cada dia, sobretudo na África, China e Índia. Os relatórios dessas conversões são acompanhados por relatos de milagres, pessoas que recebem curas sobrenaturais e mesmo sendo ressuscitadas dentre os mortos. Parece que, assim como Ele fez no início da Era da Igreja, o Espírito Santo está movendo-se poderosamente em seu final. Creio que o Senhor está a emitir uma gigantesco "último chamado" antes de repentinamente levar a igreja daqui para iniciar os julgamentos dos Tempos do Fim.

Como você sabe, esses sinais do Sermão do Monte (Mateus 24, Marcos 13, Lucas 21) são progressivos e todos são descritos como tendo início bem antes do final. Seu interesse principal para nós é encontrado na frase "princípio das dores." Catástrofes naturais, tendência à guerra como um instrumento de diplomacia, fome em meio à fartura (35.000 crianças morrem diariamente de fome e doenças relacionadas) e pestes são descritos como sendo comuns à época, mas aumentando em freqüência e intensidade à medida que o fim se aproxima.

É verdade que há mais de 100 anos as pessoas têm dito, "quão pior pode ficar?" Infelizmente, a resposta agora como então é: "Muito!" Parece que a depravação do homem não conhece limites. Mas tenha coragem. Apesar de estarmos no mundo, nós não somos do mundo. Nós não pertencemos a este lugar, somos cidadãos do céu. E um dia em breve o nosso tão esperado Rei voltará para nos levar para lá. Maranatha!

http://olharprofetico.com.br

 

Leia também:

Comentarios:

Post a comment

Início | Download | Links | Contato
Misso Portas Abertas JMM ANEM
Destino Final Heart Cry Jocum Missao Total Missao Total Projeto Paraguai